O Bispo de Regensburg,  d. Rudolf Voderholzer, na Alemanha, atacou o culto à Pachamama, ao sacerdócio feminimo e lembra o episódio de São Bonifácio

São Bonifácio e o culto idolátrico ao carvalho de Donar

É muito oportuno lembrar a atitude de São Bonifácio, apóstolo do mundo germânico e compará-la com o recente culto à Pachamama nos jardins do Vaticano.

“São Bonifácio (+755) não dançou ao redor do carvalho de Donar nem o abraçou, mas o cortou e usou sua madeira para fazer uma cruz e uma capela”. (Imagem ao lado)

“O bispo de Regensburg,  disse isso em uma homilia de 31 de outubro. Ele apresentou (São) Bonifácio em contraste” com as recentes cerimônias do Vaticano em louvou de Pachamama, que “não foram purificadas nem transformadas”, de acordo com a piedade católica.

D. Voderholzer defendeu ainda mais o celibato, e mostrou-se contrário à criação de casos excepcionais para regiões distantes: “Em questões tão importantes, não pode e não haverá apenas soluções regionais”.

O Bispo de Regensburg atacou uma declaração recente do bispo de Essen, Franz-Josef Overbeck, que afirmou — quase inacreditável a comparação — que “o acesso ao sacerdócio não pode depender de um cromossoma Y”.

“No entanto, a diferença entre homem e mulher não pode ser reduzida a “um cromossoma Y”, observou D. Voderholzer dizendo que, como o bispo Overbeck, deveria ter explicado o ensino católico em vez de restringir sua visão à genética”.

 * * *

     Realmente, é inacreditável que um bispo católico vá reduzir a questão do sacerdócio que Nosso Senhor Jesus Cristo e a Igreja confere aos homens à uma questão de um cromossoma Y.

Fonte: https://www.gloria.tv/post/ohu7uchDNaZL1xSXHBeX6ghsC

Deixe uma resposta