A fim apressarmos a aurora bendita do Reino de Maria, uma oração para rezarmos nestes apocalípticos dias de tantos perigos que ameaçam o Brasil, o mundo e a Igreja

Neste dia 13 de maio de 2020 celebramos o 103º aniversário da 1ª aparição de Nossa Senhora de Fátima aos três pastorinhos (Lúcia, Francisco e Jacinta). Ocasião mais do que propícia para suplicarmos a Ela que, o mais breve possível, venha o triunfo do Imaculado Coração de Maria no Brasil e em todo o mundo.

Plinio Corrêa de Oliveira — fundador da TFP brasileira e, sem dúvida, o maior divulgador durante o século XX da Mensagem de Fátima — indagou o seguinte:

“O que podemos fazer para evitar o castigo anunciado em Fátima, na tênue medida em que ele é evitável? O que podemos fazer para obter a conversão dos homens, na fraca medida em que ela ainda possa ser obtida antes do castigo, dentro da economia comum da graça? O que podemos fazer para apressar a aurora bendita do Reino de Maria, e para nos ajudar a caminhar no meio das hecatombes que tão gravemente nos ameaçam? Nossa senhora o indica: afervoramento na devoção a Ela, oração e penitência”.

Nesse sentido, segue uma muito oportuna oração para rezarmos esses trágicos dias de pandemia, iniciada na China comunista. Essa bela prece foi composta pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira para recitação particular.

Oração a Nossa Senhora de Fátima

.

Ó Rainha de Fátima, nesta hora de tantos perigos para as nações cristãs, afastai delas o flagelo do comunismo ateu.

Não permitais que consiga instaurar-se, em tantos países nascidos e formados sob o influxo sagrado da Civilização Cristã, o regime comunista, que nega todos os Mandamentos da Lei de Deus.

Para isto, ó Senhora, conservai vivo e aumentai o repúdio que o comunismo encontrou em todas as camadas sociais dos povos do Ocidente cristão. Ajudai-nos a ter sempre presente que:

1°) O Decálogo nos manda “amar a Deus sobre todas as coisas”, “não tomar seu Santo Nome em vão” e “guardar os domingos e festas de preceito”. Mas o comunismo ateu tudo faz para extinguir a Fé, levar os homens à blasfêmia e criar obstáculos à normal e pacífica celebração do culto.

2°) O Decálogo manda “honrar pai e mãe”, “não pecar contra a castidade” e “não desejar a mulher do próximo”. Mas o comunismo deseja romper os vínculos entre pais e filhos; quer entregar ao Estado a educação dos filhos; nega o valor da castidade; e ensina que o casamento pode ser dissolvido por qualquer motivo, pela mera vontade de um dos cônjuges.

3°) O Decálogo manda “não furtar” e “não cobiçar as coisas alheias”. Mas o comunismo nega a propriedade privada e a sua importante função social.

4°) O Decálogo manda “não matar”. Mas o comunismo emprega a guerra de conquista como meio de expansão ideológica, promove revoluções e crimes em todo o mundo.

5°) O Decálogo manda “não levantar falso testemunho”. Mas o comunismo usa sistematicamente a mentira como arma de propaganda.

Fazei que, tolhendo resolutamente os passos à infiltração comunista, todos os povos do Ocidente cristão possam contribuir para que se aproxime o dia da gloriosa vitória que predissestes em Fátima, com estas palavras tão cheias de esperança e doçura: “Por fim, o meu imaculado coração triunfará”.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta