“Uma frota de cinco navios, o primeiro dos quais já chegou à Venezuela, está transportando 1,5 milhão de barris de gasolina do Irã para supostamente aliviar a escassez no país rico em petróleo.

“A gasolina ainda não foi distribuída no território venezuelano e o povo venezuelano ainda não a acessou, porque seu destino terminará será Cuba.”

Nove toneladas de ouro, o preço pago ao Irã

“Os 200 milhões de litros de gasolina, trazidos pelos cargueiros iranianos, foram pagos antecipadamente com nove toneladas de ouro equivalentes a 500 milhões de dólares no mercado. Esse ouro foi saqueado dos cofres do Banco Central da Venezuela.”

Quem paga é o povo venezuelano

“Maduro anunciou o aumento dos preços dos combustíveis, alegando que a Venezuela havia pago a gasolina em dólares ao Irã e que os venezuelanos deveriam pagar por isso. No entanto, ele não exige que Cuba pague remessas regulares para a ilha (EFE).

“Embora o regime de Nicolas Maduro admita que precisa de dinheiro para lidar com a pandemia de coronavírus, ele envia combustível para Cuba sem nenhum custo. Enquanto isso, há uma escassez sem precedentes de gasolina na Venezuela.

O navio Carlota C, ancorado na Venezuela com uma bandeira cubana, levará combustível para Cuba. No entanto, no país sul-americano, as pessoas ainda estão esperando em longas filas de carros para encher seus tanques.

“Este barco, o Carlota C ancorado em El Palito, está vindo para reabastecer Cuba. Este barco está em operação há vários anos de Cuba a Paraguaná, saqueando nossa gasolina. Agora está mais perto, é a vez do Palito ”, disse o congressista Luis Stefanelli no Twitter.”

O preço dos “médicos cubanos”, militares e serviço de inteligência

“Não surpreende que o navio Carlota C esteja transportando gasolina paga pela Venezuela. No início de março, quando o mundo já estava em meio à quarentena de coronavírus e não havia combustível nas estações de serviço na Venezuela, Maduro enviou caminhões-tanque para Cuba.

“Segundo o jornalista Casto Ocando, o relatório da PDVSA indica que “os embarques de combustível entregues por Maduro a Cuba em meio à mega-crise venezuelana chegaram aos seguintes portos: Cienfuegos, Havana e Santiago de Cuba”.

“Cuba é um dos principais aliados da Venezuela. A ilha costumava receber cerca de 100.000 barris de petróleo da Venezuela todos os dias através de vários acordos de cooperação. Cuba, por sua vez, enviou médicos, militares e funcionários da inteligência em troca do petróleo de Maduro.”

***

Assim estaria o Brasil, se a ditadura petista estivesse no Poder. Estaríamos financiando Venezuela, Cuba; estaríamos saqueando nossos cofres (e ainda estamos pagando pelos calotes desses países) em favor de uma ditadura socialista.

Que a Divina Providência se compadeça do Brasil, bombardeado hoje pelo falso Centrão, que procura nos asfixiar em quarentenas intérminas, ditatoriais, socialistas. Em favor de quem trabalham os maus brasileiros? Todos eles simpatizantes e aliados do PCCh.

Fonte: https://panampost.com/sabrina-martin/2020/06/09/maduro-gasoline-cuba-shortages/

Deixe uma resposta