Campo de treinamiento do Hamas em Gaza
Campo de treinamiento do Hamas em Gaza

O movimento terrorista fundamentalista Hamas treina mais de 17.000 adolescentes, jovens e adultos entre 15 e 21 anos, em uma dúzia de campos na faixa de Gaza, segundo noticiou The Washington Post.

O treinamento é militar, com armas e explosivos, e a ideologia usa o palavreado do Alcorão.

Porém, o furor e a belicosidade contra os “inimigos sionistas” mais faz lembrar a pregação de Lenine que a de Maomé.

A instrução é fornecida pelo braço militar do Hamas, as brigadas Izzedine al-Qassam. Até o ano passado, o responsável era o braço político, cujas atividades incluíam muitas atividades esportivas, entre elas esportes de praia, e religião.

No último ano, os treinos foram sérios, marciais, com os comandantes vestidos com uniformes camuflados e intercalando gritos de “Allahu akbar” (“Deus é Grande”) nos exercícios.

“The Washington Post” obteve permissão para visitar dois desses campos e tirar fotos da graduação dos terroristas.

Os comandantes do Hamas aduziram que os campos visam dar uma opção aos jovens desempregados de Gaza.

Crianças e adolescentes em campo de treino do Hamas
Crianças e adolescentes em campo de treino do Hamas.

Mas disseram, contraditoriamente, que eles não recrutam novos guerrilheiros, embora de seus campos tenham saído alguns.

A al-Qassam é a maior e mais bem equipada milícia de Gaza, com 20.000 ou 25.000 combatentes. Em 2014, num conflito de 50 dias entre Hamas e Israel, morreram 1.000 deles, mas isso não parece ter diminuído o movimento.

A milícia exacerba nos jovens o ódio contra Israel e seus aliados. Eles querem sair para combater e acabar com os israelenses.

E na exaltação, facilmente esse ódio se volta contra o Cristianismo, o Ocidente, os “cruzados”, a um ponto tal que acabam se esquecendo de Israel!

Verdadeiramente não se entende como alguém possa levar a sério um diálogo, um ecumenismo, ou uma oração em comum com o Hamas, se seus dirigentes continuam nesse ódio visando a um morticínio racial e religioso indiscriminado.

2 COMENTÁRIOS

  1. Porque a deplorável ONU não toma providências contra esse aliciamento de menores a violência? Mas, acusar a Igreja Católica de forma leviana e mentirosa de não punir os pedófilos, a referida ONU sempre esta a disposição.

  2. NÃO É À TOA QUE o ISLÃ ERA ALIADO DE HITLER E HOJE DOS COMUNISTAS!
    O Islã é uma ideologia totalitarista fortemente opressora simulando ser religião, mas a do ódio a quem não o aceite e tem varias suratas do Alcorão, seu livro “sagrado”, incentivando a violência contra quem rejeite o Islã, tal como a religião comunista politicamente correta.
    Os radicais e terroristas islâmicos apóiam-se inteiramente no conteúdo do Alcorão e nas declarações e ações do “profeta” Maomé, em contraste com a bíblia dos cristãos que enaltece e ensina o amor, exorta os homens nesse sentido e busca sua transformação; o Alcorão prega o ódio às pessoas de outras crenças e impele seus seguidores a praticar esse ódio.
    Assim, Os que não crêm no Alcorão devem ser perseguidos e assassinados em nome de Alá se não se converterem à fé islâmica; idem, sob a invocação do Alcorão, as mulheres são oprimidas e espancadas, garotas são proibidas de estudar e países estrangeiros, consideradas seres inferiores.
    Interessante é que são reticentes por quem os procura mas apreciam a hospitalidade aonde vão, e querem ver respeitadas e obedecidas suas leis.
    Para os muçulmanos, pessoas de outras crenças merecem apenas o ódio e a jihad, a “guerra santa”. Enquanto os cristãos verdadeiros, que seguem a Bíblia, construíram uma rede mundial de assistência social que leva aos necessitados não apenas o Evangelho mas também auxílio prático como alimentação, abrigo, serviços médicos e ensino escolar, o relativista islã se comporta como parasita onde entra, explora e oprime as pessoas nos países que domina em nada se diferindo dos comunistas, como Cuba, China Coreia do Norte etc.
    ALGUMAS FRASES DO PAGÃO E DIABÓLICO ALCORÃO DESTILANDO ODIO AOS OUTROS:
    “Ó fiéis, não tomeis por amigos os judeus nem os cristãos; que sejam amigos entre si. Porém, quem dentre vós os tomar por amigos, certamente será um deles; e Deus(Alah) não encaminha os iníquos” – Alcorão, Suratra 5,51.
    “O castigo, para aqueles que lutam contra Deus e contra o Seu Mensageiro e semeiam a corrupção na terra, é que sejam mortos, ou crucificados, ou lhes seja decepada a mão e o pé opostos, ou banidos. Tal será, para eles, um aviltamento nesse mundo e, no outro, sofrerão um severo castigo” – Alcorão, Suratra 5,33.
    Apesar disso, o islamismo cresce sendo o fator principal estar o caráter humano completamente descristianizado, daí desfigurado, pois o homem ainda procura por aquilo que pode lhe dar “status” e também que possa “liberar” seus instintos e ainda assim “herdar” o paraíso!
    Estas são as promessas do vazio islamismo, adepto de um deus inexistente, mas da pagã e falsa deusa da lua Alah, fundada por Maomé, um carniceiro dos mesmos níveis de Lênin, Mao, Pol Pot, Fidel Castro…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome