30 DE DEZEMBRO

1696: Em Guápulo, no Equador, aparece no céu Nossa Senhora, que passou a ser conhecida como a “Virgem da Nuvem”.

Um poster de propaganda anti-bolchevique dos Russos Brancos, no qual Lenin é retratado com um manto vermelho, ajudando outros bolcheviques a sacrificar a Rússia a uma estátua de Marx.

1922: Vladimir Ilitch Ulianov, Lenine, proclama o estabelecimento da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

1934: 62 comunistas invadem uma igreja em Coyoacán (México) e matam 5 fiéis. É o início da perseguição religiosa que durará todo o ano de 1935, efetivada pelo governo de Lázaro Cárdenas e os sequazes de Calles.

1953: Nos Estados Unidos, a empresa RCA põe à venda a primeira televisão a cores.

1954: Em Buenos Aires, o Governo constitucional de Juan Domingo Perón legaliza a prostituição, que antes era proibida desde a “Década Infame”, e cria o Sindicato de Meretrizes.

1964: A TFP publica no jornal O Estado de São Paulo um manifesto sobre o best-seller “Reforma Agrária – Questão de Consciência”.

1978: A TFP envia novo telex ao Itamaraty manifestando desta vez seu pesar pela recusa ao apelo da TFP pelos refugiados vietnamitas.

1982: No Perú, implanta-se o estado de emergência em 7 províncias, quando os terroristas do Sendero Luminoso, recusam ouvir o ultimatum do Governo.

1988: Yuri Churbanov, genro do antigo líder soviético Leonid Brezhnev, é condenado a 12 anos de prisão por ter aceitado subornos no valor de mais de 725 mil euros.

1989: Na Polônia, com a queda do comunismo, o Parlamento aprova a mudança de sistema político e econômico, e conclui a reforma constitucional.

1996: A TFP peruana assina comunicado “El episodio de los rehenes y el deber de la vigilância” sobre o seqüestro em massa ocorrido na embaixada do Japão.

1998: A TFP chilena lança em Santiago o manifesto “La sana polarización, una bienaventuranza para Chile”.

2004: O Governo espanhol aprova a proposta de alteração do Código Civil, para caber o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

2006: O antigo presidente iraquiano Saddam Hussein, 69 anos, é executado em Bagdá, por enforcamento, por crimes contra a humanidade.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here