Têm crescido cada vez mais o número de pais que educam seus filhos em casa, em países como EUA, com resultados surpreendentes. No Brasil o Governo não quer autorizar. Por quê?

Em 19 de outubro p.p., a Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados rejeitou o projeto de lei 3518/2008, que permitiria aos pais, se assim o quisessem, educar os filhos em casa.

Como o nome indica, a educação em casa, conhecida também pelo nome inglês homeschooling, consiste em educar os filhos no lar, levando-os regularmente para testes de proficiência indicados pelo Estado. A experiência tem dado resultados surpreendentes nos Estados Unidos, e muitas famílias brasileiras desejam o mesmo para seus filhos.

Nada mais normal, pois está cada vez mais difícil encontrar uma escola que dê formação íntegra para as crianças. Conversando com diversas famílias, sempre ouço a mesma reclamação: “damos em casa uma formação, e no colégio desfazem tudo o que ensinamos”.

Em casa nosso filho aprende o pudor. No colégio recebe um kit de “educação sexual”, que sabemos ser uma cartilha de perversão de menores. Em casa aprende o respeito aos mais velhos, à autoridade. No colégio não raras vezes é levado a admirar Che Guevaras, e congêneres… Em casa aprende que, quando crescer, poderá casar-se com uma moça direita. No colégio aprende o amor livre, ou mesmo que pode escolher se será heterossexual, homossexual ou bissexual, tanto faz.

Lamentamos, portanto, a decisão de tal comissão do Congresso Nacional, e esperamos que no Plenário a votação seja revertida. Pois a educação é atribuição dos pais, e o Estado não pode passar por cima desse direito natural. Ele deve apenas auxiliar os pais nessa tarefa. Caso contrário, voltamos à URSS, em que o Estado arrancava a criança dos pais com dois anos de idade, para fazer sua doutrinação.

10 COMENTÁRIOS

  1. Realmente, querem invadir a família e cada vez mais interferir ,tirando a noss autoridade de pais….”O futuro do mundo passa pela família ” João Paulo II

  2. Na verdade meus carissimos, os politicos brasileiros são contra a educação em casa, porque se isso ocorrer os nossos filhos deixarão de ser semi-analfabetos e saberão discernir os politicos quando crescerem com inteligencia mais aguçada, e por certo não votarão neles, e assim com os anos teremos um congresso depurado, tendo a maioria composta por pessoas que pensam no seu próximo e não em interesses próprios e nos interesses de seus partidos, como soi acontecer hoje em dia. Certamente nossos filhos, educados em casa em alto nivel moral, cultural, espiritual, deixarão de admirir politicos bandidos como os nossos de hoje em dia, deixarão de ter como exemplo “governantes como nosso ultimo presidente, que se gaba de nunca haver lido um livro e se emocionar ao dizer que estava orgulhoso por receber seu primeiro diploma, e logo o diploma de Presidente da Republica, mostrando com isso, quanto a educação brasileira está retardada, por votar em um homem como esse, que nunca teve palavra, poiis o que promete sentado não cumpre quande se levanta da cadira. E isso desde o Sindicato.
    Eles não querem, porque um povo burro e ignorante é facil de enganar, como eles vêm enganando até agora.
    Lurtemos com todas as forças para reverter essa decisão absurdo deles.

  3. Perdoem-me pelo erro anterior de digitação. Eu quis dizer: “(…) se ele quer proibir a educação EM casa, é por pura ideologia marxista/totalitária (…)”

  4. Já que as pessoas educadas em casa passam regularmente por testes de proficiência indicados pelo Estado, este não tem argumento. Logo, se ele quer proibir a educação é casa, é por pura ideologia marxista/totalitária. Purinha. Sem mais.

    Precisamos agir contra isso imediatamente, por todos os legítimos meios reais e virtuais!

  5. O que teremos de renovar não é apenas a educação, mas o Congresso e Senado, colocando lá pessoas realmente cristãs, impolutas, probas, de moral ilibada. Tudo isto existe? Onde? Com certeza no seio das familias.
    Então meus irmãos, vamos fortalecer as familias. Estou com 68 anos e já criei a minha, sou viuvo e tenho apenas um filho, do qual muito me orgulho.
    Dia desses eu pensava no mandamento de Deus: Honrar Pai e Mãe”! Como fazer isso no mundo de hoje? Nessa altura da vida ainda sinto que honro meu pai e minha mãe, já falecidos há muitos anos. Eles me ensinaram a honrá-los!

  6. Na união soviética da terra da chanchada, querem repetir os desmandos da finada URSS, como se interferência estatal melhorasse alguma coisa – muitíssimo pelo contrário!
    Pior, não me consta que na extinta URSS promovessem a libertinagem nas escolas, – isso é coisa dos comunas chulezentos daqui.

  7. Acredito que a “Educação” é um quesito essencial na formação do indivíduo.
    Creio que a educação começa em casa com os pais; onde você assimila conceitos, valores, etc. Essa educação se acrescenta com a educação religiosa, que você adquire através da sua religião.; e na escola se agrega conhecimentos gerais/científicos.
    Tudo é uma soma. Um valor/conhecimento completa o outyro.
    O que temos que ter cuidado é que esses profissionais que estão nas escolas, sejam pessoas bem preparadas, instruídas e revestidas de valores, conceitos, etc.
    Evitando que certos profissionais sem requisitos estejam nas escolas e passem valores distorcidos para seus filhos; e estraguem a educação que os pais passam para seus filhos.
    Num país como Brasil, com diferenças regionais; onde o resultado não pode ser favorável para todos; creio que não seja viável.
    Destacando alguns aspectos … nem todos os pais tem o mesmo nível de instrução, cultural, social, econômico,etc.
    Concordo que temos que melhorar a Educação no Brasil, em vários aspectos.
    Precisamos de um povo instruído, educado e cristão; para que possamos formar cidadãos decentes.

  8. Por mais essa atitude dos políticos fica evidente a intenção da maioria dos políticos brasileiros de querer corromper as crianças. Darão conta disso diante não da população que parece inerte – e culpada por isso, pois irá voltar nesses mesmos políticos (Marta é um exemplo) – mas diante de Deus.

  9. Passou o tempo de preocupar-se e sim é de agir, pois, o Estado esta levando avante o intento quanto ao impor todas suas vontades e visões sobre o cidadão.
    Vamos pressionar os eleitos com base católica e evangélica, pois vejo somente o lado dos que trabalham contra a familia avançando…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome