Informa religionlavozlibre.blogspot.com 15 de abril que o Reitor da Universidade de Notre Dame (Indiana, EUA), Pe. John Jenkins, se negou a atender o pedido feito por alunos e aderentes de colocar filtros que impedissem o acesso a sites pornográficos na área do campus.

     Uma Carta Aberta com firmas de estudantes, professores e outros aderentes, 1000 assinaturas seguidas por campanha na internet que atingiu mais de 12.500 adesões solicitava ao Reitor de Notre Dame colocar filtros para impedir o acesso a sites pornográficos no campus.

    O Pe. Jenkins, conhecido por suas posições liberais de esquerda já havia concedido ao então presidente Obama o título de doctor honoris causa, o que causou um grande protesto em South Bend, Indiana. Naquela época a TFP americana foi convidada a participar de protestos contra a concessão de título à Obama, conhecidamente promotor do aborto.

    O Reitor de uma Universidade tem poderes no campus, e em se tratando de uma Universidade Católica, ademais sendo sacerdote; entretanto o Pe. Jenkins respondeu que “se bem que não cremos que um filtro obrigatório seja a melhor solução para nós, estamos tomando medidas para estimular os estudantes a adotarem filtros de maneira voluntária”.

    Os autores da Carta Aberta responderam afirmando que utilizar o filtro anti pornografia, utilizando tecnologia disponível, representa “uma tentativa de erradicar a pornografia da cultura no campus e mais amplamente uma postura firme contra a agressão sexual, o tráfico sexual e outras violações (…)”. Acrescentam os autores do abaixo assinado que em 56% dos casos de divórcio “um membro da pareja tem um interesse obsessivo em Web pornográficas.

* * *

     Triste situação em que clérigos, reitores de universidades católicas se mostram coniventes com a invasão pornográfica e não atendem à reação sadia que parte de alunos e professores contrários à agressão sexual.

        Em boa hora o Brasil sacudiu o jugo do PT e clamou por Valores Morais, o único verdadeiro alicerce de uma nação.

https://religionlavozlibre.blogspot.com/2019/04/cura-de-univ-catolica-se-niega-cortar.html

1 COMENTÁRIO

  1. Enquanto isso, igrejas são incendiadas e vandalizadas na França. Retornou o espírito maligno da ‘revolução francesa’. Veja no mapa os ataques a igrejas católicas na França, nos últimos quatro anos:
    https://twitter.com/rodrigogurgel/status/1117914056524849152

    Aos sacerdotes coniventes como o Reitor Pe. John Jenkins, a Sagrada Escritura diz “Mas aquele que não a conhece e pratica coisas merecedoras de castigo, receberá poucos açoites. A quem [muito foi dado, muito será exigido]; e a [quem muito foi confiado, muito mais será pedido]”. (São Lucas, 12,48)

    Que Nossa Senhora de La Salette proteja a França!

Deixe uma resposta