“WASHINGTON, DC, 22 de fevereiro de 2019 (LifeSiteNews) – O Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS) da administração Trump divulgou sua regra final mudando as regulamentações de financiamento sob o programa de planejamento familiar Title X, uma ação esperada para reduzir as atividades federais da Planned Parenthood — subsídios fiscais em quase US $ 60 milhões.

“O presidente Donald Trump anunciou a mudança em maio passado, que exigirá que as instalações que prestam serviços do Título X sejam fisicamente separadas daquelas que cometem ou se referem a abortos. Sob as regras anteriores, os serviços e abortos do Título X poderiam “co-localizar” no mesmo centro, desde que os abortos fossem financiados pelo setor privado. Agora, o dinheiro será redirecionado para Centros de Saúde Femininos Qualificados que não estão envolvidos em abortos”.

Diz o comunicado do HHS que se exige uma ““clara separação financeira e física entre projetos financiados pelo Título X e programas ou instalações onde o aborto é um método de planejamento familiar”, proíbe o encaminhamento para o aborto como método de planejamento familiar ”, elimina a“ exigência de que os provedores do Título X ofereçam aconselhamento e encaminhamento ao aborto” e exige “relatórios mais completos dos beneficiários sobre os sub-recebedores e mais clareza sobre parcerias informais com agências de referência””.

* *  *

Mais um revés sofre a Planned Parenthood conhecidamente célebre por práticas abortistas em larga escala.

Esperamos que a Suprema Corte americana também passe a tomar uma posição contrária ao aborto e favorável à vida do nascituro. O aborto é contrário à Lei de Deus, contrário à Lei Natural, um infanticídio.

Bom exemplo em defesa da vida a ser imitado pelo novo Brasil!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here