Para o crime armas à vontade

Talvez algum leitor estranhe o fato de tratarmos neste momento do problema do desarmamento.

Entretanto o tema cabe perfeitamente, dado o caráter ignominioso das campanhas de desarmamento — também chamadas “pacifistas” — que buscam desarmar os homens honestos, deixando-os à mercê de quantos bandidos, cada vez mais numerosos, tendentes a ameaçá-los com suas armas. E também porque tais campanhas, em vez de colaborarem com a observância do preceito divino de “não matar”, favorecem assim a sua transgressão.

Com efeito, não se tomam medidas eficazes para evitar que delinquentes de todo gênero formem quadrilhas organizadas, inclusive com grande número de menores, contrabandeiem suas armas, e tornem com frequência reféns de seus instintos malévolos os cidadãos sem culpa e até os matem. Mas querem que a população abdique de um direito fundamental da pessoa humana: o de legítima defesa, sua e de sua família.

O plebiscito sobre o desarmamento, realizado no Brasil em outubro de 2005, mostrou que a grande maioria dos eleitores brasileiros não quer ficar à mercê dos delinquentes e votou em massa contra o desarmamento.

Apesar disso, sob a férula do governo Lula, foi mantido um conjunto de leis denominado Estatuto do Desarmamento, aprovado em dezembro de 2003, o qual dificulta enormemente a aquisição de armas de defesa pelos cidadãos honestos.

Como era de esperar, devido às numerosas restrições legais, a uma fiscalização draconiana e ao apoio incondicional da mídia, a compra de armas de defesa diminuiu muito. Ademais, houve um aumento de 11% no preço das armas. Assim, estudo inédito divulgado em abril último pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revela que a compra de armas de fogo no Brasil caiu 35% depois do tal Estatuto.

Com que resultados? Vejamos os dados publicados no diário carioca “O Globo” (2-4-13).

Os homicídios em residência com uso de armas de fogo cresceram cerca de 26% desde a promulgação do Estatuto do Desarmamento até hoje, passando de 2.503 para 3.155 homicídios.

Segundo o Mapa da Violência 2013, as mortes no Nordeste, por cem mil habitantes, aumentaram de 19,4% em 2003 para 27,7% em 2009. No Norte, subiram de 13,4 para 22,1. No Sul, cresceram de 15,9 para 19,3. Apenas o Sudeste registrou redução: de 28 para 16,4 homicídios (na média do Brasil, a taxa caiu 1%).

Ou seja, a diminuição de armas legais em mãos de cidadãos honestos não deteve o aumento da criminalidade… com armas de fogo. Pelo contrário!

Assim sendo, por que continuar colocando empecilhos aos brasileiros que desejem ter acesso aos meios normais de defesa, numa sociedade tão assolada pelo crime como a nossa? Por que lhes restringir esse direito?

Quando se torna difícil para a polícia descobrir quem possa ser o autor de determinado crime, uma pergunta de primeira evidência se coloca: a quem aproveita o crime? Também a respeito dessa sanha em coarctar os direitos de legítima defesa do cidadão honesto, pergunta-se: a quem aproveita?

13 COMENTÁRIOS

  1. Eu considero o fator psicológico da “campanha do desarmento” mais do que o desarmamento em si. Se bem que uma fazenda, localizada em um vazio demografico, estará completamente à mercê de um ataque do MST ou da Via Campesina, se não estiver provida de armas adequadas para repelir tal ataque. Tenho para mim que a “campanha de desarmamento” visa especialmente isso.
    A Revolução Francesa e a Revolução Russa foram precedidas de tais “campanhas”…
    Nas cidades há ainda rescursos próximos. Mesmo assim, os citadinos deveriam portar pelo menos um punhal, já que está difícil portar armas de fogo. O brilho de uma lâmina também exerce um certo efeito psicológico, e bem usada pode provocar um cert estrago….
    O conselho é vigilância, muita vigilância, por que os tempos são maus.

  2. O MAL TEM SE MULTIPLICADO NO MUNDO, O QUE NÃO SIGNIFICA VITÓRIA SOBRE O BEM. CERTO COMO DEUS É BOM, PERFEITO E JUSTO, O MAL SERÁ ANIQUILADO SEGUNDO AS ESCRITURAS E BANIDO PARA O INFERNO ONDE É O LUGAR APROPRIADO PARA SATANÁS E SEUS SEGUIDORES. NÃO COMPREENDO COMO UM SER HUMANO REJEITA A JESUS CRISTO: FILHO DE DEUS, PÃO DA VIDA, RESSURREIÇÃO E VIDA EM ABUNDÂNCIA E SE ALIA A SATANÁS, MENTIROSO, LADRÃO E HOMICIDA. ENQUANTO A VIDA, HÁ ESPERANÇA. REJEITE O DIABO E SE ENTREGUE A CRISTO.

