Católicos irlandeses (ISFCC) derrotam a blasfema RTÉ

0

Se é verdade que a covardia dos bons fomenta a audácia dos maus também se pode afirmar:

“O revolucionário, em via de regra, é petulante, verboso e afeito à exibição, quando não tem
adversários diante de si, ou os tem fracos. Contudo, se encontra quem o enfrente com ufania e
arrojo, ele se cala e organiza a campanha de silêncio.”, afirmou o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira. (Revolução e Contra Revolução pg 32)

Vitória da Sociedade Irlandesa para a Civilização Cristã (ISFCC)

Protestanto publicamento contra o retrato blasfemo de Deus, como um estrupador, feito por “Raidió Teilifís Éireann (RTÉ), em show de contagem regressiva da véspera de Ano Novo, voluntários da Sociedade Irlandesa para a Civilização Cristã, ISFCC, foram à sede da RTÉ em Dublin em 9 de janeiro.”

“Ao mesmo tempo, trezentos católicos de toda a Irlanda se juntaram (ao ato de ISFCC) para rezar e fazer reparações em frente à RTÉ.

Digno de nota é o fato de que “esta reunião foi espontânea e sem liderança, em conformidade com as medidas de prevenção COVID-19 da Irlanda que proibiram qualquer evento organizado, até mesmo a oração.”

Detenção por “liderar o Rosário” reparador?

Trinta membros da An Garda Síochána também compareceram à reunião pacífica e legal inquirindo àqueles que julgavam ser os líderes, tomaram seus nomes, endereços e fizeram ameças de prisão.

Com muito acerto um participante desse justo protesto católico apontou que “os verdadeiros infratores são os dirigentes de RTÉ“. Chamando sua blasfêmia Countdown Show de “grande ofensa”, ele disse que “são as pessoas (RTÉ) que os Gardaí deveriam entrevistar: nomes, endereços etc.” Ignorando as provocações de um Garda que dizia “Deus não existe”, os manifestantes mantiveram o foco. A atitude dos fiéis católicos é bem demonstrada pelas intenções formais dadas para as orações:”

Intenções da Reparação

— “Estamos aqui para reparar a Deus e Nossa Senhora pela terrível e indescritível blasfêmia RTÉ cometida em seu” Show de Contagem Regressiva “de Ano Novo, e para deixar claro que não iremos tolerar tais ataques vis a Deus, nosso Pai amoroso, que não pode fazer mal.

“– Rezamos para que esta manifestação console Nosso Senhor e Nossa Senhora e pelo menos repare em parte os danos causados ​​pela RTÉ ao Santo Nome de Deus.”

Sadias reações populares

“Uma senhora disse-nos que ficou “devastada com esta notícia. É de partir o coração. Os pais dos meus pais lutaram pela liberdade da Irlanda antes e durante a revolta. Eles ficariam chocados que a Irlanda vendeu sua alma. ” Um homem de Clare disse que “Eu nunca assisto à estação (RTÉ) por causa de sua mentalidade anti-Deus e anti-vida em relação a todas as coisas que são certas.”

“Desculpas esfarrapadas” de RTÉ

“A RTÉ primeiro fez duas desculpas cautelosas aos “espectadores ofendidos” e depois a si mesmos por quebrar seus próprios padrões. Joseph, um participante, chamou isso de “pedido de desculpas esfarrapado”, acrescentando: “Estamos aqui para exigir que RTÉ peça desculpas a Deus, não a nós e não a eles próprios.” Isso é justo e normal, pois sempre são feitas desculpas à pessoa ofendida.”

“Deus não será zombado”. “Seu Nome deve ser estimado e temido

Joseph, advertiu que “Deus não será zombado” e que “São pecados como essas blasfêmias que trazem a vingança de Deus sobre uma nação. Pecados como este trarão a queda da Irlanda. ” Também está claro que se trata de uma perseguição especificamente à Igreja Católica. Um homem viu bem a hipocrisia. “Nenhuma outra religião seria esfolada publicamente em tais importantes feriados

“Um jovem Kerry também ressaltou que “O nome de Deus deve ser estimado e temido. Ainda que RTÉ pense que (Deus) é um nome que pode ser ridicularizado. Eu pensei que a reparação precisava ser feita, então eu vim. “

Trezentos se uniram à nós no protesto: RTÉ se retratou

“Embora a RTÉ continue com as notícias falsas dizendo que “Cerca de 60 pessoas protestaram fora da RTÉ”, graças a Deus, trezentas pessoas vieram rezar e reparar. Como consequência, mais tarde no mesmo dia, a RTÉ emitiu um “pedido de desculpas sem reservas”.

Aqui está o pedido de desculpas visto nas notícias da RTÉ. “No programa News Years Eve Countdown, a RTÉ trouxe um esquete, que pretendia ser uma sátira … RTÉ reconhece que não mostrou o devido respeito às crenças religiosas e também foi indevidamente ofensivo para muitos telespectadores e a RTÉ se desculpa sem reservas. “

“Encorajados por isto, continuamos a confiar em Nossa Senhora, pedindo-lhe que nos dê calma, confiança, coragem para a defender, para defender a Deus e para devolver a Irlanda (sua condição) não só à Terra dos Santos e dos Estudiosos, mas também a uma terra de guerreiros da Igreja Católica.

***

Nossos cumprimentos aos jovens de ISFCC, irmãos na Fé e na defesa intransigente dos direitos da Santa Igreja. Não tomar o Seu Santo Nome em vão, é o segundo Mandamento da Lei de Deus.

Seguindo as normas do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, fundador da TFP brasileira, nossa co-irmã a Sociedade Irlandesa para a Civilização Cristã, ISFCC, combateu o bom combate, como ensina São Paulo.

A retratação de RTÉ mostra, mais uma vez, “O revolucionário, em via de regra, é petulante, verboso e afeito à exibição, quando não tem adversários diante de si, ou os tem fracos. Contudo, se encontra quem o enfrente com ufania e
arrojo, ele se cala e organiza a campanha de silêncio.”, afirmou o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira. (Revolução e Contra Revolução pg 32). No caso concreto, a corajosa ação dos católicos irlandeses fez com que RTÉ voltasse atrás.

Fonte: https://www.isfcc.org/post/rosary-brings-even-rte-to-its-knees?utm_source=sendinblue&utm_campaign=RTE_Campaign&utm_medium=email

Deixe uma resposta