Efemérides – 18/07

0
Voo de testes do Me 262, em 1942.

1821: – Proclamação da anexação da chamada Banda Oriental (Uruguai) ao Brasil, com o nome de Província Cisplatina, como província do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves e, posteriormente, do Império do Brasil. Os argentinos reivindicavam-na como parte do antigo Vice-reino da Prata. Em 1825, esse território torna-se independente como República Oriental do Uruguai.

1866: – Durante a Guerra do Paraguai, trava-se a Batalha de Boquerón entre paraguaios e tropas da tríplice aliança, havendo quase 6 mil baixas entre as forças combatentes.

1870: – Declaração da Infalibilidade Pontifícia durante o Concílio Vaticano, que fora aprovada por ampla maioria dos padres conciliares que tinham direito a voto.

O primeiro avião à jato operacional da aviação. O Me 262 foi um feito da engenharia aeronáutica, apesar de já existirem projetos não funcionais na época em que surgiu.

1942: – A Lutfwaffe (Força Aérea Alemã) conclui o primeiro voo experimental do Messerschmitt Me 262, primeira aeronave à jato operacional.

1963: – O Prof. Plinio entrega na Câmara e no Senado o abaixo-assinado de vinte e sete mil fazendeiros contra a Reforma Agrária.

1977: – O mesmo envia telegrama ao Itamaraty congratulando-se com o comandante do navio Frota Santos, que recolheu 88 fugitivos vietnamitas.

1991: – Mensagem do Prof. Plinio e das TFPs ao presidente de México, durante a I Cúpula Latino-americana em Guadalajara, publicada por El Occidental, dessa cidade: NO a Fidel Castro na Cúpula Iberoamericana de México.

2007: – Ao tentar pousar no Aeroporto de Congonhas em São Paulo, o Voo 3054 da TAM atravessa a pista e colide contra um prédio de cargas da empresa, matando 199 pessoas.

2020: – Um incêndio possivelmente de origem criminosa atingiu a catedral de Nantes, destruindo os vitrais do século XVI e o antigo órgão, mas não chegou a atingir o telhado da construção, que tem estilo gótico. Um refugiado ruandês que trabalhava no edifício como guarda voluntário, admitiu ser o autor do incêndio.

Deixe uma resposta