Aproximação fascismo-nazismo 1938: Hitler em Roma. Reação de Pio XI

0
231

Um pouco de História: a recepção triunfal de Hitler em Roma, preparada por Mussolini (1938), confirmam as análises do Prof. Plinio de que o fascismo caminhava para o nazismo. Vejamos a atitude do Santo Padre Pio XI (*) publicada no Legionário:

“A atitude da Santa Sé perante a recepção triunfal que o Sr. Mussolini preparou para o restaurador do paganismo na Alemanha, ficou claramente definida através de diversas medidas tomadas no Vaticano.

“Em primeiro lugar, o “Osservatore Romano” não fez a menor alusão à visita do Sr. Hitler.

“Ao mesmo tempo, a Santa Sé expediu uma circular a todos os Seminários, contendo nova e categórica condenação do nazismo.

“Além disto, foi ordenado o fechamento do famoso Museu do Vaticano enquanto o Sr. Hitler estiver na Itália, eloqüente sinal de protesto.

“Finalmente, em alocução dirigida pelo Santo Padre a 409 recém-casados que o foram visitar em Castelgandolfo, o Papa manifestou sua profunda mágoa por ver que, exatamente no dia 3 de Maio, que é dia da Santa Cruz, flutuavam na Capital do mundo católico bandeiras com a cruz suástica, inimiga da Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo.”

Legionário, 8 de maio de 1938, N° 295, pag. 27 Dias em Revista

Fica registrado mais um documento mostrando o combate do Prof. Plinio ao nazifascismo.

(*) Non abbiamo bisogno (em portuguêsNós Não Precisamos) é uma das encíclicas do Papa Pio XI, promulgada em 29 de junho de 1931, contra o fascismo.

Deixe uma resposta