"A única igreja que ilumina é a que queima". Agressividade anticristã atinge paroxismos
“A única igreja que ilumina é a que queima”.
Agressividade anticristã atinge paroxismos

O Cardeal arcebispo de Bogotá, Dom Rubén Salazar, o Núncio Apostólico na Colômbia, Mons. Ettore Balestrero, o Pe. Adolfo Nicolás, Preposto Geral dos Jesuítas, e o Pe. Francisco De Roux, Provincial dos Jesuítas na Colômbia decidiam vetar o escandaloso “Ciclo Rosa Acadêmico” na Pontifícia Universidade Javeriana de Bogotá, noticiou a agência “Infocatólica”.

Esse “Ciclo” foi recebido como um acinte contra a catolicidade dos colombianos e dos estudantes que frequentam essa Universidade para receber formação de acordo com a doutrina católica.

Entre as conferências anunciadas sobre temas perversos figuravam: “Reivindicações LGBTI: entre o maximalismo penal e a consciência jurídica”, “Carne de prisão: géneros e sexualidades não normativas sob o castigo penal neoliberal”, “O processo equatoriano LGBTI” e “Nem histéricas, nem manhosas, nem renegadas, nem paranoicas: Transgeneristas” (sic!).

Jovens pela vida manifestam diante da Univ. Javeriana
Jovens pela vida manifestam diante da Univ. Javeriana

O famigerado evento vinha acontecendo havia doze anos. Porém, desta vez, os leigos ultrajados decidiram agir.

A plataforma “Voto Católico Colombia” organizou uma coleta de assinaturas contra esse curso inconcebível numa universidade católica.

O efeito da iniciativa impressionou as maiores autoridades religiosas do país, levando-as a suspender a realização do “Ciclo Rosa” nas dependências daquela universidade.

O secretário-geral da Conferência Episcopal da Colômbia (CEC), Mons. Falla, reconheceu que as referidas autoridades tomaram essa decisão devido à reação dos leigos católicos.

“Acho que neste momento o mais importante foi a pressão que fez o comum dos fiéis”, explicou.

Sem esta iniciativa, tudo indica que a hierarquia eclesiástica teria deixado correr o espantoso “Ciclo” como nos anos anteriores.

Na verdade, os escândalos criados por sacerdotes jesuítas nessa Universidade vinham batendo recordes de blasfêmia e desrespeito.

Pe Joaquín Emilio Sánchez García SJ, Reitor da Pontifícia Universidade Javeriana defendeu o "Ciclo Rosa" e atacou os jovens pela Lei de Deus
Pe Joaquín Emilio Sánchez García SJ, Reitor da Pontifícia Universidade Javeriana defendeu o “Ciclo Rosa” e atacou os jovens pela Lei de Deus

O Pe. Carlos Novoa SJ, por exemplo, defendia o aborto, e o Pe. Alfonso Llano SJ, ex-diretor do Instituto de Bioética, publicou textos heréticos em sua coluna no “El Tiempo”, o maior jornal de Bogotá, contra a virgindade de Nossa Senhora.

A agência ACI Prensa conseguiu falar telefonicamente com o Pe. Alberto Múnera SJ, organizador do evento, que muito irritado respondeu: “Muito obrigado por todo o mal que vocês fizeram”.

O sacerdote disse que o “Ciclo Rosa” foi trasladado para o Museu de Arte do Banco da República. Uma sede, portanto, do capitalismo financeiro que os ambientes progressistas costumam denegrir na hora de fazer uma apologia revolucionária dos “pobres”. Mas que na hora de tentar enxovalhar a Igreja agem como confrades.

Ainda segundo “Infocatólica”, o reitor da Universidade, Pe. Sánchez García SJ, também responsabilizou grupos católicos e a agência ACI Prensa “pelos escândalos que aconteceram nas redes sociais ou em Twitter” denunciando o repudiado evento.

Na perspectiva desse Reitor, o escândalo está em defender a moral católica e não em transgredi-la com requinte de infâmia e provocação.

Ele também invocou uma frase do Papa Francisco I, sabidamente deturpada pela imprensa, dizendo “quem sou eu para julgar os homossexuais?”.

Obviamente, o Vigário de Cristo, como outro Cristo em pessoa, tem todo o direito de julgar qualquer caso moral. Mas o Reitor da Javeriana só não quer que sejam julgados os LGBTI, ao mesmo tempo em que julga à vontade e com malevolência os defensores da moral tradicional da Igreja.

16 COMENTÁRIOS

  1. amados irmãos, não se escandalizem quando vocês perceberem que muitos homens e mulheres que falam de JESUS mais tarde traiam o próprio JESUS. LEMBREM-SE: MUITOS DIANTE DA PROVAÇÃO OU SAEM MÁRTIRES OU SAEM IDOLATRAS, E INFELIZMENTE MUITOS ESTÃO IDOLATRANDO A DOUTRINA DO MUNDO. O VERDADEIRO CRISTÃO DA A VIDA PELA IGREJA E DEFENDE ATÉ OS ÚLTIMOS INSTANTES A VONTADE DE DEUS.
    PODE-SE PERCEBER QUE MUITOS ESTÃO PREFERINDO ABRAÇAR O MUNDO POR CAUSA DA PRESSÃO QUE AQUELES QUE NÃO AMAM A DEUS FAZEM, E ISSO NÃO PODE ACONTECER.

    AS ARMAS COM QUE LUTAMOS NÃO SÃO HUMANAS MAS DIVINAS, PODEROSAS PARA ARRASAR FORTIFICAÇÕES.2COR,10…

    O MUNDO PODE ACORRENTAR NOSSAS MÃOS, ACORRENTAR NOSSOS PÉS, MAS NUCA PODERÁ ACORRENTAR A PALAVRA DE DEUS.
    JUVENTUDE CATÓLICA PEÇO-VOS QUE CADA UM DE VÓS APRENDAM A EMPUNHAR A ESPADA DO ESPÍRITO QUE É A PALAVRA DE DEUS, E ASSIM CORTAREMOS TODO TIPO DE CORRENTE COLOCADA PELO MUNDO EM NOSSA FÉ, QUE A IGREJA CATÓLICA. LUTEMOS E NOS REVISTAMOS DAS ARMADURAS D DEUS.

  2. Renan:
    LEGIÃO DE FROUXOS CATÓLICOS E RELIGIOSOS DA “FAJE”!
    AO CONTRARIO, ACONTECEU EM BHORIZONTE NA “FAJE” DOS JESUÍTAS, SENDO ANO PASSADO COM O MARXISTA L BOFF E ESSE ANO A PRÓ ABORTOROSELI FISCHMAN, DA CLADEM E DO GEA!
    Infelizmente, dentro da Igreja, há ministros consagrados ou ordenados relativizados, adotantes de ideologias associadas à fé católica – estilos Fabio de Melo, Marcelo Rossi etc. -Daí, com um tal de “diálogo” muito em voga dos relativistas eclesiásticos, mais significando conluio ou silencio para com o mal, no qual a Igreja deveria participar e dar algumas opiniões, assim como acatar de outras religiões, entidades e pessoas, chegando-se assim a uma suposta verdade, como se não sido pregada por Jesus Cristo e transmitida à Igreja para que a guardasse e retransmitisse, mas fosse fruto do consenso ou de mútuas concessões de pessoas e grupos religiosos diversos, num “ecumenismo” mais aparentando “sincretismo”.
    Equivocam-se ao pregarem que a Igreja deveria “evoluir”, como se a própria moral não fosse imutável, estabelecida por Deus desde sempre, mas decorresse do consenso humano, com Ele “se adaptando aos tempos”, não ao contrario.
    Uma Igreja assim não teria dogmas, nem proclamaria a verdade, mas conversaria com toda a sociedade para chegar à verdade, ao bem; a atual sociedade relativista aprecia quem a “doutrina” dessa forma; a mídia secular festeja esses modernistas “neo-evangelizadores”.
    Daí o sucesso atual da esquerdista “Teologia da Libertação”, QUE SE FIXOU NO RELATIVISMO ÉTICO-MORAL COMO SEU DOGMA DE FÉ, aliada ao satano-comunismo, o qual, apesar de ter falido como sistema econômico é um expert em se propagar fraudulenta e massivamente, a começar nas escolas infantis e por meio desses traidores religiosos, como Pe Joaquín.
    Ainda se luta pelo comunismo no âmbito econômico-político, mas o relativismo moral que ele traz em seu bojo hoje é seu carro-chefe, prova disso é que, creio eu, pelo menos que 2 a 3 gerações após os comunistas estariam condicionadas às suas niilistasideologias e teriam que serem recondicionadas. Deveu-se o fato por ajuda de alguns altos hierárquicos bispos: uns coniventes, outros silentes, como os da TL e centenas de sacerdotes de igual ou pior forma em disseminar socialistas ensinamentos, sem contar os envolvidos nosescândalos pessoais.
    Como lá, belo exemplo, é hora também de os universitários católicos daqui reivindicarem seus direitos de se expressarem na fé católica e não aceitarem goela abaixo sem reação serem postos à força no POLITICAMENTE CORRETO MARXISTA!

    Caro Renan,
    Concordo com suas palavras, temos que mostrar aos jovens universitários católicos brasileiros que não permitiremos a intromissão dessas politicas marxistas nas nossas Universidades Católicas.
    Parabéns!!!!

  3. No passado (não muito distante), a relutância da igreja em permitir “sub-divisões” dentro de si, é o que acabou resultando nessa “anomalia espiritual” que vemos hoje, ou seja, melhor explicando, a tolerância da igreja em permitir a entrada de pessoas com ideias de “Nova Moral Cristã” e que causaram divisões, resultou nessa heresia, nesse aglomerado de lobos imitadores e seguidores dos antigos fariseus hipócritas. O Filho do ALTÍSSIMO alertou sobre o surgimento de “tais” desvirtuadores dos Ensinos. Um Abraço.

  4. LEGIÃO DE FROUXOS CATÓLICOS E RELIGIOSOS DA “FAJE”!
    AO CONTRARIO, ACONTECEU EM BHORIZONTE NA “FAJE” DOS JESUÍTAS, SENDO ANO PASSADO COM O MARXISTA L BOFF E ESSE ANO A PRÓ ABORTO ROSELI FISCHMAN, DA CLADEM E DO GEA!
    Infelizmente, dentro da Igreja, há ministros consagrados ou ordenados relativizados, adotantes de ideologias associadas à fé católica – estilos Fabio de Melo, Marcelo Rossi etc. -Daí, com um tal de “diálogo” muito em voga dos relativistas eclesiásticos, mais significando conluio ou silencio para com o mal, no qual a Igreja deveria participar e dar algumas opiniões, assim como acatar de outras religiões, entidades e pessoas, chegando-se assim a uma suposta verdade, como se não sido pregada por Jesus Cristo e transmitida à Igreja para que a guardasse e retransmitisse, mas fosse fruto do consenso ou de mútuas concessões de pessoas e grupos religiosos diversos, num “ecumenismo” mais aparentando “sincretismo”.
    Equivocam-se ao pregarem que a Igreja deveria “evoluir”, como se a própria moral não fosse imutável, estabelecida por Deus desde sempre, mas decorresse do consenso humano, com Ele “se adaptando aos tempos”, não ao contrario.
    Uma Igreja assim não teria dogmas, nem proclamaria a verdade, mas conversaria com toda a sociedade para chegar à verdade, ao bem; a atual sociedade relativista aprecia quem a “doutrina” dessa forma; a mídia secular festeja esses modernistas “neo-evangelizadores”.
    Daí o sucesso atual da esquerdista “Teologia da Libertação”, QUE SE FIXOU NO RELATIVISMO ÉTICO-MORAL COMO SEU DOGMA DE FÉ, aliada ao satano-comunismo, o qual, apesar de ter falido como sistema econômico é um expert em se propagar fraudulenta e massivamente, a começar nas escolas infantis e por meio desses traidores religiosos, como Pe Joaquín.
    Ainda se luta pelo comunismo no âmbito econômico-político, mas o relativismo moral que ele traz em seu bojo hoje é seu carro-chefe, prova disso é que, creio eu, pelo menos que 2 a 3 gerações após os comunistas estariam condicionadas às suas niilistas ideologias e teriam que serem recondicionadas. Deveu-se o fato por ajuda de alguns altos hierárquicos bispos: uns coniventes, outros silentes, como os da TL e centenas de sacerdotes de igual ou pior forma em disseminar socialistas ensinamentos, sem contar os envolvidos nos escândalos pessoais.
    Como lá, belo exemplo, é hora também de os universitários católicos daqui reivindicarem seus direitos de se expressarem na fé católica e não aceitarem goela abaixo sem reação serem postos à força no POLITICAMENTE CORRETO MARXISTA!

  5. Infelizmente, as iniciativas contra práticas anticristãs de instituições católicas ou de outros segmentos cristãos diversos, têm partido do rebanho e não dos pastores(líderes).
    Parece que nossos líderes estão mais preocupados com o status quo das instituições e esquecendo-se de Deus e nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
    Infelizmente, não é só na Igreja Católica, que esse fenômeno de tolerância a práticas e ideologias anticristãs têm-se sedimentado. Outros segmentos cristãos, têm sido engolidos pela Teologia da Libertação, que traz em seu bojo todo o tipo de permissividade contrária à são doutrina da Bíblia Sagrada.

  6. Lenta e gradativamente forma-se um “ESCUDO DE DEFESA CRISTÃO”.
    É bom !!! Os primeiros passos começam a ser dados pois “tolerância”
    também tem LIMITE, respeito é uma via de duas mãos , ou seja , deve
    existir a RECIPROCIDADE. Esperemos que as demais universidades sigam
    o exemplo do RS.

    SEMPRE LEMBRANDO QUE COMUNISMO E MISÉRIA ANDAM DE MÃOS DADAS COM A
    PROMISCUIDADE, E MAIS, QUE AINDA HÁ AVE RARA QUE NÃO VOA,

    PAZ E BEM À TODOS.

  7. Já havia alertas que o maior perigo não vem do inimigo declarado, mas dos infiltrados e silenciosos.
    No caso em questão caracteriza bem, pois o intuito é agir sorrateiramente e fazer ruir por dentro, as bases da moral e do catolicismo.
    Lamentavelmente, a decisão de exclusão dessa aberração, demorou muito para ser tamada

  8. Muito bem . Isto tem que acabar mesmo. ficam esses filhos da Besta Negra semeando prostituição dentro e fora da Santa Igreja católica.

  9. Já mencionei isso em outra matéria: No RS a UNISINOS (casualmente também jesuíta) é um reduto de ateísmo, bem como nela há uma defesa exacerbada do aborto e do Same-Sex Marriage. Eu sempre me pergunto se o reitor sabe disso. Eu não posso acreditar que ele não saiba. Na área das “humanas”, especialmente na Filosofia, os poucos professores que defendem a fé cristã são ridicularizados pelos demais. Há professores que, diante de qualquer defesa de valores morais absolutos, ridicularizam os estudantes dizendo coisas do tipo: “isso é uma bobagem religiosa”. Ora, mas uma instituição católica não tem uma identidade católica?????? Eu confesso que não posso deixar de me sentir chocado com esse ateísmo das instituições católicas. Eu poderia citar muitos outros exemplos, mas acho que os leitores desse notável site sabem que estou certo. Agora, resta saber: A quem recorremos para denunciar esses absurdos, bem como para exigir que a nossa Amada Igreja tome providências, antes que a “fumaça de satanás” tome conta de todas as nossas instituições.

  10. Este evento, uma seleção de baixaria, nunca deveria ser tema para discussões acadêmicas (que por sua natureza, deveria estar voltada para coisas úteis, produtivas e essenciais), configurando uma tentativa de transformar o lixo em luxo!
    O mais impressionante neste episódio é ter durado doze anos, sendo tolerado pela administração da Entidade, só tendo um ponto
    final pela reação dos “leigos ultrajados”, para que isto acontecesse era preciso que a temperatura atingisse níveis insuportáveis!
    Aqui no Brasil ocorre a mesma coisa, a reação só detona quando
    a marcação do termômetro chega ao limite (as vezes até ultrapassa!)

  11. Balburdia e salada com tempero de “mistura” perigosa é o que estamos vendo e vivendo nestes nefastos dias criados pelos arautos da desgraça e a destruição ;Colombia já tem as mazelas causadas pela cocaína e as farcs portanto é imperativo defender a alma mater que é o Catolicismo como as tradições que deram as bases para a Fé cristã.Igreja Católica Apostólica Romana de orientação Ocidental e Cristã é o caminho !!

  12. Estamos diante de mais uma consequência direta do naturalismo filosófico: a desvalorização da vida, manifestações pró-aborto, etc.
    Quando se apaga a luz da Palavra de Deus, começam, inevitavelmente, a se criar uma hedionda avalanche de ratos e morcegos da imoralidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome