Efemérides – 08/08

0
Soldados norte-americanos em momento descontraído no Front, durante a Batalha de Amiens.

1709: – O padre brasileiro Bartolomeu de Gusmão apresenta em Lisboa a D. João V o projeto da máquina voadora, na sala dos embaixadores da Casa da Índia, e larga no Terreiro do Paço. Ele inventa assim o balão de ar quente.

1793: – Têm início a insurreição de Lyon contra a Convenção revolucionária, no período do Terror.

Com o desfecho da Batalha de Amiens, os Aliados conseguiram uma série de vitórias, no que ficou conhecido como “Ofensiva dos Cem Dias”. Na fotografia acima, um pequeno exemplo das enormes quantidades de material bélico enviados ao Front.

1918: – A Batalha de Amiens dá início a uma série de vitórias quase contínuas dos Aliados, provocando o recuo nas linhas alemãs.

1929: – O dirigível alemão Graf Zepellin inicia um voo em volta do mundo

1945: – No fim da II Guerra Mundial nasce o Tribunal Militar Internacional, assinado pelas quatro potências (Estados Unidos, União Soviética, Grã Bretanha e França), referentes aos processos contra 24 proeminentes membros da liderança política, militar e econômica da Alemanha nazista. Ele terá lugar na cidade de Nuremberg, Alemanha, entre 20 de novembro de 1945 e 1º de outubro de 1946. 

1949: – A União Soviética detona sua primeira bomba atômica.

1986: – A TFP colombiana se dirige ao recém-eleito presidente da República, Virgílio Barco a carta aberta “Al desear êxito ao nuevo Gobierno, la TFP formula votos por la restauración del orden jurídico em el país”. O documento mostra que as concessões estimularam a guerrilha e lhe permitiram estabelecer novas formas de opressão.

1990: – O Iraque ocupa e anexa o Kuwait, antecedendo a Guerra do Golfo.  O Reino Unido coloca forças aéreas e navais no Golfo Pérsico.

2008: – Na China, com a participação recorde de 204 países e apesar das carências de liberdade e respeito aos direitos humanos, é inaugurado em Pequim as XXVI Olimpíadas da era moderna, propagandística para esse país comunista.

2020: – Morre o controvertido bispo espanhol, D.Pedro Casaldáliga, um dos expoentes da Teologia da Libertação e do esquerdismo no seio da Igreja. Entre seus vários escritos subversivos, ele publicou em 1999 sua “Declaração de Amor à Revolução Total de Cuba”.

Deixe uma resposta