Centenas de berços de Natal foram esmagados, queimados e vandalizados em toda a Itália em uma onda de violência sem precedentes. Violência, vandalismo ou ódio à Fé?

Estátuas do Menino Jesus e da Sagrada Família foram decapitadas, roubadas ou enforcadas – em um incidente chocante até pendurado em um poste de ferro em uma praça pública.

Nosso Site já publicou um artigo sobre a perseguição à Igreja (e decapitação de católicos) na África, na Oriente. Mas o Ocidente, ex cristão, também se volta contra o Menino Jesus, vandaliza igrejas na Itália e, mais perto de nós, no Chile. https://ipco.org.br/cristaos-decapitados-enquando-o-ocidente-e-o-vaticano-dormem/

Menino Jesus vandalizado na Piazza Santa Giustina, Affori

Na cidade de Ivrea, perto de Turim, os bombeiros foram chamados para extinguir um incêndio na igreja de San Maurizio em 4 de janeiro, depois que uma mulher de 46 anos, com precedente de incêndio criminoso, ateou fogo a um berço perto do altar. O fogo destruiu pinturas e afrescos valiosos, bem como duas mesas pintadas antigas e a cobertura da fonte batismal.

Enquanto isso, no mesmo dia e na mesma cidade, outro incendiário ateou fogo a um berço na igreja de San Salvatore, destruindo os tecidos do altar. As duas igrejas estão perto uma da outra, perto do centro histórico da cidade.

Reparação, indignação, protestos? Onde estão dos direitos de Deus?

D. Edoardo Cerrato, bispo de Ivrea, pediu atos de reparação e uma investigação, observando que “vimos figuras decapitadas do Menino de Belém e sua Santa Mãe” em outras partes da Itália.

“A investigação talvez identifique os perpetradores e entenda o motivo por trás do que, por enquanto, pode ser visto como profanação de imagens sagradas e igrejas”, disse ele.

Monsenhor Cerrato iniciou reparações na noite de 4 de janeiro, oferecendo a estatueta do Menino Jesus para ser venerado e beijado por católicos fiéis reunidos na igreja de San Ulderico.

Na cidade de Mogliano Venetto, vândalos penduraram uma estatueta do Menino Jesus usando um cabo elétrico para cercar seu pescoço, mantendo-o levantado do chão.

Os moradores lamentaram que este foi um dos sete berços vandalizados na região.

Menino Jesus decapitado em San Sebastiano, Arbus

Uma estátua do Menino Jesus, colocada na manjedoura em frente à igreja paroquial de San Sebastiano, Arbus, no sul da Sardenha, foi decapitada por um grupo de vândalos que, em seguida, trouxe a cabeça decepada para o cemitério municipal.

Como entender esses atentados? Vandalismo, ódio à Fé?

ImageNão se vê, concomitantemente, atos de vandalismo contra coisas profanas. Por exemplo, não houve incêndios e destruição de estátuas em praças públicas.

Por quê razão esses atentados se voltam contra o Menino Jesus, contra Maria e São José? Seria muita ingenuidade não pensar que — em muitos casos — se trata de ódio à Fé.

A Itália, berço do Catolicismo e Sede do Papado se levantará em protestos públicos, atos de reparação que atinjam as ruas? Surgirá uma equipe de voluntários a proteger as igrejas de novas depredações?

No Brasil, Porta dos Fundos injuria e debocha de Nosso Senhor — em nome da “liberdade de expressão”

Seria tudo isso um prenúncio dos castigos previstos por Nossa Senhora em Fátima, fruto da apostasia do Ocidente?

Fonte: https://www.churchmilitant.com/news/article/epidemic-of-crib-vandalism-hits-italy

 

1 COMENTÁRIO

  1. Infelizmente o Papa Francisco beija as mãos dos inimigos de Deus enquanto a destruição e a fumaça de Satanás entrou no Papado. Lamentável e vimos que o mesmo não levanta a voz para proteger a nossa fé e as imagens sagradas para o catolicismo.Que saudades do Papa Emérito Bento XVI.

Deixe uma resposta