  3. Pensei durante esta última semana, (hoje, 26/05/13), sobre esse tema e, confesso que não
    sei, quem temo mais!!! A covardia e as armas dos marginais, (na sua grande e estarrecedora maioria apoiada por “di-menores”{que fatalmente assumirão os atos criminosos dos maiores}) que via de regra são armas roubadas e ou contrabandeadas ou ainda adquiridas e cedidas à esses “coitadinhos” pelo narcotráfico (CRIME-ORGANIZADO, aquele que a polícia diz combater mas que faz fechar escolas, comércios, além de colocarem fogo em veículos para transporte coletivo, etc.), ou se tenho mais temor dos VERDADEIROS MARGINAIS QUE ASSOLAM A NAÇÃO E O POVO ATRAVÉS DESSA POLÍTICA VERMELHA que adquiriu a preço alto a maioria dos congressistas , a mídia , e outros setores. Não sei de fato quem é o mais bandido, o mais marginal. SEI, ATRAVÉS DA HISTÓRIA UNIVERSAL QUE ISSO NÃO ACABARÁ BEM E, LAMENTO QUE QUANDO ACABAR, MUITOS BONS TENHAM FALECIDO OU SOFRIDO AS CONSEQÜENCIAS DAS ATITUDES DOS MAUS. Sempre lembro que o COMUNISMO e a MISÉRIA é um casal que anda de mãos dadas , MAS, que, se traem, prostituem, corrompem e acabam se decompondo como um câncer que degenera o corpo e
    o que se pretende fazer neste país é isso, deixá-lo com um imenso tumor.
    PAZ E BEM À TODOS.

  4. Compartilho totalmente com seu entendimento.
    Governo autoritário procura desarmar a população para evitar levante.
    Já estudei bem o Plano Nacional de Direitos Humanos versão 3 e trata exatamente disso, ou seja, a composição de um Comite que deliberará tudo, controle da mídia e vai por aí a fora.
    Que bom se mais cidadãos refletissem a respeito para compormos uma opinião manifesta contra tais pretensões

  5. Coitado da vítima, tem prejuízo material, moral e psicológico (desse os direitos humanos não falam) e ainda por cima tem que pagar a bela estadia com conforto assegurado pelos nossos impostos. Não me venha com aquele argumento de que o trato aos bandidos é desumano nas cadeias que andam cheias. A esses que dizem isso, eu pergunto: é culpa minha ser vítima, ele ter violado meus direitos e depois ir para a cadeia? Digo mais, as cadeias estão cheias porque tem bandidos demais e não cadeia de menos. Eu tenho que trabalhar mais só para ele ter um conforto maior e eu não poder dar o mesmo para meus filhos? Quem teve os direitos humanos violados, o bandido ou eu?

  6. Governos desonestos, injustos e incompetentes não têm interesse em favorecer os honestos, justos e competentes… Quem combateu e tentou destruir as nossas abençoadas Forças Armadas quererá enobrecer o povo ?? Os semelhantes se atraem, diz o ditado ! O esclarecimento está nas palavras de Jesus Christo: “A árvore se conhece pelo fruto”.

  7. Não seria de interesse de algum grupo, associação ou ideologia, desarmar os bons, enquanto armar os maus, que as compram livremente ou contrabandeiam? Parece um mistério o fato da lei desarmar os honestos e contemplar os desonestos. Pelo que me consta não vi dizer que os bandidos não podem ter armas! Como esta estampado; Para o crime armas a vontade. Por favor! Será que o governo tem interesse nesta situação? Esperar só em Deus, que nos defenda dos que estão a serviço do mal, e de todos que escondem a maldade sob a mascara da virtude. Que o céus nos ajude.
    Salve Maria!

  8. Hoje, qualquer bandido sabe que, encontrará a maioria dos cidadãos brasileiros desarmados e sem condições de resistir a seus ataques.
    O objetivo final do PT, que tem sido o carro-chefe dessa política malfadada, é deixar a população à míngua, até que ela peça por socorro, qualquer um que seja. Então, com tudo previamente calculado, eles dirão que a polícia é ineficiente e que milícias do governo substituirão a polícia. Na Venezuela foi assim. Por que aqui seria diferente? Onde estão os nossos representantes, que não denunciam esse plano macabro do PT?

    Grandes ditaduras surgiram exatamente do precedente desarmamento da população. O Brasil, com PT, PSol, PSDB e cia ESQUERDOPATA, incluindo até o DEM, encaminha para um golpe socialista, plenamente vermelho, de sangue.

  9. Nos querem repassar uma responsabilidade de um problema que não souberam e nem sabem como resolver – o aumento da criminalidade no Pais. Culpa de quem??? do estado podre que deixou de cumnprir suas obrigações para se dedicar a causas partidarias, desde a mais de 12 anos

  10. O desarmamento da sociedade só interessa aos comunistas, que já estão no governo; não têm ainda o poder total, mas estão chegando lá. Falta pouco. Vejam a Venezuela: o governo comunista vai armar e treinar milhões de milicianos os quais, após treinados e doutrinados, constituir-se-ão em força de manobra irresistível, a comando da camarilha que já obteve o poder quase total; ao cidadão de bem, e com juízo, só restará duas opções: lutar ou emigrar.

  11. Prezados Srs,

    A política de desarmamento da população em geral, nos moldes que ocorrem em nosso país, trazem dados preocupantes. Como demonstra as estatísticas a criminalização aumentou e os índices indicam que ficamos a merce do direito da auto defesa pessoal e da propriedade. O Estado deve ter políticas integradas para evitar o contrabando, controle e entradas de armas em nossas fronteiras que abastecem o crime organizado. Cabe informar também, que a sociedade em geral, assim como em muitos países, tem o direito assegurado por lei em manter armamento de sua posse contra eventuais governos que venham a aplicar golpes contra o sistema democrático e implantar sistema autoritário, uma sociedade desarmada e sem condições de se impor seria uma “presa” fácil para este intento. O tema deve ser amplamente discutido por toda a sociedade e classes representativas e para quem deseja ter posse de armamento estar devidamente qualificado e educado para possuir em sua residência, comércio para não se motivar o mau uso e aumento da violência.

  12. .. Tenho reiteradamente dito que o comunismo está batendo às nossas portas com a baioneta em riste camuflada de flores da falsa democracia … e que ao pé e ao cabo, este governo que está ai a nos manetear, quer na verdade, dar uma de salvador da pátria, tirando a bandidagem das ruas … para mostrar ao povo que solucionou o problema … qual nada …ai, vem o governo a implantar o verdadeiro comunismo … só ele armado e e só ele matando qualquer um que se atravessar em seu caminho … Coitado povo brasileiro … e de roldão toda a América Latina … querendo, quiça, uma criação da U. R. S. A L. – União das Repúblicas Socialistas da América Latina …. Que Deus nos proteja …

  13. Interessante observar que o “ser humano”, quando preso, por cometer crimes passa a fazer jus a um premio, uma espécie de “Bolsa Bandido” e uma alimentação muito superior em quantidade e qualidade, àquela do assalariado, e se quiser visita íntima não precisa pagar o motel.
    Observe que ao ser humano que comete “infrações” ( não vamos usar termos mais corretos para não ofender o ser humano fragilizado pela pena restritiva de liberdade de caráter meramente recuperadora de sua personalidade) não é punido com os altíssimos impostos uma vez que sobre o crime não incide impostos, mas, sobre todos os artigos,inclusive os de primeira necessidade, incidem impostos altíssimos, sobre toda a renda honesta há impostos altíssimos, sobre o salário honesto há impostos altíssimos.
    Com o agravante de pela função social do arrecadado, do bem público, passou-se a enxergar que o “cidadão vagabundo”, que sustenta o país com trabalho e impostos (paga as contas) não tem o direito de usufruir das benesses pagas por ele mesmo via impostos, tendo assim, que pagar por tudo de novo, educação, saúde e segurança.
    Premia-se assim aqueles que nos assaltam, e até matam, com isenção fiscal, Bolsa Bandido ( premio em dinheiro por nos caçar), boa refeição, segurança ( o Estado é cobrado pelos Direitos Humanos, e Ministério Público pela segurança dos detidos), e até escola e sexo com nosso dinheiro. Transferiram nossos direitos aos pobrezinhos, revisitando o dito popular – ” Quem tem pena do coitadinho vai para o lugar dele” – . É como se entrássemos no restaurante, pagássemos a conta e os serviço e a comida fosse para os que não trabalham, estudam, mas, coitadinhos… trabalhar para que? se é mais recompensador não trabalhar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome