Luis Dufaur

Coréia do Norte é o pior perseguidor dos cristãos

Na comunista Coréia do Norte as execuções de cristãos estão aumentando, noticiou a agência Zenit. Alguns dos martírios foram praticados de público, mas a diplomacia ocidental finge não perceber.

A BBC informou que Ri Hyon-ok, 33, mãe de três filhos, foi enviada com marido e filhos a um campo de concentração pelo “crime” de distribuir bíblias. Por fim foi supliciada na cidade de Ryongchon.

A Coréia do Norte é o pior perseguidor dos cristãos avaliou a organização Open Doors Watch. É um inglório título muito difícil de conseguir postas as violências anticristãs nos países islâmicos e socialistas.

Acredita-se que nos campos de concentração norte-coreanos haja dezenas de milhares de cristãos, diz Open Doors. Há igrejas abertas na capital Pyongyang “para inglês ver”. A pesar da perseguição, por volta de trinta mil norte-coreanos praticam o cristianismo no segredo dos seus lares.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. O sentido da perseguição, ou melhor, ditadura é o estabelecimento da Igualdade, o bem supremo tanto dos regimes comunistas como de Chaves, Fidel e o grande amigo deles Lula.

     
  2. Se a Coréia é tão ruim, ela está qualificada a ser grande amiga da diplomacia brasileira, como o são todos os ruins e péssimos desse mundo (veja Irã, Siria, Líbia, etc etc). Dize-me de quem gostas e dir-te-ei quem és.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome