O fato: “O número de usuários chineses de celulares caiu 21 milhões nos últimos três meses, anunciaram as autoridades de Pequim em 19 de março”.

Os celulares são uma parte indispensável da vida na China

O regime comunista de Xi Jinping, — para sobreviver e controlar a população, — “impõe um nível de digitalização muito alto na China.

“As pessoas não podem sobreviver sem um telefone celular ”, disse ao Epoch Times, em 21 de março, Tang Jingyuan, comentarista de assuntos da China com sede nos Estados Unidos”. Eles não têm outra opção, são obrigados a usar telefones celulares.

O surto do coronavírus aumentou ainda mais o controle pelo celular

“O regime exige que todos os chineses usem seus celulares para gerar um código de saúde. Somente com um código de saúde verde os chineses podem se mudar para a China agora. É impossível para uma pessoa cancelar o celular “.

A China introduziu verificações faciais obrigatórias em 1 de dezembro de 2019, para confirmar a identidade da pessoa que registrou o telefone.

“Além disso, as contas bancárias e previdenciárias do povo chinês estão incluídas em seus planos de celular; os aplicativos em telefones chineses verificam os cartões SIM no banco de dados do estado para garantir que o número pertence ao usuário”.

Código de Saúde em 10 de março: pretexto do surto do coronavírus

“Pequim lançou pela primeira vez códigos de saúde baseados em celulares em 10 de março. Todas as pessoas na China devem instalar um aplicativo para celular e registrar suas informações pessoais de saúde”.

“Em seguida, o aplicativo pode gerar um código QR, que aparece em três cores, para classificar o nível de saúde do usuário. Vermelho significa que a pessoa tem uma doença infecciosa, amarelo significa que a pessoa pode ter uma e verde significa que a pessoa não tem”.

***

Os intentos do governador Doria, pestistas e assemelhados

Também aqui no Brasil, o governador Doria intentou — com alta rejeição da população e do governo federal — rastrear as pessoas que “violassem” a quarentena ditatorial através de seus celulares.

Entende-se, perfeitamente, por quê razão os governadores petistas, o Sr Doria e assemelhados do falso Centrão, querem a Huawei 5G no Brasil: terão todos os recursos totalitários (semelhantes ao nazismo e ao comunismo) de controle da população.

Exatamente como faz Xi Jinping: acesso a créditos, passagens com desconto, empréstimos … tudo isso está dependendo da “simpatia” do chinês comum para com os pensamentos de Xi, seus comentários nas Redes Sociais.

Doria, petistas e o falso Centrão poderão, com o auxilio da tecnologia huawei 5G, controlar a população, promover os simpatizantes da esquerda e reprimir a reação conservadora.

Nesse contexto, não se entende, por quê o vice-presidente Mourão continua um simpatizante do incremento de nossas relações com o PCCh e a introdução da espiã Huawei 5G em território brasileiro.

***

Cai drasticamente o número de celulares e telefones fixos na China

“O Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação da China (MIIT) anunciou em 19 de março o número de usuários de telefones em cada província em fevereiro.

“Comparado com o anúncio anterior, lançado em 18 de dezembro de 2019, para dados de novembro de 2019, os usuários de celulares e telefones fixos caíram drasticamente. No mesmo período do ano anterior, o número de usuários aumentou.

O número de usuários de celulares diminuiu de 1,600957 bilhões para 1,579927 bilhões, uma queda de 21,03 milhões”.

“O número de usuários de telefones fixos diminuiu de 190,83 milhões para 189,99 milhões, uma queda de 840.000″.

Houve significativo aumento em 2019. E queda drástica em 2020

“De acordo com o MIIT, o número de usuários de celulares aumentou em fevereiro de 2019 de 1,5991 bilhão para 1,5835 bilhão, o que representa 24,37 milhões a mais.

O número de usuários de telefones fixos aumentou de 183.477 milhões para 190.118 milhões, ou seja, 6.641 milhões a mais.

Mais dados aumentam o mistério da queda de usuários de celulares

1 – A população da China cresceu em 2019

“De acordo com o Bureau Nacional de Estatísticas da China, a população do país no final de 2019 era 4,67 milhões maior que em 2018, atingindo 1,40005 bilhões”.

“De acordo com os dados de operação de todas as três operadoras de celular chinesas, as contas de celular aumentaram em dezembro de 2019, mas caíram acentuadamente em 2020.

2 – Aulas passaram a ser on-line, via conta celular

Desde 10 de fevereiro, a maioria dos estudantes chineses frequenta aulas on-line com um número de celular, devido ao fato de suas escolas serem obrigadas a permanecer fechadas. As contas desses alunos estão sob o nome dos pais, o que significa que alguns pais precisavam abrir uma nova conta de celular em fevereiro.

Queda de usuários nas 3 operadoras chinesas

“A China Mobile é a maior operadora, com cerca de 60% do mercado chinês de celulares. Ele informou que ganhou mais 3,732 milhões em contas em dezembro de 2019, mas perdeu 0,862 milhão em janeiro de 2020 e 7,254 milhões em fevereiro de 2020.”

“A China Telecom é a segunda maior operadora, detendo cerca de 21% do mercado. Ela ganhou 1,18 milhão de usuários em dezembro de 2019, mas perdeu 0,43 milhão de usuários em janeiro de 2020 e 5,6 milhões de usuários em fevereiro de 2020.”

“A China Unicom, que ainda não publicou os dados de fevereiro, compartilha a mesma experiência que as outras duas telecomunicações em janeiro de 2020 e no início de 2019. A empresa perdeu 1,186 milhão de usuários em janeiro de 2020, mas ganhou 1,962 milhão de usuários em fevereiro de 2019 e 2.763 milhões de usuários em janeiro de 2019.”

***

O artigo de TheEpochTimes abre hipóteses para essa queda acentuada de usuários.

De momento nos interessa constatar o fato: o regime ditatorial chinês exige, impõe que cada cidadão seja controlado pelo celular. Não há outra alternativa.

Se diminuíram 21 milhões de usuários de celulares terá essa queda uma relação com o número de mortes pelo coronavírus? Seriam, portanto, muito mais mortos do que oficialmente o PCC anuncia?

Ou terão milhões de chineses encontrado outra alternativa para sobreviver?

Ou seria outro indício de que a China está mergulhada numa recessão para a qual o governador Doria, os governadores-ditadores petistas, o falso Centrão (amigo do PCC) querem levar o Brasil?

A falência de meio milhão de firmas — na China — dá o que pensar.

Brasil, alerta. Nossa missão providencial se realizará longe das esquerdas e longe das garras do tigre chinês.

O Cristo Redentor e Nossa Senhora Aparecida inspirem a reação conservadora.

Fonte: https://www.theepochtimes.com/edition/ccp-virus-13_3288123/3281291

Deixe uma resposta