17 DE DEZEMBRO

1538: O Papa Paulo III excomunga o rei Henrique VIII, da Inglaterra, por seu divórcio e por ter se intitulado Cabeça da Igreja na Inglaterra, num cisma contra Roma.

Estátua de Amakusa Shiro no castelo Hara

1637: Rebelião de Shimabara. Revolta de camponeses japoneses, na sua maioria católicos, entre 1637 e 1638, contra a perseguição religiosa. O líder da rebelião, Amakusa Shiro, é decapitado, e a perseguição ao cristianismo torna-se asperamente severa. A política de isolamento do Japão é reforçada, e a perseguição aos cristãos continua até 1850.

1777: A França é a primeira nação a reconhecer a independência dos Estados Unidos.

1830: Morre Simão Bolivar, líder revolucionário que colaborou com a independência de várias nações sul-americanas.

1939: II Guerra Mundial. O couraçado alemão Admiral Graf Spee é afundado ao largo do Uruguai por seu capitão, Hans Langsdorff, por causa dos danos sofridos na Batalha do Rio da Prata, e para evitar sua captura pelas forças britânicas.

1969: A Força Aérea dos Estados Unidos encerra o Projeto Livro Azul, de investigação sobre discos voadores.

1983: A TFP chilena publica réplica ao Arcebispado de Santiago: “¡No cruce los brazos, Monseñor!”.

1986: Médicos britânicos fazem o primeiro transplante simultâneo de coração, pulmões e fígado, numa mulher de 35 anos. A intervenção decorre num hospital de Cambridge.

1992: Os presidentes dos Estados Unidos e do México e o primeiro-ministro do Canadá assinam o Acordo de Comércio Livre na América do Norte, Nafta.

Barack Obama e Raúl Castro durante seus pronunciamentos (Foto: Doug Mills/Pool/Reuters, Reprodução/Reuters)

1994: Fundação do Mercosul, imitação cabocla da União Européia.

1996: O comando maoísta Tupac Amaru toma a embaixada do Japão no Perú.

2014: Os Estados Unidos e Cuba anunciam restabelecimento de relações diplomáticas e comerciais, e agradecem mediação eficaz do Vaticano.