15 DE DEZEMBRO

Luís XVI na Torre do Templo, por Jean-François Garneray.

1792: – Na França, durante a satânica Revolução Francesa, o rei Luís XVI, prisioneiro dos revolucionários, redige seu testamento na torre do Templo, de onde sairia para o cadafalso.

1961: – O cardeal Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta, de São Paulo, em entrevista à famosa revista progressista francesa, Informations Catholiques Internationales, ataca o livro “Reforma Agrária – Questão de Consciência”.

1973: – A Associação Americana de Psiquiatria deixa de considerar a homossexualidade uma enfermidade.

1989: – A Assembleia Geral da ONU aprova o protocolo do Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, destinado a abolir a pena de morte.

2000: – Em cerimônia na qual o presidente ucraniano Leonid Kuchma dá ordem em teleconferência, é apagado o último reator em funcionamento de Chernobyl, causador da maior catástrofe atômica da história.

2006: – O Japão aprova a criação de um Ministério da Defesa, pela primeira vez desde que foi derrotado na Segunda Guerra Mundial.

2011: – Ilich Ramirez Sanchez, conhecido como Carlos, o Chacal, é condenado à prisão perpétua, com 18 anos de segurança, pelo tribunal especial de Paris que o considerou culpado de quatro atentados mortíferos cometidos em França, há quase 30 anos.

Deixe uma resposta