Artigo de https://www.tfpstudentaction.org, 2 de março, Gabriel Fonticoba: Victory: Catholic College Removes Planned Parenthood Job Offers traz mais um vitória da reação católica norte-americana contra o aborto

      “A Ação Estudantil da TFP (americana) tem o prazer de anunciar que o Le Moyne College – uma instituição católica em Syracuse, Nova York – removeu as ofertas de emprego da Planned Parenthood de seu site a partir de 1º de março de 2019.

     “Três postos de trabalho para a Planned Parenthood foram exibidos on-line desde 29 de novembro, sob “empregos atuais disponíveis”. A listagem foi tirada menos de 24 horas após o protesto da Student Action da TFP americana, que recebeu mais de 16.000 assinaturas pedindo à presidente do Le Moyne College, Dra. Linda M. LeMura, para remover as ofertas de emprego pró-aborto. “É impossível ser um bom católico e apoiar o aborto por qualquer forma, direta ou indiretamente”, disse o diretor de Ação Estudantil da TFP, John Ritchie.

     Continua John Ritchie: “O Quinto Mandamento é absolutamente claro e temos a obrigação moral de proclamar a verdade e nos opor à Cultura da Morte em sua totalidade: contracepção, aborto, eutanásia, impureza, ‘casamento’ entre pessoas do mesmo sexo e transgenerismo.”

         Presidente do Le Moyne College atende à nosso pedido

         O e-mail do Gabinete do Presidente afirmou que as postagens de trabalho (do Planned Parenthood) eram um erro. “O Le Moyne College recebe muitos anúncios de emprego de várias fontes que listamos em nosso site”.

     Continua a nota do Gabinete: “Infelizmente, os cargos em questão não foram selecionados pelo Colégio como deveriam ter sido e foram inadvertidamente (postados). Eles foram removidos da listagem.” (…) “o Colégio tomará medidas para garantir uma revisão mais completa das oportunidades de emprego, a fim de garantir que elas sejam consistentes com nossos valores como uma instituição católica”.

     * * * *

     Nossos cumprimentos ao Student Action, da TFP americana, por essa excelente iniciativa, pelos argumentos de conteúdo moral: “proclamar a verdade e nos opor à Cultura da Morte em sua totalidade: contracepção, aborto, eutanásia, impureza, ‘casamento’ entre pessoas do mesmo sexo e transgenerismo.”

     Nossos cumprimentos ao Presidente do Le Moyne College que reconheceu o erro de anunciar empregos do Planned Parenthood e “garantir que elas (oportunidades de empregos) sejam consistentes com nossos valores como uma instituição católica”.

         https://www.tfpstudentaction.org/blog/le-moyne-college-removes-planned-parenthood

Deixe uma resposta