Estado de São Paulo:

Montagem mostra a praça central de Gori antes e depois da remoção da estátua de Stalin - Reuters

TBILISI As autoridades da Geórgia derrubaram nesta sexta-feira uma estátua do ditador soviético Josef Stalin em sua cidade natal, Gori, para a construção de um memorial para as vítimas da guerra com a Rússia em 2008.

Gori está a poucos quilômetros de distância da região separatista da Ossétia do sul, onde as for-ças russas entraram em conflito com o Exército geórgio em agosto de 2008. A cidade, que sofreu com tiros de artilharia e ataques aéreos durante os cinco dias do conflito, foi rapidamente ocupada pelos russos.

O monumento, de seis metros de altura, estava na praça central da cidade desde o começo da década de 1950. A estátua deverá ser levada para um museu dedicado ao líder soviético em Gori, o que deve preocupar as gerações mais antigas. Ano passado, o país demoliu um grande memorial honrando as lutas do Exército Vermelho na Segunda Guerra Mundial.

2 COMENTÁRIOS

  1. Juntamente com a estátua do “líder soviético” deveria-se recolher aos museus certa mídia esquerdista que no tempo da vigência do comunismo na pobre URSS não deixaram de propagar que esse carrasco chamado Stalin era um grande LÍDER. Certamente porque os líderes de direita são DITADORES, mas carrascos comunistas tipo Fidel Castro, Allende, King Jong-il são líderes. Prova: basta ler na imprensa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome