Mais uma investida do MST em Pernambuco

Paulo H. Chaves

Cerca de 500 famílias ligadas ao MST participaram ontem de três invasões e uma re-invasão no Pernambuco, marcando o início do “Abril Vermelho-sangue”. A primeira invasão foi no início da manhã de ontem, no município de Maraial, de duas propriedades do engenho São Salvador.

Na sequência, outras 300 famílias tomaram as terras da fazenda Salgadinho, na cidade de Tacaratu, no sertão. Em Caruaru, localizado no Agreste, 130 famílias participaram da reocupação do engenho Poço das Antas, que havia sido invadido pelo MST em 2000.

A pauta nacional do MST reivindica o assentamento das 90 mil famílias acampadas em todo o País, atualização dos índices de produtividade, garantia de recursos para as desapropriações de terras e investimentos públicos nos assentamentos. Enfim, tudo que se encontra no PNDH-3 e mais alguma coisa!
Fonte: Agência Estado

 

4 COMENTÁRIOS

  1. Uma notícia que estou esperando há mais de vinte anos é o índice de produtividade dos assentamentos promovidos pelo MST. Por que para eles não valem os índices utilizados para a desapropriação das fazendas invadidas?

     
  2. Eles avisam que vão invadir, invadem, e para sair, segundo o PNDH 3, não basta a reintegração de posse, mas é preciso o proprietário entrar em acordo com os invasores.
    O direito de propriedade não existe mais! Estamos seguindo os passos de Cuba, aparentemente numa democracia.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome