O Prof. T.J. Joseph teve a mão decepada ao regressar da missa dominical.

Segundo despacho da agência AsiaNews (www.asianews.it), assinado por Nirmala Carvalho (5 de julho de 2010), a vítima é um professor universitário da Faculdade Newman, em Thodupuzha, no  estado indiano de Kerala.

Qual foi seu “crime”?

As autoridades da faculdade disseram à AsiaNews que numa prova o Prof. T. J. Joseph contava a história de um vendedor de peixes, o qual estava ficando cada vez mais pobre apesar de seu árduo trabalho. Seu nome era Maomé. Em desespero ele falou com Deus; e também perguntou ao seu irmão por que suas posses estavam minguando. Este lhe respondeu: “Por que você está chamando Deus, Deus, Deus….” Aos estudantes era pedido completar o sentido da  narrativa.

Esta prova – “insultante a Maomé” – ocorreu no mês de março último e fez com que o professor começasse a receber ameaças. E também gerou tantos virulentos protestos de grupos islâmicos que a faculdade viu-se obrigada a suspender o professor. Este posteriormente pediu perdão publicamente pelo seu “erro não intencional”. Mesmo assim, segundo sua mãe, continuou a sofrer ameaças.

De acordo com a polícia, no dia 4 de julho o Prof. T.J. Joseph estava regressando com sua família da missa dominical, quando, já próximo de sua casa, uma vã emparelhou-se ao seu veículo, obrigando-o a parar. Dela desceram alguns indivíduos – depois identificados como do grupo islâmico Frente Popular da Índia – que, após arrancá-lo do carro, atacaram-no com facas e espadas. Cortaram-lhe então a mão direita e parte do antebraço, jogando-os a uma distância aproximada de 200 metros.

Mary Stella, irmã da vitima, disse que “os agressores destruíram o vidro do nosso carro e tiraram meu irmão para executá-lo. Minha pobre mãe, que estava conosco no carro, assistiu o crime”.

O professor foi transportado imediatamente para um hospital de Muvattupuzha, e depois para outro especializado em cirurgia, onde médicos tentavam recolocar sua mão decepada. O professor também sofreu feridas profundas no corpo e necessitará de cirurgia plástica.

O extremismo islâmico está crescendo em Kerala (sul da Índia): muitas escolas sofrem pressões sobre o uso do véu. Alguns dos detidos são ativistas da Frente Popular da Índia. O rápido crescimento da população muçulmana e sua influência nas eleições estão fazendo aumentar as preocupações quanto à segurança dos cristãos em todo o país.

Nosso comentário: a ameaça bate também às nossas portas. Grupos terroristas islâmicos não têm sido acusados de atuar livremente na Venezuela chavista? E a nossa política de aproximação com o Irã, que importações indesejáveis de fundamentalismo islâmico ela não poderá acarretar?

10 COMENTÁRIOS

  1. Por ora a “A primavera árabe” não floresceu, só espinhos, mas irrigada com o sangue dos mártires cristãos dará bons frutos como a história nos ensina, o que não significa que aprovo a insana perseguição, simplesmente confio nos frutos desse precioso sangue que lava os pecados do mundo. A Igreja Católica floresceu irrigada dessa forma, sangue e lágrimas irrigam as sementes da Fé. Os clérigos da moderna “teologia” buscam uma aproximação com os inimigos da Igreja e não se comovem com as perseguições a ela infligidas pelos mesmos. Amigos dos inimigos não são nossos amigos.

  2. Dizem que um dia um “muçulmano” perguntou ao outro como ele estava, respondeu o outro:
    Máoménos!
    Noutra ocasião um “muçulmano” estava empurrando seu carro enguiçado e pediu favor à um outro:
    – Me dá uma mão aqui!
    E o outro respondeu:
    – De Cristão ou de Judeu?
    Outra vez um “muçulmano” encontrou com um comunista e disse:
    – Como vai irmão?
    O Outro disse:
    – “Bem”

  3. Desculpe dizer, recomendo o estudo do que de fato representa o ECUMENISMO no mundo e o porquê desse ter sido necessário… Ecumenismo só é aceito entre igrejas cristãs, não com grupos de outros credos, como o caso desses terroristas, que se dizem islâmicos, etc… Para com esses credos, não cristãos, devemos tentar o diálogo interreligioso, não dito ecumênico… Conversar com cristãos é mais fácil do que com os fiéis de outros credos porque seguem a mesma Doutrina pregada por Jesus Cristo. Daí que caberia aos cristãos do mundo unificarem seus esforços no sentido de tentarem juntos o diálogo interreligioso com não cristãos(…) Mas, aos extremistas caberia uma lição diferente por causa da opção deles em exterminar ou mutilar seus opositores religiosos, etc… Grupos extremistas cristãos acabaram há anos na Igreja Católica por causa dos excessos… Seria o caso de voltatem? Reflexão se seria o certo cristãmente falando…

  4. Desculpe dizer, recomendo o estudo do que de fato representa o ECUMENISMO no mundo e o porquê desse ter sido necessário… Ecumenismo só é aceito entre igrejas cristãs, não com grupos de outros credos, como o caso desses terroristas, que se dizem islâmicos, etc… Para com esses credos, não cristãos, devemos tentar o diálogo interreligioso, não dito ecumênico… Conversar com cristãos é mais fácil do que com os fiéis de outros credos porque seguem outra Doutrina, não pregada por Jesus Cristo. Daí que caberia aos cristãos do mundo unificarem seus esforços no sentido de tentarem juntos o diálogo interreligioso com não cristãos. Mas, aos extremistas caberia uma lição diferente por causa da opção deles em exterminar ou mutilar seus opositores religiosos, etc… Esses grupos extremistas cristãos acabaram há anos na Igreja por causa de seus excessos… Seria o caso de voltatem? Reflexão se seria o certo cristãmente falando…

