China falsificou em grande escala moedas de euro alemãs

    A China aplicou golpe multimilionário na Alemanha, reaproveitando ilegalmente toneladas de moedas retiradas de circulação pelo Bundesbank – o Banco Central alemão. As moedas de 1 e 2 euros, semelhantes às de 1 real, tinham apenas seus anéis externos separados da parte interior. A sucata era vendida à China para reciclagem, de modo “ecologicamente correto”. Mas na China as moedas eram remontadas, reenviadas à Alemanha e trocadas por notas no próprio Bundesbank! Entre 2007 e 2010, esse “negócio da China” teria causado um prejuízo de pelo menos 20 milhões de euros. Falsificar moeda é um delito que existe desde que existe moeda. Porém, as falsificações chinesas correspondem a uma política geral, comercial e econômica, que seria inviável sem a ingenuidade — ou cumplicidade — ocidental.

    Fonte:Revista Catolicismo_Maio2011.