10 de julho

1509: – Nasce João Calvino, heresiarca francês, que pregou sua pseudo reforma protestante no cantão suíço de Genebra.

1555: – Na ilha de Cuba, o pirata francês protestante Jacques de Sores, assalta a cidade de Havana. Durante um mês saqueará e incendiará casa por casa, e matará seus ocupantes espanhóis e seus escravos.

1594: – Em Delft, na então República dos Sete Países Baixos Unidos, Baltazar Gerard, um francês católico e favorável à Espanha, assassinou o rei Guilherme I, de Orange, protestante, pai de Maurício de Nassau, que depois invadiria o Brasil.

1778: – Durante a Guerra de Independência dos Estados Unidos, o rei Luis XIV, da França, declara guerra à Grã Bretanha.

1821: – Os Estados Unidos tomam posse da Flórida, comprada da Espanha.

1863: – Sob pressão das forças francesas, a Junta de Notáveis do México declara aceitar o regime monárquico, e oferece a coroa ao arquiduque Maximiliano da Áustria.

1900: – O metropolitano de Paris é aberto ao público, como atração da Exposição Universal. A inauguração ocorrerá no dia 19 deste mês.

1925: – É estabelecida a agência TASS, Agência de Telégrafos da União Soviética.

– Em Dayton, no Tennessee, Estados Unidos, começa o “Juízo do macaco”, no qual o Estado de Tennessee entra em demanda contra o professor João T. Scopes, por ensinar a teoria da evolução aos seus alunos.

1925: – Inauguração da Cidade Universitária de Paris, criada por iniciativa do filantropo Henri Deutsch de la Meurthe.

1940: – A III República, formada na França de Vichy durante a ocupação nazista de parte do território, concede ao marechal Pétain, plenos poderes para formular nova Constituição. A partir dessa data, essa República foi dissolvida.

1945: – Reabre o Museu do Louvre, um ano depois da libertação de Paris durante a II Guerra Mundial.

1956: – A Câmara dos Lordes britânica rechaça a abolição da pena de morte, aprovada pela dos Comuns.

1962: – Na Espanha, forma-se o nono Governo da Espanha, durante a ditadura franquista, presidido por Francisco Franco, com a entrada de ministros tecnocratas membros do Opus Dei, os quais começarão uma política econômica de acordo com o Plano de Desenvolvimento.

Mary Quant considerada a lançadora da moda da minissaia. Aflora mais uma tendência
do encurtamento, não das saias, mas da moralidade até nossos dias em que já não se discute o cumprimento das saias mas se há direito de se proibir o nudismo.

1964: – Primeiro desfile da minissaia, criada pela estilista britânica Mary Quant.

1974: – O poema Hino dos Bandeirantes, é instituído como letra oficial do Hino do Estado de São Paulo.

1985: – O Estado francês, através de seus serviços secretos, ordena o afundamento do navio Rainbow Warrior, da organização ecologista Greenpeace.

1991: – Os Estados Unidos restabelecem relações diplomáticas com o Vietnã.

1998: – A Diocese de Dallas aceita pagar 23 milhões de dólares a cinco meninos que denunciaram abusos sexuais do Pe. Rudolph Kos.

2007: – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anuncia o relançamento do programa nuclear do Brasil, após vinte anos de interrupção da construção da terceira central nuclear, e do primeiro submarino nuclear do país.