CDHSPDM - Subcomissão Permanente dos Direitos da Mulher  Foto: Arthur Monteiro/Agência Senado (08/03/2012)
Subcomissão Permanente dos Direitos da Mulher Foto: Arthur Monteiro/Agência Senado.

No tão badalado “Dia Internacional da Mulher” (8 de março último) houve uma audiência no Senado — na “Subcomisão permanente em defesa da mulher” — a fim de se debater “políticas para a saúde da mulher”.

De fato, não foi uma audiência para proteger as mulheres brasileiras, as mães de família e suas filhas, mas para defender espúrios interesses de organizações internacionais que financiam o aborto na América Latina. Para tal, servindo-se do lobby abortista e feminista.

Entretanto, uma voz feminina — mas não feminista — surpreendeu os participantes de tal audiência. Ninguém esperava. Uma senhora defendeu com autenticidade e coragem os reais interesses das famílias. Vale a pena assistir o vídeo (abaixo) com suas inesperadas palavras increpando a maioria das dirigentes, por não defenderem realmente a mulher brasileira, mas, sim, fundações internacionais pró-aborto.

 

17 COMENTÁRIOS

  1. @Vivi
    Com tudo o respeito a sra ta louca!?seria a mesma coisa que legalizar o assassinato no Brasil !! Isso é um crime ! E a mulher que o comete é sim uma criminosa ! Reveja por favor seus princípios o que se deve fazer é dar uma assistência religiosa para essas mulheres . Sua atitude não é nem um pouco crista!

     
  2. Um milhão de abortos por ano? De onde você tirou este número? O problema dos abortistas fantasiar números para tentar convencer que matar crianças em gestação e um bom negocio.

     
  3. É difícil fechar os olhos para UM MILHÃO DE ABORTOS por ano, os srs. não acham?
    Pois é o que essa mulher está propondo!
    Descriminalizar ou liberar NÃO SIGNIFICA que ele passará a ser OBRIGATÓRIO!!
    O que precisa haver é assistência a essa mulher que quer praticá-lo – que ela seja ouvida, orientada, e não tratada como uma criminosa!
    Se o aborto, mesmo sendo legalmente permitido em apenas dois casos, já alcança essa cifra assustadora, é sinal de que a proibição não impede que ele ocorra, com o AGRAVANTE da morte de muitas mulheres que se submetem a procedimentos desprovidos de segurança e higiene adequados. Essa é a face mais cruel da proibição, que muitos se recusam a enxergar.

     
  4. Vamos cortar o mal pela raiz!!
    Temos a obrigação de saber quem são estas mulheres da mesa, eleições estão chegando.
    Minha opinião não é a mesma, sou contra o aborto.
    Se alguém souber o e-mail desta jovem mulher Brasileira, que esta sim nos representa, por favor repasse.

     
  5. O comentarista Avelino José, quis saber o nome desta senhora e ele tem razão. Creio que todos nós gostaríamos de saber. Todavia, pode ser que para evitar pressões a tenham deixado no anonimato. Isto pouco importa, não são poucos os anônimos cujos feitos marcaram a História. Simão o Cirineu ajudou a carregar a Cruz de Jesus, e o que se sabe dele, senão que era de Cirene? Simão, é verdade o seu nome mas, nada mais se registrou a seu respeito. No entanto que glória! Até o fim do mundo ele será lembrado com admiração.

     
  6. Reparem nas “mulheres” na mesa, olhem a falta de respeito para com essa mulher que fala, voces acham mesmo que elas estão preocupadas com os problemas das mulheres que vão morrer fazendo aborto? acreditam que elas se preocupam com as crianças indefesas que morrerão? doce ilusão. De qualquer forma parabens a essa mulher de coragem, que fez valer sua opinião e agora será ouvida no mundo todo, pois nós vamos espalhar esse vídeo pela net e ninguem calará a voz do coração e da razão, pois que a vida a Deus pertence e não é o governo que deve tira-la, sob pretesto de que mulheres morrem fazendo aborto clandestino.

     
  7. Lindo!Que DEUS abençoe essa mulher, e aproveito para pedir a todas que tomem esse tipo de atitudes. Aproveitando me dirijo a vocês mulheres: O filho que porventura você vier abortar, poderia ser você quando você veio ao mundo. Desafio a todos os abortistas no seuinte tópico: Vamos fazer de conta que a criança que está no ventre conseguisse por obra de DEUS é lógico, sair por alguns segundos e conversar com cada uma dessas mulheres que abortam. O que a criança pediria? Tenho certeza que diria: mamãe, não me mate, te farei muito feliz, foi DEUS que me mandou. Outra coisa, antes de tomarmos qualquer atitude, seja ela boa e principalmente má, façam a seguinte pergunta: JESUS faria o que eu estou fazendo? Tenho certeza que vocês mulheres, imagem e semelhança a DEUS, pois DEUS não tem sexo, ele é espírito, jamais fariam tais coisas. E finalizando para aquelas abortistas que se dizem católicas: Não esqueçam, viemos de DEUS e para ele voltaremos um dia, porém vamos passar pelo purgatório, DEUS não nos quer com a sujeira do mundo, ele nos quer do jeito que nos mandou, puro ou pura. Fiquem com DEUS e pensem muito sobre isso e na hora que forem pensar, peçam que o Espírito Santo as iluminem.

     
  8. Totalmente oportuna esta fala desta jovem senhora. Desmascarou todo um teatro que é montado com recursos internacional interessadíssimos e manipular as mulheres do Brasil. Parabens pela coragem.

     
  9. Maravilhosa a fala desta jovem senhora, compartilhamos de sua indignação e a cumprimento particularmente pela coragem e santa ousadia. Fico a imaginar se Maria Nossa Senhora tivesse abortado o Senhor Jesus, nossa salvação teria sucumbido após a anunciação.
    A Paz do Senhor à todos!!!

     
  10. Fantástico posicionamento desta senhora.

    Todas as verdades que ela levantou já são conhecidas de muita gente. Sabemos que fundações bilionárias estrangeiras investem muito dinheiro sujo para financiar Ong’s abortistas/feministas no Brasil e mundo.

    E concordo com ela: as feministas NÃO representam a mulher brasileira, NÃO se importam com a mulher brasileira.

    Dilma Roussef e todas as suas ministras feministas também NÃO representam a mulher brasileira.

     
  11. É de pessoas assim que o Brasil precisa… Só faltou ela ensinar aquelas da mesa que OUVIR outras opiniões é fundamental para se ter uma decisão menos injusta…

     
  12. Meus parabens por esta reportagem. Fiquei indignado quando vendo o vídeo a falta de atenção dada pela mesa. Se fosse comigo, pararia de falar e diria que aguardaria a atenção das mesmas. Gostaria de deixar a mesma mensagem que foi posta por Sergio Peffi acima.

     
  13. O aparte desta senhora, valeu por uma oração. Poder-se-ia imaginar seu eco chegando até ao Céu e fazendo estremecer de jubilo os Santos Inocentes. Sua coragem foi um brado próprio a acordar muita gente para defender a vida. Sua polidez foi o charme a serviço de bem . Que Deus a proteja a si e a sua família. Que a História registre a honra cabível a esta mãe verdadeiramente brasileira . Que continue alerta e seja sempre capaz de mais cristãos atrevimentos, pela família e pelo Brasil.

     
  14. Parabens mulher de coragem. Essas outras doutoras da mesa, que representam as instituições internacionais como a Fundação Rockefeler, esqueceram-se do que é ser mãe e mulher de verdade, vocação dada por Deus a eles, e talvez a troco de 30 moedas de prata ou por umprato de lentilhas estão vendendo a vida inocente dos fetos. O que elas não sabem é que depois que a criança é concebida no ventre da mãe, o feto passa a ser um ser autonomo, disvinculado do corpo da mãe, que está no seu útero que é o lugar que Deus criou para Ele mandar ao mundo seres hunmanos criados a imagem e semelhnaça de Dele Deus. O feto não faz mais parte do corpo da mãe é outro ser em formação, não é uma extensão do corpo da mãe, ela está apenas emprestando a Deus o seu utero para desenvolver o novo ser, nobre missão dada por Deus, assim como Deus deu à Maria, o maior provilegio de todos de desenvolver em seu ventre o Salvador da humanidade, Jesus Cristo. Mulheres reflitam bem nisso, e principalmente essas senhoras que representam os interesses internacionais, que estão se utilizando desse meio nojento para dizimar a humanidade, Plano macabro da Maçonaria e dos Ilumitatis que tem o objetivo de dizimar 1/3 da humanidade.

     
  15. A atitude desta senhora é altamente louvável e de uma verdadeira coragem. Não tenho palavras para elogiar esta tão corajosa atitude, parabéns, isto sim é MÃE. Que dizer das que abortam ou das que promovem?

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome