Velho e novo modernismo: as raízes da crise na Igreja – Pronunciamento [em inglês] de José Antônio Ureta

No dia 23 de junho teve lugar em Roma um dia de estudos internacionais sobre o tema “Velho e novo modernismo: as raízes da crise na Igreja”.

O objetivo do Congresso foi contribuir para entender melhor a natureza da crise na Igreja e, com base nessa análise, identificar os remédios mais eficazes para superá-la. O pontificado do Papa Francisco trouxe à luz esta crise, em toda a sua evidência dramática. Mas o processo de auto-demolição da Igreja já havia sido denunciado por Paulo VI desde 1968, após o protesto contra a Humanae Vitae.

Participou do Congresso um grupo de teólogos, filósofos, historiadores e acadêmicos que em 2017 promoveram o “Correctio filialis” ao Papa Francisco, dos quais destacam-se: Pe. Claude Barthe, Prof. Roberto de Mattei, Prof. Valerio Gigliotti, Ir. Maria Guarini, Pe. Albert Kallio o.p., Dott. John R. T. Lamont, Prof. Enrico Maria Radaelli, Prof. Don Alberto Strumia, Prof. Giovanni Turco, José Antônio Ureta.

Disponibilizamos acima o vídeo do pronunciamento em inglês de nosso colaborar José Antônio Ureta que lançou o seu livro: “A ‘mudança de paradigma’ do Papa Francisco: continuidade ou ruptura na missão da Igreja?”

A íntegra do livro pode ser lida clicando aqui.

Deixe uma resposta