Mantenha isso longe de seus filhos!

“O ocultista Aaron Leighton escreveu “Um Livro infantil de Demônios” (tradução livre), que ensina as crianças a convocar demônios. O livro, que está disponível em grandes varejistas, incluindo Amazon e Barnes & Noble, tem como alvo crianças de 5 a 10 anos. Ele também inclui páginas de colorir para desenhar sigils (símbolos demoníacos) para convocar demônios”.

“Lançado em julho, o livro, intitulado A Children’s Book of Demons, está disponível em brochura e é de autoria do ilustrador Aaron Leighton, que se descreve como um ‘fã de todas as coisas ocultas’ ”. https://www.returntoorder.org/petition/urge-barnes-noble-to-stop-selling-satanic-childrens-books/?pkg=rtoe0816

Não se brinca com demônios

O presidente da Associação Internacional de Exorcistas — Padre Francesco Bamonte — divulgou um comunicado no mês passado abordando o livro infantil.
“”Você não brinca com demônios. Quem convida uma criança para convocar um demônio é como uma pessoa que coloca uma granada em suas mãos para brincar. Mais cedo ou mais tarde, a criança vai puxar o pino e a bomba vai explodir em suas mãos “, disse o comunicado”.

“Quem convida uma criança para convocar um demônio está dizendo a eles que é possível obter ajuda de um criminoso para conseguir algo” e “faz com que eles percam sua identidade e sejam moralmente, psicologicamente e espiritualmente destruídos”.

Os exorcistas explicaram que o livro de Leighton normaliza perigosamente o satanismo, enganando as crianças a pensar que o ocultismo é um jogo. Eventualmente, leva um à adoração ao diabo.

“Vai tão longe a ponto de afirmar que, se a adoração ao diabo se limita à simples celebração do diabo e aqueles que o praticam não cometem crimes, não há nada de errado”, disseram os exorcistas.

A severa advertência de Nosso Senhor para quem escandaliza os pequeninos

“Porém, o que escandalizar um destes pequeninos, que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço a mó de um moinho, e que o lançassem ao fundo do mar.
“Ai do mundo por causa dos escândalos! Eles são inevitáveis, mas ai daquele homem por quem vem o escândalo!” (São Mateus 18,6-7).

Deixe uma resposta