Luis Dufaur

Há anos, ecologistas extremistas hostilizam as caçadas praticadas legalmente por milhões de franceses.

Diante da irritação popular, o governo abaixou decreto punindo a “obstrução a um ato de caça”, segundo noticiou o jornal “Le Monde”.

Os radicais das “associações de defesa dos animais” encheram os jornais com protestos ideológicos contra a justa medida, que pune com multa de 1.500 euros toda tentativa de impedir o desenvolvimento de uma partida de caça.

“Tínhamos chegado à absurda situação de que comandos desciam encapuzados durante as caçadas, interpondo-se violentamente diante dos caçadores. E cada vez que nós registrávamos a ocorrência, nenhuma providência era tomada”, explicou Pierre de Boisguilbert, da Federação Nacional dos Caçadores – FNC.

Bom exemplo a ser imitado pelo nosso IBAMA. Que ele não fique perpetuamente do lado dos extremistas “verdes”.