03 DE NOVEMBRO

1493 – Em nova viagem à América, já descoberta ha mais de um ano, Cristóvão Colombo avista pela primeira vez a ilha de Dominica no Mar do Caribe.

1493: – Cristóvão Colombo avista pela primeira vez a ilha a que daria o nome de Dominica, no mar das Caraíbas.

1534: – O Parlamento britânico aprova a Ata de Supremacia, colocando o lúbrico rei Henrique VIII como “suprema e única cabeça na Terra da Igreja na Inglaterra”, e que a coroa inglesa deveria desfrutar “de todas as honras, dignidades, preeminência, jurisdições, privilégios, autoridades, imunidades, benefícios e bens próprios dessa dignidade”.

1866: – As tropas do líder revolucionário Giuseppe Garibaldi são derrotadas pelas de Napoleão III, durante outra tentativa de livrar o território dos Estados Pontifícios da autoridade do Papa.

1891: – No Brasil, o Mal. Deodoro da Fonseca dissolve o Congresso e se proclama presidente supremo, lançando um “Manifesto à Nação” para explicar as razões do seu ato. Enquanto isso, tropas militares cercaram os prédios do legislativo e prenderam líderes oposicionistas, e a imprensa do Distrito Federal foi posta sob censura total, decretando, assim, o estado de sítio no país. Este fato entrou para a história como o Golpe de Três de Novembro e foi o último feito de Deodoro em sua carreira política, pois, alguns dias depois, renunciaria ao mandato de presidente.

1910: – A lei do divórcio é promulgada pelo Governo da I República Portuguesa, logo após a derrubada da monarquia.

1930: – Getúlio Vargas assume a chefia do “Governo Provisório”, data que marca o fim da República Velha, no Brasil. O presidente eleito, Júlio Prestes, fora impedido de tomar posse pelo golpe de Estado de 3 de outubro desse ano, e exilado.

1998: – Plebiscito no Havaí recusa o “casamento homossexual”. A TFP americana difundira manifesto contra essa abominação, quando parecia que o resultado seria o contrário.

2010: – A Igreja Católica de Cuba inaugura o primeiro seminário em 50 anos, na presença do presidente Raúl Castro, o que ilustra uma aproximação inédita entre o Estado comunista e a religião católica progressista no país.

Deixe uma resposta