Continuam as denúncias contra a Huawei: extorsão e conspiração para roubar segredos comerciais de seis empresas dos EUA. Graves denúncias na Conferência de Segurança de Munique.

“O Departamento de Justiça dos EUA aumentou a pressão sobre a Huawei na quinta-feira, acusando-a por extorsão e conspiração para roubar segredos comerciais de seis empresas dos EUA, acusações que a Huawei negou veementemente.

“Os EUA também alegaram que a Huawei mentiu sobre a venda de produtos para a Coreia do Norte em violação das sanções das Nações Unidas.

Nancy Pelosi, oposição Democrata, apóia sanções contra a Huawei

A presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, apoiou a avaliação do presidente Donald Trump sobre a ameaça representada por aliados americanos usando equipamentos da Huawei Technologies para construir redes 5G, um raro momento de acordo bipartidário após a amarga luta partidária pelo impeachment.

“Falando na Conferência de Segurança de Munique

Continua Pelosi, na Conferência de Segurança de Munique: “Falando sobre o presidente chinês Xi Jinping, ela disse que tal “concessão mal concebida só fortalecerá Xi, pois ele mina valores democráticos, direitos humanos, independência econômica e segurança nacional””.

Como sempre China tenta encobrir o sol com a peneira

“O conselheiro de Estado chinês Wang Yi, que também atua como ministro das Relações Exteriores da China, disse não entender por que os Estados Unidos estavam tentando fazer com que seus aliados atacassem uma empresa privada, de acordo com a Reuters”.

Huawei, empresa privada? É ridículo que Wang Yi negue a evidência de que se trata de uma empresa Estatal, controlada pelo PCCh.

Geoffrey Garret (reitor da Wharton Business School da Universidade da Pensilvânia): “Há um ponto sério que pouca gente discute. Xi Jinping, presidente chinês, já disse a toda empresa privada que, se o governo chinês quiser ter acesso a dados dos usuários, ele deverá ser concedido”https://ipco.org.br/quem-avisa-amigo-e/

Uma questão que afeta o Brasil

“E à margem do evento de segurança (Conferência de Segurança de Munique) desta semana na capital bávara, as autoridades dos EUA têm alertado os jornalistas europeus sobre os perigos percebidos do uso da tecnologia Huawei, com vários governos europeus (incluímos o Brasil)  definidos para decidir em um futuro próximo sobre o qual Fornecedores 5G para usar em suas redes nacionais”.

É incompreensível que o Brasil, tendo se livrado da ditadura petista, vá levar suas alianças com a China a ponto de usar a 5G da Huawei, indiscutivelmente sob graves acusações de roubo intelectual, espionar a favor da China e sustentar a Coréia do Norte.

Meng, CEO da Huawei em processo de extradição no Canadá

“O governo dos EUA no ano passado acusou Meng, uma filha do fundador da Huawei, Ren Zhengfei, de tentar roubar segredos comerciais, obstruir uma investigação criminal e violar as sanções econômicas dos EUA por fazer negócios com o Irã uma empresa de fachada chamada Skycom.
Meng enfrenta uma possível extradição para os EUA, e seu caso está sendo tratado pela Suprema Corte da Colúmbia Britânica em Vancouver, onde ela vive em prisão domiciliar”.

  • * * *
  • A China tentou, cinicamente, rebater as acusações alegando que se trata de processos civis — de 20 anos — já resolvidos.
  • Nesta reunião de segurança global em Munique na sexta-feira, “o vice-presidente sênior da Huawei, John Suffolk, rejeitou as acusações contra a empresa como sem mérito, dizendo que foram predominantemente recicladas de disputas civis que haviam sido litigadas e resolvidas ao longo dos últimos 20 Anos”.

“Em resposta, altos funcionários dos EUA disseram: “Nos últimos dois anos, houve evidências mais do que suficientes da maneira como o governo chinês tem usado seus campeões nacionais”, disse Robert Blair, representante especial dos EUA para a política internacional de telecomunicações, em uma coletiva de imprensa.
Então, realmente, o ônus está na Huawei agora. Eles têm que mostrar que são um parceiro confiável. Eles têm que se separar do governo chinês.”

  • * * *
  • Fonte: https://www.scmp.com/tech/enterprises/article/3050756/huawei-denounces-new-us-allegations-intellectual-property-theft

Deixe uma resposta