Autorização para matar: 16 anos de idade!

    A nova Lei do Aborto imposta pelo governo Zapatero (socialista, é claro) permite que as adolescentes com apenas 16 anos possam matar os bebês em seus ventres já com 14 semanas.

     

    Paulo Roberto Campos

    A Espanha venceu a copa do mundo, mas está perdendo o que tem de melhor para a grandeza de uma nação: seus filhos. Uma nação que mata seus filhos não atrai evidentemente as bênçãos de Deus.

    Apesar de a maioria do povo espanhol ser anti-abortista, a nova Lei do Aborto imposta pelo governo Zapatero (socialista, é claro) permite que as adolescentes com apenas 16 anos possam matar os bebês em seus ventres já com 14 semanas. Sem precisarem sequer de informar seus pais!

    Essa lei herodiana entrou em vigor no dia 5 deste mês, fazendo com que aquilo que antes de tal data era considerado crime — matar inocentes — passasse a ser um “direito da mulher”. Lei, portanto, contrária ao prório Direito Natural e à própria Constituição que preceitua o direito à vida. Além de violar as leis humanas, o mais grave é a sua violação das Leis do Criador de todas as coisas.

    A respeito dessa ultra-radical Lei do Aborto, a “Folha de S. Paulo” está promovendo uma enquête com as questões abaixo, para sondar a opinião dos brasileiros. Até o momento em que emiti meu voto, as porcentagens eram as seguintes:

     Sou a favor da lei = 34%
     Sou favorável, mas a idade deveria ser aumentada para 18 anos = 5%
     Sou favorável, mas a autorização dos pais deveria ser exigida = 5%
     É válida, mas pode se tornar incentivo para o sexo sem proteção = 7%
     Sou contra a lei = 49%
    _____________
    Total de votos: 2.088 votos

    Diletos Amigos: Embora estejamos vencendo, vamos aumentar ainda muito mais o placar daqueles que somos contrários à aprovação da “Pena de Morte” na Espanha por vil conveniência egoística da mãe que concebeu seu filho, mas rejeita criá-lo.

    Para emitir seu voto, basta um click no seguinte link:

    http://polls.folha.com.br/poll/1018601/