O site polonês https://wiadomosci.onet.pl traz interessante confirmação da eficãcia de nossa ação durante o Sínodo Pan Amazônico

““Em outubro, uma reunião global de bispos, conhecida como Sínodo para a Amazônia, votou para ordenar padres casados em áreas remotas.”

 

A sadia reação do Pan-Amazon Synod Watch

Já o havia afirmado, o conhecido Portal Católico americano, Crux: Pan-Amazon Synod Watch, criado pelo Instituto Plinio Corrêa de Oliveira no Brasil, citado como “um dos principais focos de resistência ao Sínodo de outubro”, escreveu Christopher White. https://ipco.org.br/dito-por-eles-comentario-a-um-artigo-do-site-crux/

“Comentaristas conservadores como José Antonio Ureta, do Pan-Amazon Synod Watch, um grupo de campanha cético para o clima (aquecimento global) comandado pelo tradicionalista Instituto Católico Plinio Correa de Oliveira no Brasil, afirmam que o sínodo foi cinicamente organizado pelos liberais, “principalmente Cardeais de língua alemã”, com o objetivo de avançar em direção ao celibato opcional na igreja universal.

Uma brecha na muralha: há outras situações semelhantes para aceitar padres casados

“De fato, alguns ativistas admitem que esperam um efeito gotejamento (gota-a-gota), que também poderia ajudar a enfrentar a crise vocacional na Europa secular. O sínodo “nos deu esperança”, disse Bellavite. “Estamos convencidos de que, se o papa aceitar essas propostas, haverá outras situações em que ele aceitará o mesmo.”

“De acordo com Giuseppe Serrone, do Movimento dos Padres Casados, há “um exército” de cerca de 8.000 ex-padres que desistiram de ordens sagradas para se casar e estariam prontos para voltar a trabalhar.

“Voltar a trabalhar” (sic) … isso não é expressão adequada ao Ministério Sacerdotal. Trata-se de uma doação de vida inteira ao apostolado, à salvação das almas, acrescentamos nós.

“Já existem padres casados, especialmente aqueles que se converteram do anglicanismo. Ele vai tentar encontrar uma resposta para a situação.

Os conservadores afirmam que tal decisão seria romper o dique

“O confronto é tão forte que muitos observadores acreditam que estamos caminhando para um cisma na igreja”, disse Ureta, do Pan-Amazon Synod Watch. “Francisco disse que todas as grandes transições levam a divisões na igreja e que ele não tem medo de um cisma. Bem, eu tenho medo de um papa que não tem medo de um cisma”.

  • * * *
  • Fica provado, pela boca dos progressistas que a ordenação de padres casados à propósito de “áreas remotas da Amazônia” é um rompimento do dique; e depois teremos o “gotejamento” para muitas outras situações. Terá sido rompida a doação total do homem à Causa de Deus, com o celibato sacerdotal e a dedicação à salvação das almas.
  • Fonte: https://wiadomosci.onet.pl/politico/w-watykanie-konserwatywni-kardynalowie-wykorzystuja-benedykta-w-walce-przeciw/qyyt97k

https://www.politico.eu/article/the-battle-for-the-vatican-francis-benedict/

 

1 COMENTÁRIO

  1. Se a continuarem deixarem de lado o celibato, avante teremos casamentos gays porque o gotejamento é o mesmo que a água bate na pedra até que fura.Infelizmente a Igreja Católica está se deixando de ser católica para ser no futuro uma seita porque não estão mais acreditando o Clero em Jesus. Que tal os Sacerdotes alemães optarem por deixarem o Sacerdócio e viverem a vida sem nenhuma obediência ao Evangelho.Infelizmente a fumaça diabólica entrou no Vaticano, na CNBB e outras ordens religiosas.Devemos ser favorável ao celibato.

Deixe uma resposta