O PCC anuncia uma grande purga interna: “Será como Yan’an”

Em 2020 novo expurgo como Yan´an?

“Assassinatos em massa perpetrados por Mao entre 1942 e 1944 são evocados (em 2020) para dizer aos quadros que o Partido “removerá completamente o tumor” representado por oficiais “fracos”.
“Como de costume na China, o discurso inclui um programa detalhado da organização, das províncias aos blocos, e incentiva a exclusão.

“A campanha, após a pandemia, confirma que nem tudo está bem dentro do PCCh, ou assim Xi Jinping acredita. Por outro lado, os partidos comunistas não precisam de ameaças reais para iniciar expurgos. Chen mencionou que “manter o medo” é motivo suficiente para este renascimento da Campanha de Retificação Yan’an em 2020.”

Xi Jinping usa Stalin como modelo

Comenta Bitter Winter: “Xi Jinping alertou repetidamente que Stalin é uma parte necessária da tradição marxista que ele defende, e os estudiosos do stalinismo sabem que os expurgos eram um componente essencial de seu sistema. Em vez de reações a ameaças externas, foram necessários expurgos para manter os membros do Partido Comunista em constante estado de terror, esmagando qualquer possível dissidência antes mesmo de ela se manifestar.”

A técnica do expurgo de “fracos”; Mao segue conselho de Stalin

“Os historiadores do PCCh nos dizem que o mesmo sistema foi implementado pelo Presidente (ditador) Mao, começando com a sangrenta Campanha de Retificação Yan’an (整風 運動), que ocorreu de 1942 a 1944. Enquanto o PCCh estava sediado, após a longa marcha em Yan ‘Shaanxi, Mao, seguindo as sugestões de Stalin, decidiu destruir qualquer possível desafio à sua autoridade absoluta inventando uma dissidência “trotskista” inexistente e prendendo, torturando e executando membros do PCC vistos como “fracos” ou “em risco . ” Os estudiosos acreditam que pelo menos 30.000 foram expurgados e cerca de 10.000 executados, em uma campanha que moldou o PCCh como o conhecemos hoje.

Em julho de 2020 volta a ameaça do expurgo Yan´an

“Em 8 de julho de 2020, o fantasma da Campanha de Retificação Yan’an apareceu novamente na China, em uma reunião da Comissão Central de Assuntos Políticos e Jurídicos (中共中央 政法 委员会) do PCCh. O Secretário Geral desta Comissão é Chen Yixin, um associado próximo do Presidente Xi Jinping, que o enviou a Wuhan para manter as autoridades locais sob controle durante a pandemia. Ele é descrito como uma estrela em ascensão no PCCh.

Quem é Chen Yixin? Vai além de Robespierre, no Terror?

“raspar o osso para remover o veneno persistente”

“Chen também é diretor de algo chamado Escritório Nacional de Pilotos de Educação e Retificação da Equipe Política e Jurídica (全国 政法 队伍 教育 整顿 试点). O nome é sinistro o suficiente, mas não é nada comparado ao discurso que Chen proferiu em 8 de julho perante a Comissão.

“Ele mencionou duas vezes a Campanha de Retificação Yan’an de 1942 a 1944 e apresentou os planos para uma “Campanha de Retificação Yan’an da frente política e jurídica da nova era”.

A linguagem usada é uma reminiscência da Campanha de Retificação Yan’an e da Revolução Cultural. “As equipes jurídicas e políticas, disse Chen, são impuras, injustas, fracas e até exibem violações da lei e da disciplina.”

Eles “danificaram seriamente a imagem do partido e do governo. Nos últimos anos, o sistema político e jurídico vem intensificando os esforços para eliminar a ovelha negra, mas a situação ainda é sombria. ” Chegou a hora de “raspar o osso para remover o veneno“, “remover completamente o tumor” e “garantir que a equipe política e jurídica seja absolutamente leal, absolutamente pura e absolutamente confiável”.

O expurgo é no próprio PCC

“Essa linguagem é normalmente usada para oponentes políticos e religiosos, mas aqui o PCCh está falando sobre seus próprios quadros. No entanto, denuncia “deficiências e fraquezas, bem como algumas opiniões políticas, legais e policiais incorretas sobre disciplina, poder e interesses, resultando em estilos políticos, jurídicos, ideológicos, organizacionais, disciplinares e impuros que ainda não foram fundamentalmente resolvidos. Para esse fim, deve ser realizada uma violenta retificação no estilo Yan’an no sistema político e jurídico, para remover resolutamente o veneno persistente que se acumula há muitos anos. ” Chen promete “eliminar a ovelha negra” com “contenção pesada” e “tolerância zero” e erradicar as “forças do mal” e as “pessoas de duas caras que são desleais ao Partido”.

“Chen citou os slogans maoístas de “punir antes e depois, curar e salvar o povo” e “punir severamente”.”

***

Enquanto a Igreja Católica, a Cristandade medieval tinha como fator de união a Fé Católica e o Amor de Deus e o amor do próximo, o Comunismo é edificado com base no terror, na intimidação e no suborno. Aí está o novo “expurgo”, do qual aliás, já tinham vazado rumores.

Para os ingênuos que consideram a China (PCC), com olhos indulgentes e liberais, esse anúncio de um expurgo implacável – remover resolutamente o veneno persistente que se acumula há muitos anos — deveria ser salutar. Para os governadores-interventores petistas, para o Sr. Doria (“eu confio em Xi Jinping”) — que prefere amordaçar os paulistas com uma quarentena indiscriminada e socialista, — certamente o PCC continua sendo um grande parceiro convidado a ir devorando nossas riquezas e lançando as garras do dragão comunista no Brasil.

Dar boas vindas ao PCC é programa da esquerda e do falso Centrão. O “expurgo” de 2020 não basta como alerta?

Fonte: https://bitterwinter.org/ccp-announces-major-internal-purge/

 

Deixe uma resposta