  5. Creio que um modo mais rápido de tentar contornar esses grupos ditadores seria aniquilá-los e isolá-los. Militarmente falando… também haveria solução, porém nem de perto democrática… Devemos implorar a Jesus Cristo uma conversão urgente para esses setores em gral no mundo. Mas seria necessário a reza do santo Rosário, conforme pediu N. Sra. em suas aparições, autorizadas por Deus, claro. Na cruz, na hora de sua morte como homem, Ele disse ao seu discípulo ao lado de Maria: ” João, essa é sua mãe, cuide dela com carinho” e, a ela, disse:” Mulher, Maria, esse é seu filho, cuide dele com carinho”.
    etaforicamente falando, Jesus nos deixou sua Mãe, Virgem Santíssima, para cuidar de nossas necessidades nesse mundo, em seu nome, já que é obediente e realizou seu primeiro milagre a pedido dela, por outro lado, nós, seres humanos, filhos de Maria Santíssima também, deveríamos cuidar dela e de atender seus pedidos durante suas aparições nesse mundo, com obediência, igualmente. Seria o modo de preservar esse mundo criado por Deus para o nosso BEM, não nosso MAL…
    A internet é um recurso eficiente para se levar cultura a todo o mundo, mas é necessário um pouco de abertura nesses países autoritários. Acionar a Comissão de Direitos Humanos para tentar uma solução nesses setores mais resistentes e ditadores mundiais também é um meio de ação positivo. Reflexão e sugestões.

  6. Bem… Assim como haveria a possibilidade de nós termos influências desses pequenos e isolados grupos terroristas com a tentativa diplomática com o Irã, mal interpretada, em parte, por alguns setores brasileiros e internacionais, por outro lado, alguém tinha e tem que tomar a iniciativa de aproximação cuidadosa, até para através da dicotomia, ou melhor, do diálogo com um país democrático, aos poucos e prudentemente ir tentando amenizar esses comportamentos criminosos, que existem nesse e em outros países com as mesmas visões do mundo… É uma questão cultural que só mudará, um dia, depois que houver a visão do comportamento diferente em outros países, mais democráticos, em geral, e, consequentemente o progresso desses, não daqueles… A mídia e o contato de pessoas desses países com as de outros, por razões de estudos superiores, aos poucos favoreceria essa abertura de pensamento, já que esses indivíduos teriam contato com outras realidades e, ao voltarem aos seus países de origem, levariam esses pensamentos e comportamentos externos de abertura democrática, apesar das brigas internas, claro, o modo comportamental com o tempo iria mudando de fato para evitar assassinatos ditadores da oposição de pensamento, já que não se respeitam direitos humanos nesses locais. Assim como ocorreu no Brasil, tendo como consequência, a libertação dos escravos, na época era fato sócio-econômico-cultural enraizado em nossa cultura, assim como ocorre enraizamento fundamentalista na cultura desses países islâmicos, etc… Seria uma tentativa de que em contato com modos de agir e pensar distintos dos deles, eles chegassem a modificar os próprios, não aceitos pela maioria democrática externa… Rezando com fé para que isso ocorra, claro. Assim, esperamos que ocorra em todos os demais países ditadores no mundo… O mesmo com as religiões, para que se evitem o derramamento de sangue por razões de credo oposto… Devagar e com tato se vai longe… Sugestão.

  7. Os grandes responsaveis de fatos como êste são os eclesiasticos, altos eclesiasticos que, depois do Concilio Vaticano II começaram a maldita politica do ECUMENISMO. Essa maldita politica que quer ver lados bons em tudo, até no pecado, levou o mundo à essa situação. E se a Providencia Divina não intervir, os catolicos vão ter mão cortada até na Praça de São Pedro em Roma, ou na frente da Catedral da Sé de São Paulo…
    Essa maldita politica do ecumenismo tirou dos catolicos a vontade de lutar! Amorteceu nêles a fé! Transformou as almas dos catolicos em bichos de goiaba… Os catolicos hoje em dia, na sua grande maioria são bandos de covardes, pela obra e graça dos seus pastores.
    E para os arrogantes pecadores, prepotentes islamitas sempre é facil e “gostoso” dar uma sova em covardes.
    Ai que saudades dos tempos – contam os historiadores – que um cavaleiro da Ordem de Malta entrava numa praça islâmica e o silêncio se fazia. Ninguém ousava nem falar alto diante do cavaleiro cristão que passava.
    Essa é a verdadeira ordem das coisas que os ecumenistas malditos arrasaram.
    E agora, durma-se com um barulho desses. Mão cortada? Isso é fichinha… Nos veremos coisas muito piores… em nome do maldito Ecumenismo.

  8. Não se preocupem “negócios são negócios” disse nosso chanceler Amorim quando lhe perguntaram se não estava errado manter relações com ditadores. Por isso não esperem nada de quem pensa desse modo, quem sabe se ele já não vendeu a m…, digo, um parente muito querido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome