Ministro saudita do Petróleo Ali al-Naimi, Rijad, 9/10/2012
Ministro saudita do Petróleo Ali al-Naimi, Rijad, 9/10/2012

O ministro saudita do Petróleo, Ali al-Naimi, já fizera uma primeira advertência por ocasião da reunião do Conselho de Cooperação do Golfo (GCC), que reuniu os ministros do petróleo em Rijad, em outubro de 2012.

Agora voltou a tocar o alarme sobre as ameaças que o gás e o petróleo de xisto significam para os petro-monarquias da região o bilionário príncipe saudita Alwaleed bin Talal, sobrinho do rei Abdullah e um dos maiores investidores do mundo, informou o “The Wall Street Journal”.

A Arábia Saudita é o maior exportador mundial de petróleo (92% de seu orçamento depende desse produto), mas está reduzindo sua produção porque os países consumidores diminuem as compras.

Numa carta aberta ao ministro do Petróleo, o príncipe Alwaleed escreveu: “A crescente produção de petróleo e gás de xisto americano é um desafio inevitável.”

Em 2012, países exportadores da OPEP como a Argélia (-6%) e o Irã (-8%) registraram relevantes diminuições na exportação e nos lucros. Essas quedas são pequenas se comparadas com as previstas para os próximos anos.

Produção petrolífera dos EUA cresce mais rápido que a Saudita
Produção petrolífera dos EUA cresce mais rápido que a Saudita

A OPEP prevê uma queda de 600.000 barris/dia em 2012. A Agência Internacional de Energia prevê queda análoga até em 2015, depois da qual a diminuição vai se acentuar.

Ainda em março deste ano, o ministro de Relações Exteriores da Noruega previu que o boom do xisto americano vai mudar substancialmente o jogo de poder no Oriente Médio.

Em maio, o vice-presidente da Nexant Middle East, sediada em Bahrein, previu um futuro sombrio para o reino: as empresas vão redirecionar seus investimentos energéticos para os EUA, onde correm menor risco que no Golfo.

O aproveitamento das novas fontes de petróleo e gás está mudando a geopolítica do planeta. E os “verdes” estão mudando sua estratégia.

Após décadas anunciando o esgotamento iminente das reservas de petróleo e de energia do planeta, os alarmistas concentram agora seus esforços em bloquear a produção que dará novo fôlego ao mundo livre.

Projeção aponta que produção petrolífera dos EUA superará logo o petróleo importado
Projeção aponta que produção petrolífera dos EUA superará logo o petróleo importado

Entretanto, há uma constante na conduta “verde”, que nos anos 80 pregava contra a sociedade ocidental. Quem ficaria de pé? Obviamente os árabes, então muito próximos da URSS.

Hoje se verifica que as profecias catastrofistas não passavam de balelas. O que fazem verdes fazem? Criam juízo? Criam vergonha?

Não!

Engajam-se no boicote da exploração do gás e do petróleo de xisto, para que o Brasil, os EUA e a Europa continuem dependentes dos combustíveis árabe e russo, com a esperança de que o progresso ocidental leve a breca.

É assim que eles acham que vão se realizar as profecias miserabilistas do neocomunismo verde.

4 COMENTÁRIOS

  1. A imprensa já “comprou” a campanha d inviável pré sal . O óleo vegetal in natura(resíduo da moagem de grãos alimentícios e não da mamona “assassina” do Lula) e o xisto são preventivamente combatidos pela imprensa a soldo de interesses particulares internacionais.

  2. Muito bom seu texto Renan, ainda que reservo muitas preocupações com a Jihad, o crescimento do Islã e o ódio que este carrega contra nós ocidentais, ainda não havia conhecido estas tuas contraposições, estas mais de cunho doutrinário Cristão.

  3. A RUSSIA TAMBÉM ESTÁ NA MESMA SITUAÇÃO DE DEFICIT DOS ÁRABES; PIORARÁ AINDA MUITO MAIS!
    PORQUE OS MUÇULMANOS PERSEGUEM FEROZMENTE OS CATÓLICOS E OUTROS CRISTÃOS.
    É devido o deus deles “Alah” não ser o mesmo nosso Deus de Israel!
    “Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel.” Isaías 7:14.
    Alcorão: “Sabei que Deus é Uno. Glorificado seja! Longe está a hipótese de ter tido um filho. A Ele pertence tudo quanto há nos céus e na terra, e Deus é mais do que suficiente Guardião.” Surata 4, 171
    Daí, os adeptos do Alcorão não adoram o Deus da bíblia, além de os muçulmanos serem os mais ativos e cruéis perseguidores de cristãos de todos os tempos, sem falar no patente ódio aos judeus. E Jesus era judeu, como está escrito:
    “Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos; porque a salvação vem dos judeus.” João 4:22
    Já o Alcorão:
    “Ó fiéis, não tomeis por amigos os judeus nem os cristãos; que sejam amigos entre si. Porém, quem dentre vós os tomar por amigos, certamente será um deles; e Alá não encaminha os iníquos.” Alcorão, Surata 5, 51.
    O principal problema se encontra no Alcorão onde Maomé descreve uma suposta divindade a qual nada tem a ver com as revelações que Deus faz de si próprio nas Escrituras, ao confrontamos trechos bíblicos com os do Alcorão, donde apresenta uma suposta divindade paradoxa ao Verdadeiro Deus, não sendo textos referentes ao Deus e Pai do Senhor Jesus Cristo.
    O Alah de Maomé não é, portanto, o Deus de Israel!
    Segundo o Alcorão de Maomé, Deus nunca teve um Filho e doutrinava que cristãos e muçulmanos não poderiam conviverem.
    “São blasfemos aqueles que dizem: Deus é o Messias, filho de Maria. Dize-lhes: Quem possuiria o mínimo poder para impedir que Deus, assim querendo, aniquilasse o Messias, filho de Maria, sua mãe e todos os que estão na terra? Só a Deus pertence o reino dos céus e da terra, e tudo quanto há entre ambos. Ele cria o que Lhe apraz, porque é Onipotente.” Alcorão, 5ª Surata, 17
    “Replicou-lhe a mulher: Eu sei que vem o Messias, que se chama o Cristo; quando ele vier há de nos anunciar todas as coisas. Disse-lhe Jesus: Eu o sou, eu que falo contigo.” João 4:25,26
    A divindade de Jesus Messias
    “Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco obtiveram fé igualmente preciosa na justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo” 2 Pedro 1:1
    “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” João 1:1
    “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.” João 1:14
    O Alcorão: “O Messias, filho de Maria, não é mais do que um mensageiro, do nível dos mensageiro que o precederam; e sua mãe era sinceríssima. Ambos se sustentavam de alimentos terrenos, como todos. Observa como lhes elucidamos os versículos e observa como se desviam.” Alcorão, 5ª Surata,75
    O Alcorão afirma que Jesus não foi crucificado e que não morreu; também que a crucificação do Senhor Jesus Cristo foi uma simulação.
    “E por dizerem: matamos o Messias, Jesus, filho de Maria, o Mensageiro de Deus, embora não sendo, na realidade, certo que o mataram, nem o crucificaram, senão que isso lhes foi simulado. E aqueles que discordam, quanto a isso, estão na dúvida, porque não possuem conhecimento algum, abstraindo-se tão-somente em conjecturas; porém, o fato é que não o mataram.” Alcorão, 4ª Surata, 157
    Porém, está escrito:
    “Então o crucificaram, e repartiram entre si as vestes dele, lançando sortes sobre elas para ver o que cada um levaria. E era a hora terceira quando o crucificaram.” Marcos 15:24-25
    … fui morto, mas eis aqui estou vivo pelos séculos dos séculos; e tenho as chaves da morte e do inferno.” Apocalipse 1: 18
    O Alcorão nega a Trindade de Deus, a manifestação da Trindade de Deus, o Pai, o Filho, o Espírito Santo.
    “Batizado que foi Jesus, saiu logo da água; e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito Santo de Deus descendo como uma pomba e vindo sobre ele; e eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.” Mateus 3:16-17.
    Assim, os maometanos, em geral têm uma grande resistência à Trindade divina.
    O Alcorão:
    “São blasfemos aqueles que dizem: Deus é um da Trindade!, portanto não existe divindade alguma além do Deus Único. Se não desistirem de tudo quanto afirmam, um doloroso castigo açoitará os incrédulos entre eles.” Alcorão, 5ª Surata,173
    Todas as religiões pagãs prometem sexo após a morte, como o Alcorão; as S Escrituras, ao contrario:
    “Porquanto, ao ressuscitarem dos mortos, nem se casam, nem se dão em casamento; pelo contrário, são como os anjos nos céus.” Marcos 12:25
    O Alcorão:
    “Todavia, os tementes estarão em lugar seguro, entre jardins e mananciais, vestir-se-ão de tafetá e brocado, recostados frente a frente, assim será! E os casaremos com lindas mulheres – as huris – huris, de maravilhosos olhos” Alcorão, 44ª Surata, 51,52,53,54
    Os Muçulmanos esperam um “messias” a quem chamam de Mahdi, havendo alguns estudiosos associando-o ao Anti Cristo.
    Concluindo:
    “Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Esse mesmo é o anticristo, esse que nega o Pai e o Filho. Qualquer que nega o Filho, também não tem o Pai; aquele que confessa o Filho, tem também o Pai. Portanto, o que desde o princípio ouvistes, permaneça em vós. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também vós permanecereis no Filho e no Pai.” 1 João 2:22-24.
    Eis aí o deus de Maomé e seus frutos: os maometanos mantêm-se em contínuas, seculares e ferozes lutas entre si com milhões de mortes – como os xiitas x sunitas – de igual forma compartilham do ódio à Igreja católica em especial, e aos cristãos em geral; ainda se aliam às relativistas ideologias comunistas, compartilhando de ideais…

    .

  4. Que a sabedoria vem com o tempo isso é fato inquestionável. Ainda,hoje, estou aprendendo a não acreditar em tudo que leio ou ouço, como verdade. Na década de 70 alardeava – se ao mundo que o petróleo existiria para só mais vinte anos. O tempo passou, novas descobertas foram feitas e o assunto passou como se ninguém tivesse feito previsão tão catastrófica. A verdade é que o mundo move-se por interesses econômicos e detém o poder quem tem o conhecimento. O fato é que as notícias bombásticas não resistem a uma filtragem mais elaborada.Sempre haverá alguém levando vantagem, quando jogado com o impacto de uma bomba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome