Relatório da Campanha realizada em Divinópolis – MG

A Caravana “Cruzada pela Família”, composta de 32 voluntários do Instituto Plínio Corrêa de Oliveira, passou, na tarde do dia 18 de janeiro de 2012, pela cidade de Divinópolis – MG. Antes de começar o trabalho de divulgação de dois livros de autoria do Pe. David Francisquini, “Homem e mulher, Deus os criou”, e “Catecismo contra o aborto”, o coordenador da Caravana, Daniel Martins, acompanhado de outro voluntário, como é de costume dirigiu-se à Delegacia de Polícia do lugar, para informar da presença da Caravana e da campanha pública que pretendiam realizar. Campanha idêntica às já feitas desde o dia 4 deste mês em Brasília, Goiânia, Anápolis e outras 8 cidades, contando sempre com a simpática acolhida da população dessas cidades.

Vídeo atualizado: Magote pró-homossexualismo tumultua Cruzada pela Família

Dado o grande número de pessoas aguardando atendimento na Delegacia, os dois não puderam ser recebidos pessoalmente pelo Delegado, mas deixaram com um secretário exemplares dos dois livros e os impressos que seriam difundidos, pedindo que fossem entregues ao Delegado Dr. Fernando.

Os caravanistas dirigiram-se a um cruzamento movimentado, confluência das ruas Minas Gerais e 1º de Junho. Distribuíram-se pelas quatro esquinas. Uma imagem de Nossa Senhora de Fátima, com sua base e dossel, ficou exposta numa das esquinas. Na esquina da frente, foi colocado um “banner” com os dizeres “Cruzada pela Família – contra o aborto e a ditadura homossexual – ipco.org.br – Peçamos à Santíssima Virgem que proteja o futuro moral de nossos filhos”, ladeado por dois trompetistas e um proclamador de slogans. Ao longo da calçada da rua 1º de julho, foram desfraldados 3 estandartes do Instituto, a gaita de foles e a caixa musical, além de um segundo proclamador.

A campanha iniciou-se às 15:40 e se desenrolou normalmente  até por volta de 18:00, com grande receptividade do público, quando então começou uma movimentação suspeita por parte de alguns indivíduos. O coordenador da campanha tomou as precauções devidas, deslocando a imagem para outra esquina mais apropriada e reunindo a maioria dos cooperadores junto a ela. Telefonou também para a polícia, insistindo na atividade pacífica da Caravana e a possibilidade de confronto próximo não desejado.

Vídeo atualizado: Magote pró-homossexualismo tumultua Cruzada pela Família

Logo se formou um magote de desordeiros, organizado com o claro intuito de causar distúrbios e atrapalhar o andamento normal da campanha. Procuraram em vão “entrevistar” vários dos cooperadores, os quais dirigiam-nos para o coordenador, conforme é de praxe. Este negou o contato, dado o tom claramente provocativo dos pedidos de “entrevista”. Até esse momento, os agitadores circulavam entre os vários pontos da campanha.

Passaram então a um nível mais agressivo. Dois integrantes do magote, aparentemente os mentores de toda a confusão, postaram-se diante da imagem e ali se abraçaram e trocaram gracejos, com o fito de proclamar a “liberdade” dos homossexuais. Os caravanistas a isso responderam apenas com slogans: “Provocadores! Respeitem a Imagem! Quem provoca reconhece que não tem argumento! O homossexualismo é contra o mandamento”. Voltaram os ativistas à carga, desta vez um rapaz e uma moça, e no mesmo local trocaram carícias claramente provocativas. O coordenador da campanha resolveu então reunir todos os cooperadores para circundar a Imagem de Nossa Senhora de Fátima, visto perceber que a intenção dos agitadores era atentar contra esta, que ocupava verdadeiramente o centro da campanha – a atenção dos transeuntes estava todo o tempo voltada para ela.

Nesse momento, os campos tornaram-se mais bem definidos. De um lado da rua 1º de Julho, mais precisamente de frente para a loja “Seabra Confecções”, os caravanistas presididos pela Imagem. (Cabe notar aqui que tinha sido dada a instrução clara a todos os caravanistas de que não usassem força física, a não ser para defender-se ou para proteger a Imagem, objeto de piedade e de arte ali presente. Todos os demais circunstantes, populares e funcionários das lojas ao redor, foram comunicados de nossas intenções. Também o foram dois policiais que passaram por ali certo tempo antes do episódio a seguir relatado). Do outro lado, o magote de agitadores. Estes inventaram então um “factóide”: pintaram as faces e mãos com uma tinta azul trazida por um integrante do grupo. Ficaram por um tempo confabulando, até que resolveram cruzar a rua com a clara intenção de investir contra a Imagem de Nossa Senhora e os caravanistas. Importa notar que um dos caravanistas ouviu um dos agitadores dizer que jogariam tinta na Imagem.

Deu-se então o auge do conflito: 6 dos ativistas tentaram furar a barreira humana formada pelos caravanistas. Todas as atitudes dos agitadores até agora relatadas justificavam à saciedade a medida para proteger a Imagem. Os agressores forçaram a passagem por duas vezes mas perceberam que não teriam sucesso. Deslocaram-se então para local um pouco afastado, para confabularem mais à vontade. Aproveitaram também para tentar desinformar as viaturas policiais, que chegaram.

Vídeo atualizado: Magote pró-homossexualismo tumultua Cruzada pela Família

Após esse incidente, os cooperadores começaram a recitar o Terço do Rosário, entremeado de slogans e cânticos como o Hino a Nossa Senhora Aparecida e “Queremos Deus”. Os agitadores tentaram atrapalhar, com xingamentos, palavrões, gestos obscenos. Um dos personagens que se ajuntou nesse momento aos agitadores a todo momento berrava ofensas.

Alguns repórteres da TV Alterosa, sucursal da Rede SBT, os quais já na parte inicial da campanha tinham colhido imagens, voltaram ao local, e passaram a colher depoimentos de ambos os grupos. Repórteres de outro canal de televisão, sucursal da Rede Globo, chegaram ao final da campanha e também colheram depoimentos.

O desfecho da campanha foi tendo lugar aos poucos: desmontagem dos estandartes, retirada dos símbolos do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira e dos instrumentos musicais. O banner já não estava mais presente: tinha sido guardado antes da reunião de todos os cooperadores junto à Imagem, no intuito de diminuir o acirramento. Por volta das 19:20 horas, após quase quatro horas de campanha, e mais de uma hora de confronto declarado, tendo os caravanistas se mantido firme e pacificamente face às provocações, a Imagem foi retirada, sob o cântico da “Salve Regina”. A desmontagem final foi realizada e cada caravanista se dirigiu para seu respectivo veículo, sem maiores incidentes, sob a vigilância remota de policiais. Uns vinte minutos ainda decorreram até a partida, tempo em que foi finalizado o contato com os policias encarregados de registrar o ocorrido e dadas as últimas entrevistas.

Interessante notar as reações do público que foi se acercando durante o confronto. À parte de poucosque se solidarizavam abertamente com o magote agressor (supostamente amigos e simpatizantes convocados para o local), a enorme maioria do público manifestava total simpatia pelos caravanistas. Alguns rezavam o terço, ou benziam-se ao ver a Imagem. Outros declararam abertamente, ao final, estar do lado dos caravanistas. Mesmo pessoas não católicas, tendo presenciado a recitação do Terço, fizeram questão de manifestar seu apoio. Um transeunte que observava de longe a movimentação, mostrou-se indignado com a situação moral da sociedade, com a manifestação dos agressores e concluiu afirmando claro apoio à Caravana.

Tendo ocupado seus lugares nos respectivos veículos, os caravanistas deixaram a cidade contentes de que a imagem de Nossa Senhora não tivesse sido desrespeitada, e muito satisfeitos também com a boa recepção do público de Divinópolis.

Vídeo atualizado: Magote pró-homossexualismo tumultua Cruzada pela Família

50 COMENTÁRIOS

  1. Todos nascemos de pai mãe….deixem a humanidade assim caminhar.
    Quem tem familia sabe o quanto é bom ter uma..masquem não tem nunca iria lutar por uma tradição familiar, pois nunca desfrutou deste privelegio.
    SIM A FAMILIA E NÃO A VULGARIDA…SEJA ENTRE HETEROS OU HOMOS.
    Salve mais de 2000 anos de catolicismo!!!!

  2. Sempre fui contrário ao aborto. Depois de conhecer a IPCO estou estudando outras possibilidades, e estou aberto a sugestões do assunto. Depois da IPCO não tive mais coragem de ir a Igreja, sinto vergonha do catolicismo. Também busco novos estudos. A TFP de volta, hoje são as mulheres e os homossexuais, amanhã serão os negros? Judeus? Holocausto?
    Obrigado a todos de Divinópolis que na presença da IPCO me devolveram a luta em favor do ser humano!Saber que estes acusados injustamente por fanáticos religiosos mostra que ainda tenho forças.

  3. Se desejam viver homossexualmente, tudo bem, não podem e não irão convencer a nós CRISTÃOS que essa opção é boa. São pessoas infelizes, tenho certeza disso.
    Mais respeito com as coisas de Deus!

  4. Parabens aos Caravanistas.
    So queria dizer que quando o bando de gays fazem parada em minha cidade ninguem os incomoda, (e ainda recebem verba da prefeitura!). Os gays tambem devem respeitar quem tem suas posicoes firmes e de acordo com o Evangelho.
    Nao se intimidem, sigam adiante, com as bencaos de Jesus e Maria.

  5. Será que o cientista Ricardo, “marxista e ateu”, fugiu?
    E eu que estava todo curioso para ler suas respostas ao Viotti, ao Teodoro e ao Gamaliel…!
    Que pena…

  6. @Alex Lara
    Ao contrário dos fanáticos da IPCO não estou aqui para convencer ninguém. Somente para não deixar que um vídeo com intensões de perturbar a vida alheia, uma produção cinematográfica de péssimo gosto, onde se fazem de vítimas e se colocam como mártires passe em branco. Quanto ao que eles cantavam ou diziam realmente não me preocupei, mesmo porque não era relevante, eu apenas estava saindo do trabalho e indo para casa quando passei pela rua e fui advertido por um membro, perguntei o que estava acontecendo, ele me disse que nada. Depois fui me ver nesse vídeo.
    Outra coisa, recolocaram o vídeo, são mesmo patéticos!!!!

  7. Quero parabenizar a todos os integrantes pela coragem e proteção à Virgem Maria. A ditadura homossexual mostra suas raízes radicais anti-cristã e de ódio a Maria, a qual, por fim, irá esmagar a cabeça da serpente e irá triunfar sobre o mal.

  8. Então, meu caro @Luciano Eurides – fica o dito pelo não dito, ou, no seu caso em específico…
    …fica o NÃO dito pelo dito…!

    Eu dei a minha mão à palmatória e esperei que você publicasse para nós alguns dos “slogans preconceituosos” que teriam sido bradados pelos membros do IPCO. Disseste que escutara, porém deve, então, tê-los esquecido…!

    Mas, de qualquer forma, sua resposta me fez lembrar de um grandioso “adágio” de Marx (o Groucho): “Mas afinal, você vai acreditar em mim ou nos seus próprios olhos?”

    Passar bem.

  9. Constituição Brasileira 1988.

    Art. 5

    XVI – todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, DESDE QUE NÃO FRUSTREM OUTRA REUNIÃO ANTERIORMENTE CONVOCADA PARA O MESMO LOCAL, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;

  10. Aqui vai o “historiador de plantão” em oposição ao “historiador mandrake” com sua ninhada de coelhos tirada de sua cartola ateia, materialista e marxista.

    Típico dos seguidores dos tiranos e assassinos do Sec. XX para quem vale “os fins justificam os meios”, veja sua afirmação “A Revolução Francesa e a aplicação de guilhotinamentos foi sem dúvida um passo doloroso na história humana, contudo bem mais construtivo do que …..”. Veja bem, só caracterizou de doloroso e não de crime. Dolorosa pode ser uma cirurgia benéfica. É o fundo da cabeça de quem quer implantar esta ideologia homossexual, filha ímpia de outras ditaduras ateias, marxistas etc, etc, etc.

    Se afirmássemos que teria sido bom que tivesse aparecido um Inquisidor que barrasse a tirania e portanto os milhões de assassinatos de um Robespierre, de um Hitler, de um Stalin, de um Fidel Castro ele viria com todo lenga lenga de direitos humanos, iluminismo, abaixo a Inquisição, e por ai vai. Mas quando é para perseguir o povo religioso aí vale “foi sem duvida um passo doloroso na historia”. Teve medo de acrescentar, “mas necessário para acabar com esta corja de religiosos”.

    Iluminismo, marxismo, revolução francesa, revolução industrial e tudo mais não são senão os pais desta criança chamada “mundo moderno” que de moderno só tem o nome. Uma restauração do velho paganismo e barbarismo dos antigos tempos.
    A Santa Igreja nunca foi e nunca será contraria a verdadeira ciência. Ciência que não provocará os males que ai está e que vai destruindo esta bela natureza que o Criador nos deu. Só para constar, sou contra este pseudo ecologismo que faz da natureza um deus, ao qual o “historiador mandrake” deve ser fiel adepto.

    ******

    A Santa Igreja Católica Apostólica Romana gerou, como fruto do preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo maravilhas que até adversários seus, que possuem algo de honestidade histórica, reconhecem.
    Vejam;
    Santos como Tomas de Aquino, Agostinho, Francisco de Assis, Boaventura e tantos outros que não foram simples copistas como afirma o mandrakista, mas aproveitaram o que havia de bom nos filósofos antigos e completaram.
    As maravilhosas Catedrais Medievais com sua arte incomparável, que este século em que estamos não consegue reproduzir com todo seu avanço “cientificista”.
    As ordens religiosas que preservaram os bons e uteis escritos da Antiguidade.
    As grandes Universidades do mundo como a Sorbone e de Bolonha.
    Obras de caridade como hospitais, Santas Casas de Misericórdia, Beneficências, etc. ( onde estão as dos ateus?)
    Ordens Religiosas para cuidar dos enfermos, idosos, órfãos e desvalidos.
    Inventos científicos que ajudaram enormemente na Medicina, na Astronomia e tantas outras ciências e que foram de um bem enorme para a Humanidade. Aproveitamento mal das ciências destruidoras fica por conta dos “sem deus”.
    Acabou com a tirania e a escravidão do mundo pagão e bárbaro e foi substituindo paulatinamente, e não de modo abrupto a criar problemas ainda maiores, por uma sociedade justa onde os verdadeiros Direitos Humanos ( a vida, a propriedade, a constituição da família) foram sendo estabelecidos. Não acima dos Direitos de Deus, para o bem do próprio homem.

    Dirá o HM (historiador mandrake), isto tudo para manter o domínio sobre o povo e a humanidade…( com gente assim não tem nem como discutir). Direi eu, que domínio bom e salutar.
    O mesmo HM faz um verdadeiro malabarismo para distinguir o “indistinguivel”, socialismo histórico, materialismo, estado laico e demais pestilências para justificar todos crimes cometidos por eles. Todos filhos do mesmo pai “o cão” como dizem nossos bons nordestinos em oposição a nosso Pai Bondoso e Misericordioso. Filhos da “cidade do homem” em oposição a “Cidade de Deus” como diz Santo Agostinho, ideia original sua não tirada de nenhum filosofo da antiguidade.

    Aqueles que me leem, evidentemente o HM não vai ver pois de antemão já taxará de puro “obscurantismo”, sugiro assistirem os vídeos relacionados ao link abaixo
    A Igreja Católica: Construtora da Civilização

    http://www.youtube.com/watch?v=t6bnO7N1AMU

    PS-quando fui colocar este comentario, vi o do Frederico Viotti… parabens…vamos ver que novos coelhos saem da cartola do Ricardo…

  11. Ricardo :

    4) Ao historiador de plantão: De onde tirou a informação de que regimes ateus no século XX foram responsáveis por milhões e milhões de mortes? Deixa eu adivinhar? Vão culpar o socialismo da URSS e da China, sem falar em Cuba e Coreia do Norte. Deve ser um péssimo professor de história por deixar sua crença influenciar seu julgamento. Como deve saber o socialismo real foi um projeto falho e mal implantado. Já chegou a ler Marx? Ou Hegel (que por sinal tem ideias totalmente opostas)? Bem… Julgo que só conhece por alto essas obras. Em nenhum momento Marx faz apologia a genocídios e ações discriminatórias, ao contrário do livro que seguem. O projeto falido do comunismo não chega perto do “socialismo científico” proposto por Marx. Utilizar o argumento de que houveram “regimes ateus” é uma meia verdade. Nunca houve um regime ateu. Houveram regimes socialistas que defendiam a laicidade total do Estado e que criticavam duramente a religião como cabresto pra o povo, por isso que as instituições religiosas foram extinguidas desses Estados (temos exceção, como Cuba, por exemplo, onde há entidades católicas). Temo que no caso dos massacres em nome de deuses não seja a mesma coisa. Todos os atos detestáveis que cometeram foram em nome de deus ou de Jesus ou de algum homem santo, tanto faz. Tomaram por base a Bíblia, e estão fazendo exatamente o mesmo agora. Ao contrário de vocês, um ateu e marxista sabe reconhecer os erros do passado, sabe que não deve cometê-los de novo e sabe que pode mudar seu pensamento com o passar do tempo. Infelizmente nenhuma dessas três coisas vocês fazem; preferem insistir em um livro escrito por homens a séculos atrás.
    Deixo claro que como a religião católica, outras surgiram, e outras possivelmente surgirão. Deuses nascem e caem. Isso porque são meras criações humanas. Logo, a mitologia cristã será capa de um livro, assim como a mitologia greco-romana e egípcia são hoje (religiões, por sinal, com origens bem mais antigas que o judaísmo).
    Não pensem que vão intimidar uma pessoa com seu amigo imaginário, porque não vão. O fato de milhões de pessoas acreditarem em uma mentira não torna essa mentira uma verdade. Torna as pessoas que acreditam nela, tolos.

    Seu argumento final está perfeito: apenas um tolo acredita no iluminismo conferindo-lhe uma espécie de infalibilidade religiosa, como você tem feito.

    Pulando as asneiras, vamos logo entrar no comunismo.

    Ocorre que, ao contrário de você, eu li Marx – e li muito, pois foi uma de minhas áreas de especialização em Ciência Política. Aproveito para indicar a minha tese sobre pós-modernidade, que tem muita relação com os temas que você propõe. Ela está na internet. Basta escrever no google: “origem e fundamento da mística pós-moderna”.

    Mas, voltando para o tema de Marx, já que você não o leu, devo lembrá-lo que Marx dizia, explicitamente, que o comunismo só poderia ser implantando através de uma revolução, onde haveria uma época onde o sistema repressivo da burguesia seria usado contra a burguesia. Essa época história, que precederia o comunismo, era por ele chamada de socialismo e deveria ser implantada através da “ditadura do proletariado”.

    Havia uma exceção que Marx levantava, ocasionalmente apenas (e muito pouco conhecida) que era o caso da Inglaterra, que talvez fosse possível implantar o socialismo sem uma revolução. E, por revolução, falamos de revolução sangrenta, é claro.

    O socialismo científico de Marx foi precisamente aplicado nos países socialistas. Durante décadas isso era repetido por todos os socialistas do mundo. Apenas após a queda do regime soviético – e o desprestígio do método violento para tomada do Poder (pois esse método tinha prestígio quando Marx e Engels escreveram o Manifesto Comunista) – é que alguns socialistas passaram a dizer que os países socialistas não tinham implantado o socialismo científico de Marx.

    Qualquer um que estude seriamente o socialismo científico conhece isso. Tanto é assim que, do marxismo clássico, derivaram as correntes revisionistas buscando torná-lo mais simpático ao homem burguês (como a auto-gestão, o sistema de reformas graduais etc).

    Todas elas, entretanto, acabam sempre no mesmo problema: o ser humano não é como a teoria retrata. Os homens são iguais apenas em sua essência, sendo desiguais em seus acidentes.

    O igualitarismo do iluminismo, postulado básico dessa religião “antropocêntrica” que derivou nas teorias socialistas, tinha um problema sério diante de si: a realidade de que Deus criou ous homens desiguais em seus acidentes.

  12. Ricardo :

    Vamos, então, aos erros, confusões e deturpações históricas que os caros religiosos fizeram questão de distorcer, sem antes recorrerem a informação de fato.
    1) O Iluminismo não é e nem nunca se tratou de um movimento religioso, muito pelo contrário, alguns autores iluministas recusam as religiões e defendem um Estado totalmente laico. Negar que o movimento iluminista foi importante para o avanço da humanidade é, com todo respeito, uma completa ignorância sobre o que ele realmente significou. Os ideais iluministas criaram a concepção de Estado que possuímos hoje, as noções de direitos humanos e a base do método científico contemporâneo. O Iluminismo influenciou diretamente as grandes revoluções do nosso tempo: a Revolução Inglesa, a Revolução Americana, a Revolução Francesa e a dita Revolução Industrial. Criticar o Iluminismo e colocá-lo no hall de religiões é uma ofensa grande a homens brilhantes, como Descartes, Newton (que por sinal era religioso) e Rousseau.

    Ricardo, o Iluminismo é uma religião no sentido que se baseia em princípios metafísicos opostos aos princípios religiosos. Não crer em Deus é um ato de fé, uma fé no “empirismo” como método científico, no materialismo, no “contrato social” como explicação sociológica, no racionalismo de Descartes… Você tem razão que o iluminismo levou ao estado laico, assim como levou a diversas revoluções, incluindo o comunismo, filho lógico (racional) dos princípios da Revolução Francesa. Ocorre que todos esses movimentos sociais são fundamentados em valores religiosos, metafísicos, como o igualitarismo. O laicismo nada mais é do que a religião oficial do Estado Moderno, impondo normas de conduta e fiscalizando o cumprimento dessas normas através de sua inquisição, hoje operada pelo que chamamos de Poder Judiciário (após a tripartição de Montesquieu), encarregado de cumprir os “mandamentos” emanados dos homens (e não mais de Deus), que damos o nome de Leis.

  13. @Ricardo
    Ricardo parece ignorar minha pergunta e procura sair pela tangente fazendo mais acusações, sem fundamentar, contra a Igreja Católica.
    Prezado Ricardo, não ter resposta não é vergonha para ninguém, haja vista a limitação de nossa inteligência. Não somos capazes de apenas pela nossa inteligência natural conhecer tudo, só Deus conhece tudo. E esse é o erro dos iluministas que criaram a deusa razão para contrapor à omniciência do verdadeiro Deus, daí minha afirmação de que o iluminismo é uma religião humana, tem até dogmas como os que você mesmo tem proferido. Basta dizer não sei responder. Não use da tática de desviar a atenção para outro assunto lançando acusações sem propósito como dizer que Santo Agostinho e São Tomás praticaram plagios dos conhecimentos de Platão, etc., é ignorar as obras de cada um daqueles.
    Ou responde o que perguntei ou não se avança num debate de idéias.. Para lhe lembrar o que perguntei
    Transcrevo a minha pergunta:
    Sua afirmação de que “A Revolução Francesa e a aplicação de guilhotinamentos foi sem dúvida um passo doloroso na história humana, contudo bem mais construtivo do que a caça as bruxas, as cruzadas contra o Islã, a ditadura contra a ciência e as artes, a intolerância religiosa, o holocausto (que vocês negaram terem assentido até o fim dos tempos), entre outros eventos, que sem dúvida foram negativos para a humanidade.” é:
    Surpreendente!
    Portanto, Ricardo, você justifica assassinatos em nome de uma ideologia ou melhor uma religião criada por homens: o iluminismo.
    Em nome da deusa razão aplica-se o “despotismo iluminado”, isto é, do absolutismo racional em matéria política-social , no econômico acabou por gerar o comunismo e a atitude do “écraiser l’infame (a Igreja Católica, Jesus Cristo)”, como escrevia Voltaire, em matéria religiosa.
    Gostaria de saber quais são as justificativas, os fundamentos.

  14. “Caríssimo” @Luciano Eurides

    …Agradeço muitíssimo sua resposta educada e sua objetividade!…
    De fato, apesar de o vídeo postado aqui nesse site mostrar claramente um magote de ativistas pró-gays tentar atacar a imagem dA Santa, com tinta e atos infames, só pode ser louco quem disser que isso aconteceu!
    Aqueles dois rapazes que se abraçavam defronte À Fátima estavam na verdade ensaiando para um recital da/na Broadway em plena Divinópolis, Minas Gerais.
    …É verdade um grande exagero chamar aquele magote de “libertários atacantes de imagens”, sendo que CLARAMENTE eles apenas queriam medir o tamanho da imagem dA Santa com os potinhos de tinta azul para poder comprar uma igual para sua Paróquia!…

    Agora, se não for pedir muito ao Sr., sigo à espera da reprodução dos “slogans preconceituosos” para que nós aqui possamos concluir se os rapazes do IPCO foram ou não homofóbicos DE FATO, pois, convenhamos, ficar irritadinho porque chamaram alguém de …”boiola”… Ah, tenha paciência!

    Se eles xingaram ou ofenderam os homossexuais, eu também reprovarei os de Plínio, mas, segundo o vídeo aqui postado, não foi isso o que aconteceu, e os verdadeiros ofendidos foram os plinianos…!

  15. Vamos, então, aos erros, confusões e deturpações históricas que os caros religiosos fizeram questão de distorcer, sem antes recorrerem a informação de fato.
    1) O Iluminismo não é e nem nunca se tratou de um movimento religioso, muito pelo contrário, alguns autores iluministas recusam as religiões e defendem um Estado totalmente laico. Negar que o movimento iluminista foi importante para o avanço da humanidade é, com todo respeito, uma completa ignorância sobre o que ele realmente significou. Os ideais iluministas criaram a concepção de Estado que possuímos hoje, as noções de direitos humanos e a base do método científico contemporâneo. O Iluminismo influenciou diretamente as grandes revoluções do nosso tempo: a Revolução Inglesa, a Revolução Americana, a Revolução Francesa e a dita Revolução Industrial. Criticar o Iluminismo e colocá-lo no hall de religiões é uma ofensa grande a homens brilhantes, como Descartes, Newton (que por sinal era religioso) e Rousseau.
    2) Há uma distorção histórica, proposital ou não, nas palavras do Sr. Teodoro. O “despotismo iluminado [esclarecido]” que ele cita é um movimento reacionário promovido pelo Antigo Regime (e isso incluiu a Igreja Católica). Consistia na adaptação de algumas ideias iluministas por líderes absolutistas, em sua grande maioria apoiados pelo papa. Cuidado com as palavras, pois elas são extremamente traiçoeiras, mesmo quando se utiliza de aspas.
    3) Sobre Agostinho e Tomás de Aquino só há uma palavra: plágio. Os dois religiosos apenas copiaram (e adaptaram) ideias dos filósofos clássicos, Platão e Aristóteles. Filosofia mesmo, como foi fundamentada por Tales de Mileto, a Igreja nunca permitiu. Uma vez que a questão máxima da filosofia é erradicar o mito. E querendo ou não, há uma mitologia católica, assim como houve uma grega, uma egípcia, uma maia, uma nórdica, etc.
    4) Ao historiador de plantão: De onde tirou a informação de que regimes ateus no século XX foram responsáveis por milhões e milhões de mortes? Deixa eu adivinhar? Vão culpar o socialismo da URSS e da China, sem falar em Cuba e Coreia do Norte. Deve ser um péssimo professor de história por deixar sua crença influenciar seu julgamento. Como deve saber o socialismo real foi um projeto falho e mal implantado. Já chegou a ler Marx? Ou Hegel (que por sinal tem ideias totalmente opostas)? Bem… Julgo que só conhece por alto essas obras. Em nenhum momento Marx faz apologia a genocídios e ações discriminatórias, ao contrário do livro que seguem. O projeto falido do comunismo não chega perto do “socialismo científico” proposto por Marx. Utilizar o argumento de que houveram “regimes ateus” é uma meia verdade. Nunca houve um regime ateu. Houveram regimes socialistas que defendiam a laicidade total do Estado e que criticavam duramente a religião como cabresto pra o povo, por isso que as instituições religiosas foram extinguidas desses Estados (temos exceção, como Cuba, por exemplo, onde há entidades católicas). Temo que no caso dos massacres em nome de deuses não seja a mesma coisa. Todos os atos detestáveis que cometeram foram em nome de deus ou de Jesus ou de algum homem santo, tanto faz. Tomaram por base a Bíblia, e estão fazendo exatamente o mesmo agora. Ao contrário de vocês, um ateu e marxista sabe reconhecer os erros do passado, sabe que não deve cometê-los de novo e sabe que pode mudar seu pensamento com o passar do tempo. Infelizmente nenhuma dessas três coisas vocês fazem; preferem insistir em um livro escrito por homens a séculos atrás.
    Deixo claro que como a religião católica, outras surgiram, e outras possivelmente surgirão. Deuses nascem e caem. Isso porque são meras criações humanas. Logo, a mitologia cristã será capa de um livro, assim como a mitologia greco-romana e egípcia são hoje (religiões, por sinal, com origens bem mais antigas que o judaísmo).
    Não pensem que vão intimidar uma pessoa com seu amigo imaginário, porque não vão. O fato de milhões de pessoas acreditarem em uma mentira não torna essa mentira uma verdade. Torna as pessoas que acreditam nela, tolos.

  16. vcs são loucos, não existiu “libertários atacantes de imagens”. Isso é invenção da cabeça de um grupo de pessoas que aqui estiveram. Chamar de boiola é um tanto quanto preconceituoso. Ninguém tentou impedir a manifestação da IPCO, eles ficaram o tempo que quiseram, conforme na Parada Gay. @Alex Lara

  17. @Ricardo
    Sua afirmação de que “A Revolução Francesa e a aplicação de guilhotinamentos foi sem dúvida um passo doloroso na história humana, contudo bem mais construtivo do que a caça as bruxas, as cruzadas contra o Islã, a ditadura contra a ciência e as artes, a intolerância religiosa, o holocausto (que vocês negaram terem assentido até o fim dos tempos), entre outros eventos, que sem dúvida foram negativos para a humanidade.” é:
    Surpreendente!
    Portanto, Ricardo, você justifica assassinatos em nome de uma ideologia ou melhor uma religião criada por homens: o iluminismo.
    Em nome da deusa razão aplica-se o “despotismo iluminado”, isto é, do absolutismo racional em matéria política-social , no econômico acabou por gerar o comunismo e a atitude do “écraiser l’infame (a Igreja Católica, Jesus Cristo)”, como escrevia Voltaire, em matéria religiosa.
    Gostaria de saber quais são as justificativas, os fundamentos.

  18. Alex – saudações – Voltou o Ricardo e quanta…… prefiro não escrever o que penso. Cientista? Deus nos livre… A única frase que vejo que possa aplicar ao que escreveu é “tudo aquilo que é gratuitamente afirmado pode-se gratuitamente ser negado”.
    Historiador? cientista? Fácil afirmar…Sou professor de Historia a mais de 30 anos e afirmo exatamente o contrario do que ele afirma. E dai?
    Religiosos mataram mais que os ateus. Mae do Céu que cinismo… É só ver o que produziu os regimes ateus do Sec. XX, milhões, milhões, milhões de mortos.
    Pena que não tenho tempo, dado a ocupações pessoais, de tocar uma discussão desta em frente.Quanta coisa a perguntar para este pobre coitado, na cabeça de quem colocaram tanta bobagem.
    O que entende ele de “religioso”? de Sagradas Escrituras? de exegese? De Patrística? de Tomismo? de Escolástica? Provavelmente dirá que tudo isto é manipulação, alienamento. E eu direi, não é. E dai?
    Se pelo menos lesse um pouco grandes luminares da Humanidade como um Santo Agostinho, um Santo Tomas de Aquino, um São Gregório Magno. Não só santos, mas grandes cientistas religiosos, católicos que dentro de sua sabedoria, reflexo da Infinita Sabedoria, com verdadeira humildade se ajoelhavam e ajoelham agradecendo a Deus por tudo.
    Sabe que me faz bem meditar como será o juízo de um pobre coitado destes, quando chegar diante de Deus Nosso Senhor, Verdade Absoluta, Sabedoria Eterna. Que susto! Verá os benefícios que recebeu deste mesmo Deus que ele despreza, que ele rejeita, que luta contra. Deus do Céu, tenha piedade dele e de todos nós.

