Em janeiro, haverá uma nova Caravana de Jovens e um Acampamento de Formação para a juventude. Para isso, eles precisam de sua ajuda.

Veja, ao final do artigo, como ajudar.

* * *

A juventude não foi feita para o prazer, mas sim para o heroísmo!

A juventude não foi feita para o prazer, mas sim para o heroísmo!”, afirmou, após sua conversão ao Catolicismo, o poeta francês Paul Claudel.

A alma do jovem, de fato, pode ser comparada a um botão de flor, estuante de potencialidades, aguardando o momento iminente para desabrochar, abrindo suas pétalas e dando o máximo de si, até o amadurecimento completo no fruto que levará adiante toda a história de sua própria espécie. Basta que o sol possa atingi-lo com seus raios vivificantes, e que a água possa chegar qual bênção à terra, para que todo esse progresso chegue a sua plenitude.

Corte-se, entretanto, o passo aos fatores vivificantes, e o mesmo botão cheio de vida pode se ver fadado ao apodrecimento precoce, frustrando as expectativas daquele futuro promissor.

A narrativa do caminhar da juventude na atualidade tem, infelizmente, seguido esse enredo de morte. Chamem-se de falsas luzes sedutoras, ou de orvalho envenenado, inúmeros são os fatores que hoje se observam, responsáveis por seu fenecimento.

A depravação moral é o fator que mais vivamente salta aos olhos. E vai cavando abismos cada vez maiores, como a compulsão pela pornografia.

Não bastasse a avalanche de imoralidade com que a propaganda envolve o jovem, por todos os lados, agora a depravação passa a insinuar-se na própria escola, desde a mais tenra idade: é a ideologia de gênero, que promete apagar das novas gerações os últimos resquícios das barreiras opostas pela natureza à completa promiscuidade.

E o que dizer das drogas? Prometem ao jovem um mundo de fantasia, a evasão de todo sofrimento… em troca da ruína da saúde, do vigor juvenil que é a garantia do progresso de qualquer nação. E eis que as próprias instituições responsáveis por custodiar esse progresso ameaçam legalizar essas terríveis substâncias, quais “sacramentos” demoníacos!

Evasão da realidade, mundo de fantasia… não é a isso que leva também o mundo virtual – video games, redes sociais, etc.? Tão ou mais atraente que as drogas, e de aparência inofensiva, vem se revelando outra potentíssima arma na destruição da juventude, e veículo para todos os outros males.

No fim do túnel está o Príncipe das Trevas, convidando, através de doutrinas as mais perversas, a juventude já perdida a adorá-lo, e a entregar-lhe, em supremo sacrifício, a própria vida!

Bem tinha razão o poeta francês. A graça de Deus, resgatando-o das trevas da incredulidade, fez-lhe ver, num relance salvador, o frustrante caminho que lhe aguardava, caso resolvesse soltar suas próprias rédeas.

Não, o jovem não foi feito para atolar-se no prazer e atalhar seus dias no nada!

Outro poeta, que experimentou também em si o amargo dilema, vencido pela graça exclamou: “Fizestes-nos para vós, Senhor; e nosso coração não descansa enquanto não repousar em Vós!”. Ninguém menos que o grande Santo Agostinho!

O ardor que todo jovem experimenta, como uma força irreprimível que o impulsiona, vem, no fundo, do chamado que Deus lhe faz para, como São Paulo, combater o “bom combate” da vida e completar o percurso da luta pelo Bem, guardando a Fé.

Há, portanto, dois caminhos bem definidos, radicalmente antagônicos. Pelas vias largas do prazer, aclamadas pelos louvores do mundo, chega-se à destruição de si mesmo em holocausto a Satanás. Pelo caminho do dever, da abnegação, da dedicação a um ideal – cheio dos estímulos sobrenaturais – chega-se à plena realização humana, coroada pela verdadeira felicidade que é o antegozo do Paraíso.

Quando uma sociedade escolhe o primeiro deles, compra sua própria ruína – as provas abundam, basta olhar ao redor… Quando, porém, resolve trilhar o segundo, nada a pode deter na realização do verdadeiro progresso.

***

Entre as múltiplas lutas a que se dedica, em prol dos princípios da civilização cristã, o Instituto Plinio Corrêa de Oliveira promove também a formação da juventude. Como coroação dos programas semanais mantidos por núcleos de voluntários distribuídos por várias cidades do Brasil, e como oportunidade para congregar os jovens que vão assim aprendendo a trilhar as vias do ideal, o IPCO realiza um encontro nacional no início de cada ano, em convênio com organizações coirmãs. São cinco dias de programações intensas, balanceadas entre palestras sobre temas culturais, atividades físicas próprias ao vigor da idade e outros momentos de convívio. Tudo com vistas a favorecer uma formação sólida do caráter, num ambiente ameno e respeitoso.

Entre as múltiplas lutas a que se dedica, em prol dos princípios da civilização cristã, o Instituto Plinio Corrêa de Oliveira promove também a formação da juventude

Mas, para tornar isso possível, precisamos recorrer à generosidade de nossos mais devotados amigos! Será que é só para lado do mal que jorram os recursos capazes de financiar a [de]formação da juventude? Enquanto os inimigos do Bem conspiram para arrancar dos jovens as últimas luzes do ideal, dormiremos nós ao lado da História, afundando gostosamente num despreocupado comodismo?

É a Providência Divina que nos chama para esse bom combate! Ela saberá suscitar a generosidade e a dedicação dos bons!

Participe V. também com sua melhor contribuição! Se queremos um futuro melhor para nossa Nação, dediquemo-nos à formação da juventude!

Em janeiro, haverá uma programação de formação da Juventude e, para isso, precisamos de sua ajuda.

Para ajudar, considere uma das duas opções abaixo:

1) DOAÇÃO MENSAL

Faça sua doação mensal no valor que preferir: Clique Aqui

Se o link acima não funcionar, copie e cole a seguinte linha em seu navegador: https://doacao.app.vindi.com.br/customer/pages/9b280a59-38f8-4095-8715-4fc64c9afc76/subscriptions/new

 2) DOAÇÃO ÚNICA

Faça uma doação única no valor que preferir via PagSeguro (com opção de imprimir boleto): https://pag.ae/bfFsYz

Alguns dos Benefícios de ser um Doador do IPCO:

  • Seu nome é inscrito nas orações que os membros do IPCO rezam, diariamente, em uma vigília noturna das 18 horas da noite até as 6 horas da manhã, todos os dias. Enquanto você estiver dormindo, haverá uma pessoa rezando por você e por sua família. 
  • Todos os doadores mensais, que fizerem a doação através do link indicado, receberão também a Revista Catolicismo como cortesia e terão seus nomes inscritos em uma missa mensal que será celebrada pelas intenções deles.

Deixe uma resposta