Lituânia recomenda não comprar celulares chineses Xiaomi, Huawei

0

Mais uma evidência, da espionagem comunista chinesa, através de seus smartphones. Dessa vez é a Lituânia que está em difíceis relações com o regime de Pequim. Por quê?

Celulares capacitados para censurar

“Uma investigação do governo lituano determinou que os smartphones vendidos na Europa pela empresa Xiaomi podem detectar e censurar termos como “Tibete livre”, “viva a independência de Taiwan” ou “movimento democrático”. Além disso, um possível risco de segurança foi encontrado no Huawei P40 5G.”

No ano passado, a Xiaomi foi acusada de monitorar dados de navegação privada e o uso de aplicativos dos usuários. (Twitter)

“O Ministério da Defesa da Lituânia exortou seus cidadãos a evitarem a compra de telefones celulares chineses e se livrarem dos que já possuem. Isso ocorre porque um relatório do governo revelou que os dispositivos da Xiaomi contêm ‘recursos de sensor’ integrados.”

Segundo a investigação, os smartphones vendidos na Europa pelo gigante chinês podem detectar e censurar certos termos, como “Tibete Livre”, “Viva a independência de Taiwan” ou “movimento democrático”, garantiu a agência de segurança cibernética lituana.

Só essas palavras são censuradas? No Brasil, nos EUA Google, Facebook entre outras plataformas censuram abertamente os conservadores. Seus filtros fazem uma verdadeira caçada nas Redes Sociais com as consequentes punições.

Nosso Site já foi censurado, como tantos outros, porque trata de assuntos “não permitidos” por essas plataformas. Quanto mais o fará a China de Xi Jinping dentro e fora do seu País.

Governo lituano recomenda: não comprar telefones chineses

Diante disso, o governo pediu as devidas precauções. “Nossa recomendação é não comprar novos telefones chineses e se livrar dos já comprados o mais rápido possível”, disse o vice-ministro da Defesa, Margiris Abukevicius, a repórteres.

“Por outro lado, a entidade analisou diversos modelos da empresa asiática para verificar sua segurança. Dessa forma, ele descobriu que a capacidade do software do Mi 10T 5G móvel da Xiaomi havia sido desativada na União Europeia. No entanto, ele pode ser ativado remotamente a qualquer momento.”

Da mesma forma, o portfólio de Defesa estudou a operação do Huawei P40 5G e do OnePlus 8T 5G. Em relação ao primeiro, descobriu que apresentava um risco potencial de segurança, porque seu recurso de descoberta de aplicativos, AppGallery, poderia levar a instalações de aplicativos perigosos. Quanto ao dispositivo OnePlus, os especialistas não encontraram problemas.

Xiaomi acusada de monitorar dados privados

Ainda segundo Panampost: “Não é a primeira vez que a empresa chinesa Xiaomi se envolve em questões deste tipo. No ano passado, ela foi acusada de monitorar os dados de navegação privada de seus usuários e o uso de aplicativos. Essa violação significava que você tinha que modificar o navegador My Browser para que não capturasse automaticamente as informações no modo de navegação anônima. A empresa não se pronunciou sobre essas novas denúncias até o momento.”

***

Nosso Site tem informado sobre o sistema de pontuação imposto pelo regime de Xi Jinping.

“Interferências como essas são comuns na China, um país no qual o regime comunista exerce forte controle sobre a vida privada dos cidadãos. Por exemplo, o Partido Comunista da China (PCC) usa um sistema de pontuação para recompensar e punir os residentes com base em sua obediência ao regime. Da mesma forma, controla rigidamente o uso da Internet e das redes sociais.”

Taiwan quer embaixada na Lituânia

Também complicações no campo diplomático entre Lituânia e China a propósito de Taiwan.

“No caso da Lituânia, as conclusões surgem em meio à crescente tensão diplomática entre o país báltico e a China. Taiwan anunciou recentemente que abriria uma embaixada na Lituânia, causando irritação em Pequim. É por isso que o gigante asiático respondeu exigindo a retirada do embaixador da Lituânia em Pequim. Ele também afirmou que retiraria seu representante em Vilnius, capital da Lituânia.”

***

E ainda temos no Brasil a bancada Brasil-China, a BAND aliada da Midia estatal chinesa, João Doria que afirma confiar em Xi Jinping, e um embaixador chinês que se julga no direito de intervir na política interna de nosso País.

Se o PT estivesse no Poder, ou o falso Centrão, já seríamos um Protetorado chinês e nossas riquezas engordando os cofres comunistas chineses. Graças a Deus, o povo reagiu, desbancou o PT e lota as ruas … como fez, pacificamente, no 7 de setembro.

Esse ainda será um grande País, longe das garras comunistas.

Nossa Senhora, Porta da Aurora, proteja a católica Lituânia.

Fonte: Lituania pide botar los teléfonos chinos por sus «capacidades de censura» (panampost.com)

Deixe uma resposta