  19. O Iluminismo, assim como a Renascença e o Secularismo são movimentos libertários que modificaram profundamente nosso modo de pensar e de agir, portanto, creio que quem critica esses movimentos, antes, deveria assistir a uma aula de história.
    Em primeiro lugar, o cristianismo é apenas mais uma das vertentes da base judaica, assim como o islamismo. Todas essas religiões têm a mesma essência, o mesmo deus e o mesmo patriarca (Abraão). Entretanto, a “religião cristã” é a única que toma por base TODA a Bíblia para sua espalhar a sua doutrinação, levando em conta velho e novo testamentos (não vamos abrir discussão de como essas escrituras foram escolhidas, ou como foram modificadas durante os séculos). Questiono o porquê de se escolher para seguir alguns trechos de seu livro sagrado e outros não. Questiono de que modo pode-se discriminar as leis judaicas e as leis cristãs, levando em consideração o velho testamento. Questiono se é válido seguir a bíblia ao pé da letra, como vocês fazem quando citam os versos de Levítico como pretexto para homofobia e preconceito.
    Em segundo lugar há uma diferença enorme entre ser marxista e ser stanlista, maoísta ou fidelista. Acho que grande parte de vocês deveriam frequentar salas de aulas de cursinho sobre Sociologia ou pelo menos procurar informação através da pesquisa. Nem todos os iluministas acreditavam em deuses, pelo contrário, a grande parte deles eram ateus ou agnósticos. E mais uma vez, que o homossexualismo está presente na Igreja, principalmente entre os clérigos, isto é fato. Abra o jornal, uma vez ou outra. Quantos crimes de ateus você vê e quantos crimes de religiosos??? Quantos ateus molestam crianças ou são flagrados com outros homens quando o livro sagrado que seguem não permitem tal ato?
    A Revolução Francesa e a aplicação de guilhotinamentos foi sem dúvida um passo doloroso na história humana, contudo bem mais construtivo do que a caça as bruxas, as cruzadas contra o Islã, a ditadura contra a ciência e as artes, a intolerância religiosa, o holocausto (que vocês negaram terem assentido até o fim dos tempos), entre outros eventos, que sem dúvida foram negativos para a humanidade.
    “Cruzada pela Família – contra o aborto e a ditadura homossexual – ipco.org.br – Peçamos à Santíssima Virgem que proteja o futuro moral de nossos filhos”, “Homem e mulher, Deus os criou”, e “Catecismo contra o aborto”
    É isso que dizem?
    Bem, quem fala de moral quando o seu líder religioso foi gerado através de uma traição (em termos técnicos alguém me prove o contrário)? Ditadura homossexual? Algum de vocês sabem o que é uma ditadura para usarem o termo tão deliberadamente? E por último e mais escandaloso: “catecismo contra o aborto”? As pessoas precisam de informações sérias e de explicações plausíveis, advindas da ciência, não do que está escrito em um livro de mais de dois mil anos de idade. Precisamos trabalhar o diálogo e a discussão incansável, não empurrar um dogma inflexível. Algum de vocês sabe onde se inicia a vida humana? Algum de vocês seguem todos os princípios bíblicos? Algum de vocês lê ou se aprofunda mais nos assuntos que pregam?
    Acho que não. Eu, como cientista, sempre vou atrás da informação, sendo ela de qualquer tipo. Busco acima de tudo a verdade, pelo meio da razão. Duvido e discuto, e duvido mais ainda. Só assim podemos chegar em algum lugar. Nunca devemos nos acorrentar a uma crença, mesmo porque nenhum crença trata-se de uma verdade absoluta. Assim sabem vocês cristãos que cisaram com o judaísmo, ou os protestantes que cisaram com o Vaticano. Não defendam algo antes de compreenderem completamente aquilo que estão defendendo. Na minha opinião, sobre aborto e homossexualidade, vocês não entendem nada.

  20. Apesar de todos os esforços conjuntos da mídia engajada, com a Rede Globo à testa, de promover o homossexualismo como algo “normal” ou “bom”, fazendo lavagem cerebral pesada, a população de Divinópolis mostrou que tem bom senso e sabe discernir o bem do mal.

    PARABÉNS AOS CARAVANEIROS DO IPCO!!!

    AJAM COM FIRMEZA QUANDO PRECISO FOR!!!

    Se vierem a Teresina, podem ter certeza que podem contar com a minha casa para a hospedagem dos caravaneiros.

  21. Caro Ricardo,

    Entendo sua posição porque você foi criado para viver com o que colocam na sua cabeça, a sua educação foi em um Brasil enculturado pelo Marxismo, foi educado para viver “as modinhas”, foi disciplinado somente para denunciar. Todo Marxista foi formado para somente “DENUNCIAR E RECRIMINAR”. Não sei porque ultiliza essa faceta de que o Papa Bento XVI, o sumo Pontifice, é Ditador ( Facista , Burguês e,tc.). Todavia nós sabemos porque você, Ricardo, tem essa posição ilusória, porque foi estimulado a pensar como tal, aquele que denuncia, que diz fazer o bem, mesmo que seja com o MAL e pelo MAL Afinal vivem em um estado constituído por ideias de Hengel, Marx , Leonardo Boff e CIA LTDA. Se vocês apoiadores do Gayzismo (diferente de HOMOSSEXUALISMO), fossem tão democráticos não teriam atrapalhado o movimento, afinal não são vocês a favor da LIBERDADE DE EXPRESSÃO ? Essa liberdade é válidade tanto para as ideias que vão contra às nossas também sabia? . Quando os que apoiam a IDEOLOGIA GAY, fazem suas “passeatas” que por certo não trazem beneficio nenhum a vida sos que participam, pois desconhecem o que significa DIGNIDADE, nós CATOLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS mantemos uma palavra chamada RESPEITO.
    Assim termino, minha triste indagação com Vossa Senhoria, desconhecedora da IGREJA. Ah por falar sei como vocês marxistas fazem para manter suas ideias, aprendi com Pe. Paulo Ricardo Azevedo JR. Boas Noites e repense tal atitude. Fique com Deus na união com Maria.

  22. Escribo desde Chile. Felicitaciones a la caravana de jóvenes “Cruzada pela Familia”. Con su campaña cumplen la profecía de Simeón al Niño Dios en la Presentación del Templo : “Revelerá los pensamientos ocultos de los corazones”.
    La actitud de violencia agresiva de los activistas pro homosexuales reveló qué tipo de pluralismo es el que ellos defienden.
    Continúen esta valerosa campaña por toda esa noble nación que es el Brasil.

  23. @Luciano Eurides
    …Você é de Divinópolis e, pelo tanto, não irei lhe contestar;
    …MAS: por favor: reproduza alguns dos slogans “preconceituosos” para que saibamos, enfim, o que irritou os libertários atacantes de imagens…!

    O que me dói nisso tudo (além do mais) é o desrespeito às Leis: eu, pela Lei, devo respeitar uma Passeata Gay: porque os militantes gays não respeitam quem defende posições religiosas…? A maioria deve respeitar, imagino eu… mas porque há os que vandalizam?

    Caso alguém do magote que foi atrapalhar a mobilização dos de Plínio esteja lendo estas minhas palavras, por gentileza me responda (educadamente, se for possível): porque não pode agüentar posições contrárias às suas, democraticamente?
    Porque nós católicos temos de aturar paródias satânicas contra imagens de santos na Parada Gay mas vocês não nos podem respeitar, democraticamente?

  24. @Ricardo
    Ricardo, obrigado pela sua pesquisa no “pai dos burros”. Não era bem esse o meu propósito ao lhe perguntar sobre a definição de fé, mas sim, pelo que me informa não conhece o verdadeiro significado de fé. Para seu conhecimento fé para a Igreja Católica Apostólica Romana é a virtude teologal, um dom de Deus pela qual damos adesão racional (rationabile obsequium) às verdades reveladas. O significado que você aportou a este debate é a chamada fé humana a mesma que você devota aos princípios do iluminismo, da qual o autor do dicionário que você consultou é adepto, e por isso mesmo o significado que ele dá a fé não é tão isento de ideologia. Aliás, você sabia que o iluminismo tem uma deusa? Pesquise e verá quem é. A ela devotam tanta adoração que até chegaram a cortar cabeças. Fanatismo?

