Leitura obrigatória para todos que querem entender a situação atual do agronegócio no Brasil

Este livro marcou profundamente o Brasil, e seus efeitos se fazem sentir ainda em nossos dias.

Quando as agitações socialo-comunistas tumultuavam o País no fim da década de 50, e se tornara insistente a ameaça de uma danosa Reforma Agrária socialista e cinfiscatória, o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira decidiu publicar o estudo solidamente fundamentado, que servisse de barreira a esse movimento contrário aos interesses nacionais.

Em meio ao conjunto de problemas que hoje fustigam a Nação, patenteiam-se duas realidades:

1ª) O extraordinário êxito do agronegócio, apesar da perseguição multiforme que ela sofre.

2ª) O fracaso vergonhoso dos assentamentos de Reforma Agrária, apesar dos favorecimentos governamentais imerecidos que recebe.

Com efeito, muito do êxito atual do agronegócio só foi possível pela manutenção do direito de propriedade e da livre iniciativa em nossa legislação, apesar de todas as mutilações e ameaças que vêm sofrendo.

E este é um crédito que em parte se deve aos autores e difusores do livro Reforma Agrária – Questão de Consciência.

2 COMENTÁRIOS

  1. Estou esperando, ansioso, para comprar o meu exemplar.

    Ademais, comprarei vários outros exemplares (junto aos nossos amigos da magnífica Livraria Petrus, http://www.livrariapetrus.com.br) para comercializar em minha própria livraria, aqui em São Luís.

    Vamos acabar com o monopólio dos comunistas!
    ____________________________________

    Longe de mim bancar o oportunista e fazer propaganda, aqui no IPCO, de minha humilde e cristianíssima livraria. Não se deve, em absoluto, misturar os supremos interesses da Pátria e a integridade de nossa sagrada fé católica com atividades comerciais, por mais respeitáveis que sejam.

    Se mencionei a minha livraria acima, foi unicamente para manifestar, como livreiro, o meu entusiasmo pela clássica obra “Reforma agrária – questão de consciência” e meu comprometimento em divulgá-la aqui em São Luís.

    Tanto é verdade o que digo que

    1 – Não mencionei nem o nome da minha livraria nem o seu contato (telefone, e-mail ou blog) e

    2 – Em outras oportunidades, participando ativamente dos debates no site, já aconteceu de tomar a liberdade de sugerir determinadas obras, a meu ver, de suma importância, entre as quais “Pena de morte já!”, do Pe. Emílio Silva, e “As grande heresias”, de Hillaire Belloc e, embora já vendesse em minha livraria ambos os livros, indiquei aos interessados os sites do Mosteiro da Santa Cruz e da Editora Permanência para que os adquirissem.

    E, por fim, se me permitirem, gostaria de contar rapidamente um episódio que aconteceu quando de minha participação, como livreiro, da IV Feira do Livro de São Luís, realizada de 12 a 21 de novembro último:
    ______________________________________

    SE TROCANDO COM UM VELHO GAGÁ

    Um senhor de uns 70 anos parou diante de nosso stand e, mui atentamente, passou a folhear um exemplar dos “Relatos da vida – um conservador integral”, do jornalista Aristóteles Drummond (que, muito gentilmente, enviou-nos exemplares autografados e dedicados aos clientes de nossa livraria).

    Devolvendo o livro à mesa aonde o pegara, o senhor comentou:

    – Esse cara mandava jogar bomba lá na gente.
    – Bomba? – estranhamos.
    – Bomba, bomba! Lá na gente, na UNE!
    – Bem, eu não sei, mas duvido bastante – dissemos. – Mas vocês de esquerda, também, não ficavam atrás. Recorrer a terrorismo não é lá muito elevado.
    – A gente tava resistindo à ditadura! – exclamou o senhor, alterando-se.
    – Que é isso? O senhor sabe que terrorismo, banditismo sempre foram tradição entre os comunistas.
    – Mas a gente tava resistindo!
    – Daqui a pouco, o senhor vai dizer que Lenin mandou matar a Família Imperial Russa pra resistir ao Governo Médici…
    – Tinha que matar mesmo! – gritou o senhor, vermelho.
    – Ainda bem que não era a sua família, não é? – dissemos com sarcasmo.

    Nesse momento o senhor, levado por parentes, saiu resmungando não se sabe o quê, enquanto eu já pensava em escrever tão ilustrativo quanto patético episódio.

  2. A BEM DA VERDADE E SEM PAIXOES IDEOLOGICAS E POLITICAS QUE ENVOLVAM A QUESTÃO POLEMICA..

    ESTA JA É MATÉRIA HA DÉCADAS DSICUTIDAS E REDISCUTIDA E QUE COMPROVA A INCOMPETENCIA
    DE SETORES ENVOLVIDOS EM SOLUCIONAREM E TERMINAREM TAL CELEUMA JA SÉCULAR.

    SEM SOMBRA DE DÚVIDAS OS DITOS MOVIMENTOS SOCIAIS E SUA ESTRATEGIA TEORICA DA CHAMADA PESUDO REFORMA AGRARIA E SEU MODELO BASEADO EM EGIDES DITAS SOCIALISTAS DO PASSADO E FRACASSADO NA EXTINTA UNIÃO SOVIETICA ,FRACASSADA EM
    SUA TOTALIDADE MAIS UMA VEZ COMPROVAM TAL AFRIMATIVA DE AUTORES EM OBRAS NOTAVEIS SOBRE A MATERIA EM TELA.

    QUE CONTRARIA INTERESSES ESCUSOS DE SETORES DITOS POLITICOS NA SOLUÇÃO DA PROBLEMATICA DA DITA REFORMA AGRÁRIA, QUE SO SERVE PARA TAIS POLITICAS INEFICAZES E DISPENSIOSAS AOS COFRES PUBLICOS.

    FINALMENTE O VITAL AGRONEGOCIO Á NAÇÃO BRASILEIRA SE FRACASSAR, CASO SEJA ADOTADAO OUTRO MODELO RETROGADO CONTRÁRIO A SUA GESTÃO BEM SUCEDIDA NA ATUALIDADE.

    PRAGMATICAMENTE FALANDO LEVARA CERTAMENTE A GRAVE CRISE DE ABASTECIMENTO DOS CENTROS URBANOS COM AUMENTO DE BENS DE CONSUMO E ALIMENTOS VITAIS A SOBREVIVENCIA HUMANA…

    INSTALANDO-SE O CAOS SOCIAL COMO CONSEQUENCIA FINAL.

    SEM VIÉS DE SINISTROSE EM FRIA ANALISE DO FATO … QUEM VIVER VERA!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome