Lobos em parque francês

Após intensa pressão “verde”, a França repovoou seu território com lobos, que se tornaram “espécie protegida”.

Mas eles se multiplicaram tanto e estão fazendo tanto dano, que o país discute para o período 2013-2017 um “Plano Lobo” que os contenha de alguma forma.

Só em 2012, 250 lobos controlados atacaram 5.848 animais de criação, informou o jornal de Paris “Le Figaro”.

No jargão burocrático, a França tentaria uma “gestão diferenciada” dos predadores em função das regiões e dos rebanhos.

“Preferiríamos sempre um plano democrático – como se os lobos fossem sensíveis à democracia – antes que o projeto fosse aprovado”, explicou Benoît Hartmann, representante da associação France Nature Environnement.

No projeto, os senadores aprovaram a criação de “zonas de proteção reforçada contra o lobo”. A frase é rebuscada para dizer que os pastores poderão matar as feras sem autorização prévia.

“O governo deveria se opor a essa lei”, disse Delphine Batho, ministra socialista de Meio Ambiente. Ela insistiu que os predadores estão protegidos pela Convenção de Berna. Mas a cólera dos criadores de ovelhas assusta o governo.

Lobo ibérico

Os lobos foram reintroduzidos na década de 90 na região dos Alpes. Desde então eles ampliaram em 25% sua área de ataque.

Em 2008 atacaram “apenas” 2.680 animais, em 2011 fizeram 4.920 vítimas, e em 2012, 5.848.

Outra pirueta burocrática permitirá “novas modalidades de cálculo” para aumentar o número de lobos que podem ser abatidos cada ano, explicou a contragosto a ministra do Meio Ambiente.

Entretanto, há malandragem no texto, tendo a ministra verde limitado a 11 o abate dos lobos no período 2012-2013.

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

 

7 COMENTÁRIOS

  1. Passarão o céu e a terra, mas, minhas palavras não passarão! Esta é a afirmação que nos permite compreender que tudo que Deus estabeleçeu, não podera ter mudanças. São verdades eternas, que nem o Papa, nem seu Magisterio poder mudar. Por incrivel que pareça, querem justificar mudanças nas Leis Eternar, com temas meramente humanos e sugeitos a adaptações a cituações de momento. Porque querem destruir a raça humana, e querem protejer animais predadores? Sejam justos, pretejendo o ser humano indefeso como uma criança não nascida! Um idoso! Ou um que nasceu com algum defeito de gestação! Seja como for. Lobos, mosquitos, formigas, passaros, bois, vacas, carneiros, cabritos; sejá qual for as obras relizadas por Deus. Tudas foram criadas para o bem dos seres humanos. O grande problema para equalizar esta questão, é que esqueceram desta verdade; Deus criou todas as coisas para o bem dos homens e entergou tudo no seu domínio. Só que o ser humano, de soberano administrador da criação de Deus, preferiu ser administrado por aquele que o enganou sob a mascara da virtude, passando a ser administrado pelo inimigo de Deus. E a própria natureza que deveria estar em perfeita harmônia com o ser humano si revolta contra ele, desequilibrando a convivência pácífica entre ambos. Esta citução criada na França, com a prolifaração dos lobos, é mais ampla do que se imagina. Cabe aqui uma pergunta. No passado, o que controlava a população dos lobos? Com certeza havia uma outra espécia que os controlava. Levantar uma bandeira, em defeza dos animais, sem uma maturidade real das coisas, é caçar sarna para se cossar, eis ai o resultado, dessa incensatex que espalha e assola o mundo como uma religião, que tem como deuses, o planeta, o ar, a água e o fogo, amimais e florestas. sendo que na verdade o que esta por traz de todos estes deuses, é aquele que enganou, e desviou o ser humano do caminho de Deus, Satánas, aquele que se desviou dos planos Divinos, e continua a desviar um numero enorme de homens, vítimas de seu ódio mortal.
    Eis a revolta das criaturas. Lobos, moquitos transmissor da denge, ratos, formigas, virús do câncer, da aides, hebola, etc. A desobediência à vontade de Deus, o único que realmente sabe o que é melhor para nós, e não estar alienado a Ele é o que sempre levou o ser humano a sofrer essas consequências, fruto de sua própria incensatêx, em regeitar ao Senhor nosso único Deus. Sejamos sábios, optemos por Deus, a exemplo da Virgem Maria. E tudo entrará em armônia.
    Salve Maria!

     
  2. @Tadeu Ponce
    +
    Los lobos matan por ser así su instinto y por ser perseguidos por el hombre. Las ovejas que son útiles para el hombre deben ser protegidos contra los lobos.
    San Francisco de Asís amaba la naturaleza por ser la creación de Dios, pero no le daba un aspecto divino y no ponía los animales en pie de igualdad con el hombre e incluso encima de éste, como hacen los ecologistas actuales que derraman lágrimas cada vez que un sapo es pisado por un coche, pero son favorables al divorcio.

     
  3. Os lobos foram criados por Deus também e precisam ser respeitados. O próprio Francisco de Assis tem uma história de proteger a espécie. Os lobos atacam a criação porque seu meio ambiente foi invadido e destroçado pelas pessoas e suas presas naturais sumiram. O grande imbecil aqui é o humano e não o lupino.

     
  4. En Francia no se puede matar lobos, pero si con la ayuda del estado chicos no nacidos. Lo aberrante es que los ecologistas que tanto se preocupan por los “derechos” de los sapos en la cuenca del Amazonas son favorables al aborto.
    +
    Hay quienes dicen que Bergoglio también tomó el nombre de Francisco porque San Francisco de Asís, al cual los modernistas intentan convertir en un “hippie” ecologista, amaba la naturaleza y contemplaba a los animales como sus hermanos.
    De ser así Bergoglio sería un ecologista “católico”.

     
  5. cara amei esse blog, queria muito que desse uma olhada em meu blog e podesse me ajudar com novas ideias, já que meu blog é um site de criticas a educação dos brasileiros e ao nosso governo e corrupção religiosas, desde já muito obrigado assim meu blog é esse patriota01

     
  6. Parece simples resolver por leis tudo o que for de ordem natural. Tanto na França, quanto em outros países, tem lobo comendo lobo, cobra comendo cobra.

    E falam tanto em reformas, etc. Exigiram indiretamente que a Igreja seja Una, Santa, Católica, Apostólica, Romana, Pura e Ilibada, como ela mesma vem apregoando desde sua inicial existencia. A Igreja deve se renovar e se atualizar, segundo os seus principios; e as instituições em todo o resto do mundo, se renovar e se atualizar, segundo suas finalidades.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome