“Os Estados Unidos impuseram na segunda-feira uma sanção severa a uma empresa chinesa que atende aos interesses da ditadura venezuelana. O golpe foi certeiro. A reação imediata do regime venezuelano demonstra isso. É a Corporação Chinesa de Importações e Exportações Eletrônicas (CEIEC), por meio da qual Nicolás Maduro censura informações que não lhe são favoráveis ​​e restringe a internet aos venezuelanos.”

China (PCCh) é campeã na censura

De acordo com o documento, as empresas chinesas de tecnologia, incluindo a CEIEC, “continuam a desafiar os valores democráticos de liberdade e transparência, desenvolvendo e exportando ferramentas para monitorar, censurar e policiar as atividades dos cidadãos na Internet”.

Nosso Site já publicou importante documentação à esse respeito:

“Pequim está ampliando suas campanhas de influência nas plataformas de mídia social ocidentais como parte de um esforço contínuo para promover as visões do Partido Comunista da China (PCC) em escala global.”

“Embora os esforços de desinformação russos no Facebook e no Twitter tenham atraído a maior parte da atenção da mídia desde sua tentativa de influenciar as eleições nos EUA em 2016, analistas dizem que o regime chinês desde então vem tentando recuperar o atraso, expandindo e desenvolvendo operações de influência nessas plataformas – que são proibidos na China.”

Como funciona o CEIEC?

“O CEIEC foi fundado em 1980 com o objetivo de construir ´relações cooperativas de longo alcance´ no âmbito da abertura chinesa, de acordo com a empresa em seu site. Atualmente, possui 200 subsidiárias e escritórios em todo o mundo. Na Venezuela, começou a operar em 2017, apoiando as ´forças cibernéticas do mal´ do regime, segundo autoridades norte-americanas.”

“A empresa chinesa se dedicou a oferecer suporte cibernético à Companhia Anônima Nacional Telefonos de Venezuela (CANTV), que controla 70% do serviço de internet do país. Ele também contribuiu com especialistas técnicos para Maduro para aconselhar sobre como replicar a censura do regime comunista na Venezuela.”

O mesmo sistema usado na China pelo PCCh

“O Departamento do Tesouro explica no comunicado que o pacote de software e hardware que o CEIEC forneceu à Venezuela é uma versão comercializada do “Grande Firewall” que usa o sistema de censura da China para bloquear páginas da web e controlar informações que venha do exterior, bem como para a divulgação interna de conteúdos considerados indesejáveis ​​pelas autoridades chinesas.”

Desta forma, o regime de Maduro bloqueia frequentemente portais que possuem uma linha editorial contrária aos interesses da ditadura.

Alcance da sanção

“A sanção dos Estados Unidos contempla o bloqueio de todas as propriedades ou direitos de propriedade da CEIEC que estejam nas mãos dos Estados Unidos ou em poder de americanos. Da mesma forma, qualquer transação com esta empresa é proibida.

“Esta medida, sem dúvida, significou um duro golpe para Nicolás Maduro, que logo emitiu um comunicado. O documento descreve a sanção como um “ataque” que tem o “objetivo desumano de isolar o país e criar dificuldades para a população”.

Uma lição a tirar: alerta Brasil

Apoiar um regime autoritário, socialista como o de Maduro é ação totalmente imoral. A China — que a midia gosta de elogiar como grande parceira do Brasil — é a mesma que fornece software para a ditadura venezuelana.

Todos se lembram das tentativas dos governos petistas em censurar a internet. Lula chegou a se referir ao submundo da internet.

As Redes Sociais, os Canais conservadores, nosso Instituto servem de plataformas ao movimento em favor do Brasil, da restauração dos Valores Morais.

Os alicerces de uma civilização são os Valores Morais, daí a preocupação da esquerda em todo o orbe para censurar a internet como o faz Xi Jinping na China, Maduro na Venezuela e outros assemelhados.

O tecido social de uma Nação se constrói com princípios da Lei Natural, da Revelação, da doutrina da Igreja.

Isso, lembramos, nada tem a ver com Fake News: o que fazemos é a dar voz e vez à maioria conservadora do Brasil que se levantou contra a ditadura de esquerda.

Caiu a esquerda nas Urnas e o falso Centrão procura garrotear a opinião pública conservadora com sua guerra contra as Redes Sociais.

***

Temos nossas esperanças: com os olhos postos no Cristo Redentor e Nossa Senhora Aparecida, o Brasil ainda será um grande País, líder no Continente em favor dos Valores Morais. E exemplo para o Mundo Livre.

Fonte: https://panampost.com/jose-gregorio-martinez/2020/11/30/maduro-eeuu-empresa-china-censura/

Deixe uma resposta