Não se brinca com os mortos … menos ainda blasfemando pró agenda lgbt

0

Finados é o grande dia em que nos lembramos especialmente dos mortos, dos nossos entes queridos que faleceram.

Visitamos os cemitérios, rezamos pelo eterno descanso da alma dos que ali jazem: pais, avós, parentes, conhecidos.

Doritos” blasfema do céu fazendo propaganda lgbt

Nesse dia solene, de respeito e oração, de lembrança da morte que um dia nos visitará, “Doritos” não acha nada melhor do que divulgar um video em que blasfema e faz propaganda da agenda lgbt: um avô que ressuscita dos mortos e apresenta a seus descendentes seu parceiro no céu.

“Doritos lança um comercial do Dia dos Mortos em que enfatiza “nunca é tarde para ser quem você é”.

Este comercial animado de Doritos mostra uma família no cemitério erguendo seu altar para o falecido quando de repente o homenageado aparece em espírito, o tio Alberto.

Nesse momento, a família se surpreende com sua chegada e o acolhe, por sua vez o tio cumprimenta e apresenta seu companheiro, Mário. Em outras palavras, eles são membros da população LGBT.” (1)

O que ensina a Sagrada Escritura

Nosso Senhor ensina no Evangelho: “Quando ressuscitarem de entre os mortos, nem os homens tomarão mulheres, nem as mulheres homens, mas todos serão como os anjos no céu. 26 Relativamente à ressurreição dos mortos, não tendes lido no livro de Moisés, como Deus lhe faiou sobre
a sarça, dizendo: E u sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaac, o Deus de Jacob ? (Ex. 3.6). 27 Ele não é Deus dos mortos, mas dos vivos. Logo vós estais num grande erro.” (Marc 12-25,27).

Quem sentido faz, pois, “Doritos” numa ferocidade pró lgbt, que ousa até intervir na paz das sepulturas e na vida celeste?

Trata-se de uma agenda anticatólica.

O ensinamento de São Paulo

“Eis que vou dizer-vos um mistério: todos ressuscitaremos, mas nem todos seremos mudados. Num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta, porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis: e nós seremos mudados. Porquanto é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que este corpo mortal se revista da imortalidade. E, quando este corpo mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: tragada foi a morte na vitória”.

Com estas palavras magníficas, São Paulo ( I Cor, 15, 51-54 ) anuncia às gentes a boa nova da ressurreição da carne.

A Santa Igreja concede indulgência plenária

Visita ao cemitério por ocasião de Finados

“Ao fiel que visita devotamente o cemitério e reza, ainda que apenas mentalmente, pelos defuntos, concede-se a indulgência, aplicável somente às almas do Purgatório. Esta indulgência é plenária do dia 1º a 8 de novembro, parcial nos outros dias do ano.”

■ Para ganhar a indulgência plenária é preciso:
a) uma Comunhão;
b) a Confissão;
c) rezar ao menos um Padre-Nosso e uma Ave-Maria pelo Soberano Pontífice;
d) a exclusão de todo afeto ao pecado, mesmo venial.
■ Pode-se ganhar apenas uma indulgência plenária ao dia.(2)

***

Visitemos o cemitério, rezemos pelos mortos. Afirmemos nossa Fé nos ensinamentos da Santa Igreja sobre a Ressurreição. E saibamos, também, fazer o desagravo a essa ofensa aos ensinamentos de Nosso Senhor sobre a vida eterna. A agenda lgbt não poupa esforços e quer pisar a Fé Católica.

Homenagem de Pio IX aos zuavos pontifícios

Amigos enviam de Roma, 3 de novembro de 2021: cemitério do Verano, monumento mandado fazer pelo Papa Pio IX em homenagem aos zuavos pontifícios que deram sua vida pelo Papado. Hoje é o aniversário da vitória dos zuavos em Mentana (3 de novembro de 1867).

Assim procede um Papa com seus fieis soldados. Deus os guarde e a misericórdia de Nossa Senhora também.

(1) https://www.sdpnoticias.com/diversidad/doritos-apoya-a-comunidad-lgbt-con-comercial-de-dia-de-muertos-video/

(2) (Apud Manuale delle indulgenze — Norme e concessioni —, Libreria Editrice Vaticana, 3a ed., 1987).

Deixe uma resposta