  25. Realmente irreal. A cidade de Divinópolis acolheu e depois os religiosos começaram a xingar de ‘boiola’ os comerciantes, os quais cederam lugar na calçada para eles. Sou divinopolitano, estava lá e não me importo com a manifestação, desde que a Igreja Católica seja no mínimo comunicada. Muitas pessoas achavam ser algo diferente, eu mesmo, quando tentei me informar, tentaram me vender um livro.
    Os estudantes e comerciantes locais, se revoltaram com os slongans preconceituosos e não com as orações ou presença de imagens.
    A imprensa local também procuraram as autoridades Católicas que informaram desconhecer a manifestação.

  26. Esse tal de @Ricardo
    …Vem com aquele velho e batido “argumento” de que quem se posiciona contra o homossexualismo é “homossexual enrustido”. Esse tipo de “argumentação” tem tanta consistência quanto dizer que: “se os corinthianos não gostam do Palmeiras é porque são, na verdade, palmeirenses enrustidos”.
    Podemos também inverter a situação: os membros do Movimento Homossexual que foram AZUCRINAR a manifestação pacífica dos rapazes do IPCO eram TODOS “heterossexuais enrustidos”?
    …Se, pois, uma vez que se reprova as práticas homossexuais e se posiciona contrariamente a elas, isso faz de uma pessoa “medieval” (conforme o velho e hipócrita jargão comunistóide) uma “homossexual enrustida”, então, deve-se concluir que quem reprova uma campanha como a “Cruzada pela Família”´não passa de um “heterossexual enrustido” ou até mesmo um “conservador enrustido”.

    …E vejam só que ironia, esse tal de Ricardo vem questionar o estado matrimonial dos rapazes dos IPCO! Você não dá a entender que ninguém tem nada a ver com a vida sexual dos outros? Que tem você com as do IPCO?

    Isso além de todo esse falatório digno de estudante de cursinho, os velhos chavões comunistóides contra a Igreja, confundindo Judaísmo com Catolicismo, puxa, que canseira…!
    Ele se diz marxista: tomemos cuidado: com gente como ele no poder estaríamos todos trancafiados em Gulags e fuzilados “en los paredones”…!

  27. Teodoro e Júlio – saudações – O problema todo deste pessoal homossexual e congêneres é que perderam a luz da razão. Só argumentam com chavões; medievalistas, homofôbicos, praga, e por ai vai. Se encontrássemos pelo menos alguém que manifestasse um pouco de logica, pensamentos, princípios, discussão doutrinaria… É puro xingatório, infantilidade, realejo.
    Veja se os rapazes do IPCO atravessaram a rua e foram provocar eles… Eles propositadamente vieram provocar para criar um caso. Queriam ser agredidos… Pergunto se os rapazes tivessem dados uns “chega pra lá neles” se já não seria legitima defesa?
    Negar que eles vieram provocar os rapazes do IPCO é pura hipocrisia.

  28. Deixo para aqueles que não se dão ao trabalho de consultar o dicionário a definição de FÉ, dada pelo Aurélio Online:
    s.f. Fidelidade em honrar seus compromissos, lealdade, garantia: a fé dos tratados. / Confiança em alguém ou em alguma coisa: testemunha digna de fé; ter fé no futuro. / Crença nos dogmas de uma religião; esta mesma religião: ter fé; a propagação da fé. / Crença fervorosa: fé patriótica. / Afirmação, comprovação: em fé do que lhe digo… / Testemunho autêntico que certos funcionários dão por escrito: a fé do tabelião. // Estar de boa fé, estar convencido da verdade do que se diz; estar de má fé, saber muito bem que se diz uma coisa falsa; ter intenção dolosa. //
    Respondida a pergunta?
    Lembro que um dicionário preza pela imparcialidade, ao contrário da visão de fé que é pregada pela maioria das religiões, e apresenta diversos aspectos aplicáveis ao termo. Apoio o Leonardo e também acho que Igreja e Estado não devem de nenhuma forma estarem correlacionados. A Igreja Católica Apostólica Romana é uma instituição, que utiliza seu poder de dominação para disseminar seus dogmas e pensamentos, mesmo quando neles prevalece o preconceito e a irracionalidade.
    Se todos pensarem como o Sr. Fabrício daqui a pouco estarão queimando mulheres em fogueiras, escravizando novamente os negros, castigando os que têm ideias diferente da doutrinação abominável que estão querendo instaurar.
    Se querem seguir literalmente a Bíblia Sagrada por que não a seguem por inteiro, ao invés de separarem trechos como slogans de suas causas?
    Todos os homens do IPCO são circuncidados, vocês não comem carne de porco, não trabalham aos sábados, e me respondam, não idolatram imagens, representações e ídolos?
    Quem apoia essa causa deveria conhecer um pouco sobre religião, teologia e história antes, e principalmente, sobre direitos humanos e universais.

  29. @Leonardo
    Leonardo, sou um desses que você insulta como ilógico. Eu aderi à essa “praga” chamada Igreja Católica Apóstólica Romana pela razão após ter estudado sua sagrada doutrina. Mas, lhe concedo que me convença do contrário. Então, já que você não está afetado por nenhuma praga e/ou tem lógica irretorquível e certamente deve ter aderido pela sua pura razão aos seus princípios, responda-me, por favor, o que é fé?

  30. @Ricardo
    Ricardo, com prazer esclareço sua dúvida. O que os bravos jovens diziam em alto e bom som é o seguinte: “Brasil sim, SODOMA não!”. Se alguém tem alguma dúvida do que é isso é só olhar para algumas fotos das passeatas da tal parada homossexual aqui na Av. Paulista em São Paulo.

  31. Enquanto esta praga chamada religião assolar o mundo com sua falta de lógica, escravismo mental e intelectual, dogmas obsoletos e a posse perversa e inquestionável de uma suposta verdade superior, guerra e desordem serão as palavras do dia. É preciso dissolver as relações entre estado e Igrejas já. Instituições criminosas disfarçadas de religião devem ser sumariamente dissolvidas, evitando assim mais pataquadas contra a sociedade.

  32. Salve Maria!

    Como “disse” o comunista ai: “Mostra que a grande maioria de vocês continua com uma mentalidade medieval.” que bom que ele reconhece isso, somos de alma medieval, vivendo em um mundo anticatólico, igualitário, louco.

    Viva ao IPCO, e aos jovens heróis que participam desta cruzada.

    Vamos nos unir, e marcar nossa alma com a Cruz de Cristo, seguindo sempre os ensinamentos do grande varão da Contra-Revolução, Plínio Corrêa de Oliveira, O Cruzado do Século XX , e de todos os tempos.

    Plínio Corrêa de Oliveira!
    Plínio Corrêa de Oliveira!
    Plínio Corrêa de Oliveira!

  33. Gamaliel deve saber bastante do nazismo, uma vez que o líder de sua Igreja teve participação na juventude alemã do III Reich. Aliás, se tratando de ideologia e doutrinação, o IPCO possui uma função análoga àquela exercida por Hitler durante a segunda grande guerra. Ambos utilizam-se dos mesmos discursos religiosos, pseudo-moralistas e racistas.
    “Eu acredito que hoje eu estou agindo no sentido de o Criador Todo-Poderoso. Ao repelir os judeus eu estou lutando pelo trabalho do Senhor”, são palavras do próprio Adolf.
    Vocês também brandam frases de efeito desse modo: “Em nome da Família”, “Em nome de Deus” e “Em nome de Nossa Senhora”. Acabam por cometer o mesmo que Hitler, só que claro com menos poder e força, já que não se encontram mais na Idade Média para queimarem em fogueiras gays, judeus, ateus, negros, deficientes ou quem quer que odeiem.
    Por último, ao contrário do que o Sr. Gamaliel diz, não utilizo de argumentos vazios e incoerentes. Faço o oposto, tento argumentar com a maior clareza possível, mesmo utilizando de sarcasmo e ironia, aspectos que vocês, ao que parece, não aceitam muito bem. Devo dar os parabéns pelos organizadores da Cruzada e pelo número de pessoas que vocês conseguem enganar para participar desse movimento ridículo.
    PERGUNTA: Todos os ” jovens intrépidos do IPCO” são casados? Aposto que não. E também posso jurar por deus (sem que isso tenha alguma validade) que existem entre eles homossexuais enrustidos.

  34. Só falta o ASTRO DO AVISO vir do Céu e dar uma sacudida ,senão vem mais coisas para dessodomizar e deslaicizar a Terra de Vera Cruz!!

  35. Vejam este ultimo comentario, é só xingatorio… Em nenhum momento argumenta com clareza, é só acusação nas nuvens. Não cita o que os rapazes falaram que seja homofobia…alias um termo totalmente inapropriado.
    Parece que ele nem viu o filme, ou não quis ver. Veja o procedimento ordeiro dos rapazes e a violência dos contrários… São medievais? Então os contrários devem ser trogloditas ou do mundo antigo com tantas suas perversidades. Isto não é um problema de época mocinho mas de moral e mandamentos.
    Veja a consistência do argumento dele… “ pelo direito das pessoas serem ou fazerem o que bem entendem, inclusive, numa via pública, desde que esteja dentro dos aspectos legais”. E se amanha os pedofilos, assassinos, ladroes lutarem, como os homossexuais, para ser legal a pedofilia e conseguirem, podem realizar suas praticas na rua?
    Muitas das horriveis praticas nazistas estavam aprovadas por lei, e ai?
    Vê-se na cabeça deste personagem a semente da ditadura homossexual, denunciada pelos jovens intrépidos do IPCO.

  36. É absurdo o modo como utilizam a religião como pretexto para disseminar o ódio e o preconceito. Sou divinopolitano, marxista e ateu. Acho muito bem que a Igreja Católica poderia empregar seus esforços em outras cruzadas, como ajudar quem está passando fome ou não possui um teto para morar, por exemplo. Parece-me que vocês mostram os fatos de uma forma totalmente distorcida e parcial, no texto acima, apenas, para convencer os fiéis de que estão levando a frente uma causa justa. A meu ver esse cruzada que defende a família levanta a bandeira da bestialidade, do rancor e de um problema que está no cerne da instituição que seguem, afinal, o maior dilema dos padres cristãos envolve o homossexualismo e as tendências homossexuais. Não há problema nenhum em ser conservador ou tradicional, contudo deve-se sempre prezar pelo diálogo e pelo direito das pessoas serem ou fazerem o que bem entendem, inclusive, numa via pública, desde que esteja dentro dos aspectos legais. Entretanto o assunto é outro quando se prega a homofobia e o dogma inflexível do “não se pode fazer isso ou aquilo”. Mostra que a grande maioria de vocês continua com uma mentalidade medieval.

  37. Repito aqui meu comentario que coloquei no video.

    Invejo de nao poder estar nesta Cruzada com esta juventude ufana e audaciosa.
    Que Jesus e Sua Mae os proteja nesta peleja.
    O Brasil no futuro lembrará com gratidao vossa epopeia.
    Parafraseando Camoes, parabens por estes novos cristãos atrevimentos.

    Deixo registrado minha indignaçao com esta ditadura homosexual e o cinismo da midia comprometida, alias nao era de se esperar coisa diferente.

    Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

  38. Situações como essa são a prova definitiva, evidências postas com clareza de cristal, a respeito de quem realmente são os intolerantes e os fanáticos em nossa sociedade: no caso, vimos jovens agindo – em grupo – como marionetes, vangloriando-se de seu pseudo heroísmo tribal, todos nas mãos de algum “Mestre Gepeto” invisível, que os abandonará um a um, assim que forem cobrados individualmente por seus gestos insensatos. Como bem bradou um daqueles bonecos baderneiros, com maneirismos aparentando sua condição homossexual: “Deus do preconceito, Deus da intolerância”, com certeza ele, e os que dele estão por trás, já leram em S. Mateus, 10, XV: “Digo-vos em verdade: haverá no dia do juízo menos rigor para a região de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade.” E, para terminar, palavras do “Deus da intolerância”: “Por isso vos digo: todo pecado e toda blasfêmia serão perdoados aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito Santo não será perdoada”. Mt., 12,XXXI. E o Espírito Santo, símbolo do Amor e da Inteligência de Deus, passou diante deles e eles o repeliram.

  39. Polícia nessas horas fica com medo de aparecer! Os baderneiros deixaram claro como o movimento homossexual é radical e vão empreender uma verdadeira perseguição aos cristãos. Parabéns aos jovens da Caravana. Por favor, não dava para entender um refrão que dizia, “Brasil sim, …….não!”. Vocês poderiam completar os pontinhos? Parecia “socorro agora não”, mas acho que não é isso. Obrigado.

  40. O grande problema continua sendo ainda os representantes no Congresso Nacional – Camara e Senado – que não veem estas coisas. Alí mora o perigo.

    “eu sou contra os partidos que trazem perigos à Constituiição”!

  41. Só mesmo Nossa Senhora para não deixar que coisa pior acontecesse, porque pelas imagens se vê que faltou bem pouco para isso; será que a intenção deles era a de arrumar tintas das cores do arco iris para manchar a imagem? marketeiros como são, imaginando a foto boa que daria para a causa deles, eu não duvido; se bem que os manifestantes mais pareciam estes mesmos que hoje ocupam espaços publicos, fazem a marcha da maconha, churrasco na cracolandia, invadem a reitoria da usp, neste caso a bandeira glbtt esta no pacote; não pareceu que eram tipicos ativistas glbtt; o que vale a pena o instituto analisar é se de fato o confronto virar vias de fato – gente com sangue, hematomas – se não vão dizer que os religiosos agiram como perfeitos homofóbicos; é verdade que neste caso existiria o video para mostrar quem de fato provocou, mas eles também teriam imagens deles ( estavam filmando também ), que poderiam editar e fazer o estardalhaço deles;

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome