Estivemos em Belo Horizonte, onde a abortista Roseli Fischman fez seu proselitismo laicista na FAJE. Apresentamos os nossos argumentos à Coordenação da FAJE sobre a falácia dos eufemismos e como os inimigos da Igreja estão agindo por dentro, com sofisticação semântica, para semear o joio por dentro da instituição. Ao final, dissemos: viemos aqui para não pecar por omissão e afirmar a nossa fidelidade ao Magistério da Igreja. Não foram autorizadas fotos nem filmagens do evento. Mas estivemos lá  afirmando com veemência  o valor do Evangelho da Vida. 

Dom Valmor Belo Horizonte

Por Hermes Rodrigues Nery (*)

Após a leitura do artigo do Pedro Anísio de Alcântara, fizemos uma pesquisa do histórico da Profª. Roseli Fischman e realmente constatamos que ela colabora com o CLADEM, que segundo ela própria define como “uma articulação plural de organização e pessoas da sociedade civil latino americana e caribenha em defesa e promoção dos direitos humanos a uma educação pública, laica e gratuita para todos”. A Profª Roseli Fischman costuma fazer seu proselitismo laicista para justificar o direito à autonomia individual e os demais direitos decorrentes dessa premissa laicista, como os direitos das mulheres acima do direito dos pais em educar seus filhos, os direitos sexuais e reprodutivos, inclusive o direito ao aborto, etc.

Sugerimos então que houvesse uma mobilização de e-mails e telefonemas, especialmente para evitar que a exposição da Prof.ª Roseli Fischman, que, segundo Pedro Anísio de Alcântara, “faz parte do Grupo de Estudos sobre o Aborto (GEA), que conta com o apoio do Ministério da Saúde e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência e seu foco é capilarizar a discussão do tema do aborto sob o prisma da Saúde Pública e retirá-lo da esfera do crime. Entre seus participantes o GEA declara outras organizações, como por exemplo, as Católicas pelo Direito de Decidir e o Ipas Brasil, que possuem a mesma finalidade, além do Ministério da Saúde e da Secretaria de Política para as Mulheres. Para alcançar seu fim o GEA produz novos materiais e estimula a difusão de informação e dados de pesquisas através de entrevistas e matérias nos veículos de comunicação do Brasil e no mundo e realiza seminários, colóquios e encontros com mais parceiros nessa iniciativa. Tudo isso para descriminalizar o aborto.

Para se ter ideia da importância do GEA, alguns dos seus membros e o próprio grupo tiveram importância na discussão e julgamento favorável ao aborto de fetos anencéfalos pelo STF na ADPF 54. Pró-aborto, a Dra. Roseli realizou nos anos de 2007 e 2008 o projeto “Ensino Religioso em Escolas Públicas: legislação e normas e seu impacto sobre a cidadania e os direitos sexuais e reprodutivos”. Tal projeto teve como financiadores as Católicas pelo Direito de Decidir e apoio financeiro da MacArthur Foundation (ambas abortistas) com consultoria do GEA. Em 2009, em audiência pública na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, a Dra. Roseli Fischmann, contrária ao acordo entre o Brasil e o Estado do Vaticano, defendeu a sua inconstitucionalidade e seus perigos. Tendo ela mesma, por conta desta ocasião, pedido a viagem de representante(s) da virulenta ATEA Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos para Brasília.”

Não conseguindo audiência com Dom Walmor, arcebispo de Belo Horizonte, para lhe falar sobre o histórico de militância abortista e anticatólica da prof.ª Roseli Fischman, conversei por telefone com o Reitor da FAJE, Pe. Vitório, destacando os vários documentos pontifícios que primam por afirmar a identidade católica nas instituições acadêmicas católicas, e dizendo que acolher a Prof.ª Fischman naquela instituição acadêmica católica e jesuíta é alargar o relativismo ainda mais, em detrimento do Magistério da Igreja, esse sim, que deveria ser priorizado. Ao que o Pe. Vitório disse que, em nome do pluralismo, aceita dialogar com o diferente, inclusive com os inimigos da Igreja, aludindo que Jesus dialogou com Satanás. Vindo uma declaração desta de um padre e reitor de uma instituição católica, foi chocante. E concluiu dizendo que já havia falado com Dom Walmor, e de que garantiria, sim, o direito da Prof.ª Fischman falar na FAJE sobre a laicidade do Estado, em nome do pluralismo. Diante da negativa de cancelamento, sugerimos então um debate com a Prof.ª Fischman, para refutar suas posições laicistas e anticatólicas, e solicitei ao Pe. Berardo Graz e Pe. Pedro Stepien que ligassem para ver essa possibilidade.

Fui então, representando a Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da CNBB, na manhã do dia 3 de outubro, até a FAJE, com o objetivo de ao menos fazer uma fala em defesa do Magistério da Igreja, nesse contexto. Mas ao chegar à FAJE, com uma pequena comissão pró-vida formada por Adonias, Nina, Marta Ceravolo e esposo, não tivemos autorização de fazer uso da palavra, nem de fotografar nem de filmar o que quer que fosse, e Pe. Vitório delegou ao Pe. Álvaro Pimentel (que nos deu boa acolhida) que se reunisse conosco em uma sala, junto com a Assessora de Imprensa da FAJE.

Pe. Álvaro Pimentel disse que a FAJE não estava realizando evento pró-aborto, mesmo eu ter explicado que a tática dos inimigos da Igreja é utilizar-se de eufemismos (lembrei a ele o Léxicon publicado pela CNBB), assim como acontece no Congresso Nacional com os Projetos de Lei, a exemplo do PLC 03/2013), o termo “aborto” não é mencionado, mas trata-se na realidade de uma estratégia semântica. A Prof.ª Roseli Fischman faz a defesa do direito à autonomia individual e das mulheres ao aborto quando discorre sobre as premissas do laicismo, a exemplo do que já escreveu em seus textos e em suas demais abordagens e exposições. O Pe. Álvaro disse que para entrar na palestra dela, tínhamos que ter feito a inscrição para o simpósio, procedimento este que ficou a cargo de Pe. Pedro. Para corroborar a posição de militante anticatólica da Prof.ª Roseli, sugerimos então disponibilizar o vídeo da sua palestra, ao que ele nos disse que a palestra dela não tinha autorização para ser fotografada nem filmada. Pe. Álvaro Pimentel afirmou que conhecia a posição divergente da Prof.ª Roseli Fischman em relação ao Magistério da Igreja, mas que todos os professores e especialistas que lá participaram do simpósio eram de conhecimento de Dom Walmor e demais bispos, bem como do próprio Vaticano. E que a proposta do seminário era justamente esta: trazer especialistas que pensam diferente do Magistério da Igreja, para que os alunos possam fazer o discernimento. Insistiu na tese de que é preciso dialogar com o inimigo, lembrando que Jesus disse que é preciso amar nossos inimigos. Perguntou-me se eu tinha titulação acadêmica. Ao que respondi que sou especialista em Bioética, pela PUC-RJ, em curso promovido pela CNBB e Vaticano (Pontifícia Academia para a Vida). Disse ainda que ficou horrorizado com os mais de mil compartilhamentos pelo facebook só de uma página chamada “Santa Igreja”, e dos comentários dos internautas, o que tudo isso será objeto de providências posteriores, sugerindo inclusive, em nome da correção fraterna, reconsiderações apropriadas. Disse a ele, com ênfase, de que o seguimento a Jesus Cristo (a missionariedade e discipulado) requer fidelidade ao Magistério da Igreja, exigindo muitas vezes o deserto e a cruz, e que diante do holocausto silencioso que vitima hoje milhões de crianças privadas ao direito à vida, atenderemos o clamor feito por João Paulo II, na Evangelium Vitae, de afirmar a cultura da vida, mesmo em meio a tantas hostilidades contra a vida, a família e a fé católica.

Cordialmente, em Cristo e Maria!
_________________
(*)Prof. Hermes Rodrigues Nery e comissão formada por Adonias Martins de Souza, Nina Viana, Marta Maria Ceravolo Pelypec e esposo.

19 COMENTÁRIOS

  1. VADE RETRO!!!satanás está infiltrando seus discipulos aos poucos na Igreja Católica,entre eles alguns “padres” já instruidos em semear a discórdia e caos.Devemos rezar muito a DEUS e a NOSSA SENHORA pedindo força e fé para todo o povo católico não esmerecer e permanecer firmes na fé e cada vez mais seguidores de CRISTO e NOSSA SENHORA.
    Paz e bem a todos,
    Que JESUS CRISTO E MARIA nos iluminem a todos,Amém.

  2. Em dois mil anos de história, a Igreja sempre lutou contra os hereges que, a maior parte, sairam de dentro dela mesma. Esse conflito entre a doutrina de Deus e as doutrinas de falsos doutores foi registrado em diversas Cartas dos Apóstolos. Mas, como Cristo prometeu, “os portões do inferno” não prevalecerão sobre a sua Igreja.

  3. OS COMUNISTAS NUNCA CONVIDAM RELIGIOSOS CATÓLICOS PARA OS EVANGELIZAR, MAS A “DITADURA DO RELATIVISMO” É BEM ACOLHIDA NOS MEIOS SUPOSTAMENTE CATÓLICOS…
    É um péssimo exemplo como católicos, como na FAJE dos jesuítas, também abrigando relativistas como pe João B Libanio – que elogiava Boff e o marxista D Hélder nos “OS CAMINHOS DA EXISTENCIA”, de O DOMINGO, da socialista editora PAULUS; na UNISINOS, na CNBB, como convidando o frei Susin-TL etc.
    Leonardo Boff, bem sabemos, é da esquerdista Teologia da Libertação-TL, ano passado esteve na FAJE, e sua esquerdista TL é repassadora de doutrina católica socializada, ensinando o marxismo sob capa de doutrina católica para enganar os incautos, sempre ligada ao PT, irmãos gêmeos.
    Aliás, em BH existe um famoso bispo da TL, D José M Pires, discípulo das ideias do marxista D Hélder e, dentre mais em seus 50 anos de “episcopado”, comemorou com o PC do B na cidade de Contagem-MG numa celebração.
    A Dra. Fischmann faz parte do Grupo de Estudos sobre o Aborto – GEA – que “conta com o apoio do Ministério da Saúde e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência e seu foco é centrar a discussão do tema do aborto sob o prisma da Saúde Pública e o descriminalizar, reduzindo-o a pretensa ajuda à mulher.”
    Pessoas desse naipe deveriam ser formalmente recusadas num ambiente católico; que de bom possuem para nos repassar? Nós é que os deveríamos evangelizar, NÃO O CONTRARIO!
    Houve mais personagens de igual quilate no encontro na FAJE e muito “diálogo” com arquiinimigos da Igreja, como os comunistas, indica é conivência com o relativismo.
    Católicos dando guarida a marxistas não passariam de uns “mascarados católicos”!
    Rm 2,24: … pois, como está escrito: por vossa causa o nome do Senhor está sendo blasfemado entre os gentios.

  4. ´E bem verdade que Jesus disse e nos ensinou que “devemos amar os nossos inimigos”, mas isso não significa sucumbir aos seus desejos. Alem do mais o Apóstolo Pedro disse: “Temos de obedecer a DEUS antes que aos homens”, de modo que o Reitor perdeu sua grande oportunidade de procurar fazer a Vontade de DEUS. Disse Jesus: “Sede mansos como um pombo mas astutos como uma cobra”, e isto denota que devemos calmos, pacíficos, amorosos, compreensivos, tolerantes, mas sem ser tolo, idiota, sem ser marionete nas mãos de astutos hereges. Sinceramente, isso tudo é lastimável e lamentável!

  5. Sb. 2, 23-24;

    SIM, DEUS CRIOU O HOMEM PARA SER INCORRUPTÍVEL E O FEZ À IMAGEM
    DA SUA PRÓPRIA NATUREZA. MAS, PELA INVEJA DO diabo, ENTROU NO
    MUNDO A MORTE, QUE É EXPERIMENTADA POR AQUELES QUE PERTENCEM A
    ELE.

    SEMPRE LEMBRANDO QUE COMUNISMO E MISÉRIA ANDAM DE MÃOS DADAS COM
    A MORTE, E MAIS, QUE AINDA HÁ AVE RARA QUE NÃO VOA,

    PAZ E BEM Á TODOS.

  6. Tudo bem, é verdade mesmo que houve o diálogo entre o Filho do Altíssimo e Satanás, o Diabo, mas é preciso lembrar a alguns Padres e Reitores o que Jesus disse ao inimigo: “VAI-TE…”. Era exatamente isso o que eles deveriam ter feito, e devem fazer em outra oportunidade.

  7. É chocante ler o que falam da Santa Igreja Católica. Um dia eu fui me confessar com um Padre, e eu disse a ele que ia me afastar da daquela Paróquia, e ele me respondeu: que não o fizesse pois a Igreja estava infestada de falsos Cristãos, é o que senti lendo os comentários. A Igreja sabe que Ecumenismo sem Maria não é possível, mesmo assim ela insiste em trazer Protestantes para dar Palestras mesmo sabendo que na Eucaristia eles afirmam que o Pão e o Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, são Simbólicos e não Real como nós Católicos afirmamos. Diante de tudo isto e muito mais… só nos resta colarmos os joelhos no chão e pedir o perdão e a compaixão da Trindade Santa, para que todos se convertam. Paz de Jesus e o amor de Maria.

  8. OS SEGREDOS DO MESTRE REVELA-SE AOS PEQUENINOS ;
    A LEI DE DEUS NÃO É A LEI DOS HOMENS ;
    O TEMPO DE DEUS , NÃO É O TEMPO DOS HOMENS .
    ADORARÁS SOMENTE O SENHOR TEU DEUS, DE TODO TEU CORAÇÃO E A TEU PRÓXIMO COMO A TI MESNO.

  9. Concordo com os termos colocado para o padre anfitrião da comitiva, ou seja, não devemos temer os inimigos declarados mas os que se infiltram e vão minando as bases silenciosamente

  10. Meus caros irmãos
    Cursei História na Faculdade Nossa Senhora Medianeira, dos padres jesuítas, entre 1967/73 e, já àquela época, estudava-se muito mais filósofos materialistas do que as filosofias patrística e a escolástica. Quando se estudava S. Tomás de Aquino, era via Teilhard de Chardin e Jacques Maritain, daí não me admirar do comportamento dos “padres” da FAGE.
    parece-me que a esperança da Igreja está depositada nos leigos.
    Salve Maria.

  11. Parece que a fumaça de Satanás vem poluindo as instituições que deveriam ser “sal na terra” e “luz no mundo”. Lembro-me de uma situação semelhante, onde o Cardeal Dom Odilo Scherer enfrentou protestos de baderneiros anticatólicos em plena PUC de SP (http://padrepauloricardo.org/blog/cardeal-dom-odilo-scherer-enfrenta-protestos-anti-catolicos-na-puc-sp).

    Quanto a FAJE, trata-se de uma afronta direta ao magistério da Igreja, pois a Igreja é muito clara em sua luta pela vida, ou seja, contra o aborto. Todos sabem que o clero, bem como os demais católicos tem o DEVER DE DEFENDER A VIDA. Infelizmente, por meio da ditadura do relativismo, ataca-se a Igreja com os velhos pretextos/chavões de serem “politicamente corretos” e “pluralistas”. A contradição nisso tudo encontra-se no fato que os inimigos da Igreja são claramente “intolerantes em nome da tolerância”. O triste é ver que até em instituições ditas católicas se dá espaço para os inimigos da Igreja manifestarem suas blasfêmias, mas negam o direito de um grupo católico manifestar-se no evento. Parece que a ideologia mirabolante do Sr. Leonardo Boff, infiltrou-se sorrateiramente em muitas instituições de ensino.

    Mas como diria Santo Atanásio: “AINDA QUE OS CATÓLICOS FIÉIS A TRADIÇÃO SE REDUZAM A UM PUNHADO, SÃO ELES A VERDADEIRA IGREJA DE CRISTO”.

  12. Apesar da férrea disposição dos padres jesuítas impedirem a livre manifestação de católicos fiéis à doutrina tradicional da Santa Igreja nas dependências de quem as deveria propagar e defender, fica claro que são as ovelhas que se defendem contra maus pastores e lobos assassinos.

  13. Isaías 30,1: Ai de vós, filhos rebeldes! – oráculo de Javé. Fazeis planos que não nascem de Mim, fazeis acordos sem a minha inspiração, de maneira que amontoais erros e mais erros.

  14. Se continuar assim a igreja catolica vai acabar de duas maneiras.
    1- Deteriorando suas praticas até se tornar uma igreja heretica, totalmente descolada do cristianismo;
    2- Pela redução de seus menbros que migrarão para as igreja evangelicas, omo está acontecendo no Brasil de maneira avalassadors.

    Será que o demonio vai prevalecer na igreja?

  15. Caro Prof. Hermes e os membros da comissão,

    Como é bom saber que estamos bem representados nessa luta interminável pela vida, pela fé católica e a família.
    Envio a esta valoroza comissão os agradecimentos sinceros pelo trabalho que esta sendo feito.

    Luiz Claudio, em Cristo e Maria.

  16. Arquidiocese de Belo horizonte??? Pra vcs conseguirem qualquer informação, só pedindo “bênção” pra Genésio Boffe e “Frei” Beto… Quem é o Papa, pra mandar em Belo Horizonte…

  17. Leio estarrecido mas não surpreso. Certo clero no Brasil ou é zumbi (letárgico, morto-vivo), ou é burro (ingênuo seria pouco) ou é, deliberadamente, INFILTRADO na Santa Igreja com a vã tentativa de destruí-la de dentro para fora.
    Esses hereges que se dizem “padres” não percebem que “diálogo plural” não existe, pois os inimigos de CRISTO falam no meio de nós e não nos deixam dizer uma só palavra. É um monólogo totalitário.
    Antes de tudo, é MENTIRA dizer que no deserto (ou em qualquer outro lugar) JESUS “dialogou” com Satanás. Nunca houve diálogo, mas PRONTA REFUTAÇÃO e ORDEM DE JESUS para que o demônio SE RETIRASSE. Além disso, a Bíblia é claríssima e, nesse ponto específico, declara: “NÃO há acordo entre CRISTO e Belial”.
    Que esses loucos lobos em pele de cordeiro se convertam e REVERTAM publicamente o mal que fizeram. Tenho pena dessas almas e das que se pervertem por tabela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome