A Igreja Católica na China está num “estado desastroso” por causa da política de aproximação da Santa Sé com o governo comunista de Pequim, escreveu o Cardeal Joseph Zen Zekiun, bispo emérito de Hong Kong. Essa política prolonga a também desastrosa Ostpolitk do cardeal Casaroli com os tiranos do Kremlin, oportunamente denunciada por Plinio Corrêa de Oliveira. Um diálogo legítimo — afirmou o cardeal Zen – é uma coisa diferente de “um Papa que fala àqueles que estão assassinando cruelmente seus filhos”. E acrescentou: “O cardeal Casaroli e seus sequazes se enganavam achando ter praticado milagres, procurando uma política extremada de compromissos, mas na realidade compactuaram com governos totalitários, causando uma desastrosa debilitação da Igreja”. O cardeal chinês concluiu ressaltando que os fiéis de seu país padecem, aguardando em vão que venham de Roma os esclarecimentos indispensáveis. “Cada dia que passa é uma eternidade para suas dores. Quando afinal o Senhor atenderá suas suplicas?”

Fonte: Revista Catolicismo, maio de 2011.

 

3 COMENTÁRIOS

  1. Por enquanto aconferência episcopal chinesa mudou-se para taiwan junto com o legítimo governo chinês, e se tornou uma coinferência episcopal regional.
    O Vaticano ainda mantém relações diplomáticas com a República da China (Taiwan) ea reconhece com única e legítima China, e que assim continue.

    Hong Kong e Macau tem status especial até 2047 e 2049 respectivamente, no restoda China comunista a Igreja romana é proibida e só alguns bispos são reconhecidos pelo Vaticano, há uma situação anormal e nãohá organização na Igreja.

    Os comunistas querem que o Vaticano deixe de reconhecer a república da china e nomear os bispos na China, algo totalmente fora de questão.

    Que o Papa lute pelos católicos na china continental mas sem fazer o jogo de Pequin

     
  2. Faço minhas as palavras do Cardeal Joseph Zen Zekiun: “Cada dia que passa é uma eternidade para suas dores. Quando afinal o Senhor atenderá suas suplicas?” enquanto a política da Ostpolitik Vaticana só faz concessões ao regime comunista que mais brutal se torna como resposta e nada obtém para os católicos perseguidos.

     
  3. “La intransigencia atrae, entusiasma y arrastra”, comentaba en cierta oportunidad el Prof. Plinio Côrrea de Oliveira por lo que, declaraciones tan vehementes y acertadas del Card. Joseph Zen Zekiun, difundidas ampliamente, no tendrían otro efecto que despertar la conciencia en amplios bolsones de opinión pública católica, sobre el accionar del “Cardenal Casaroli y sus secuaces”, en la nefasta y despreciable “Ospolityk vaticana” cuyos resultados están a la vista y, para sólo hablar de ese país…

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome