26 de julho

1139: – Afonso Henriques, então conde portucalense, é aclamado rei de Portugal, e proclama sua independência em relação a Leão.

1529: – Acordo entre Carlos I, da Espanha, e o conquistador Francisco Pizarro, pelo qual este é nomeado governador e capitão geral da Nova Castela, atual território do Peru.

1533: – Em Cajamarca, os espanhóis executam o inca Atahualpa, sob as acusações de mandar assassinar seu irmão Huáscar, e conspirado para matar milhares de incas espanhóis. Inicialmente condenado à fogueira, para elidir a pena, ele fez-se batizar, mudando a pena para o garrote vil, ou seja, estrangulamento com colar de ferro.

1858: – Em Barcelona, realiza-se uma novilhada exclusivamente com mulheres.

1566: – Morre em Madrid, o controvertido Frei Bartolomé de Las Casas, defensor à outrance dos índios, mesmo de seus bárbaros costumes, e crítico acérrimo dos colonizadores.

1908: – É criado o FBI, Federal Bureau of Investigation, no âmbito do Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

1922: – A França recebe da Sociedade das Nações um mandato sobre a Síria, e o Reino Unido outro sobre a Palestina.

1933: – O Governo do Reich promulga lei de esterilização, com o fim de melhorar a raça alemã.

1936: – O Eixo decide intervir na Guerra Civil Espanhola, apoiando os partidários de Franco.

1945: – Depois da vitória do Partido Trabalhista nas eleições no Reino Unido, Winston Churchill apresenta sua renúncia, e é substituído por Clement Attlee.

– Durante a II Guerra Mundial, Declaração de Potsdam, pelos Estados Unidos, Reino Unido, URSS e China, que exigem a rendição incondicional do Japão.

1946: – Em Nuremberg, o fiscal americano Jackson, exige a condenação de todos os acusados nazistas nos Julgamentos de Nuremberg, como responsáveis pela morte de 12 milhões de pessoas.

1953: – Fidel Castro ataca o palácio presidencial de Moncada, em Santiago de Cuba numa primeira tentativa de derrubar Fulgêncio Batista, que aparece logo que o golpe foi frustrado, e manda justiçar grande parte dos assaltantes.

1956: Gamal Abdel Nasser anuncia a nacionalização da exploração do Canal do Suez. Reino Unido, França e EUA ameaçam cortar investimentos financeiros.

1960: – Em São Paulo, a fundação da Sociedade Brasileira de Defesa da Tradição, Família e Propriedade – TFP.

1961: – Em Cuba, o Governo anuncia a unificação de todas as organizações políticas no Partido Unido da Revolução Socialista.

1977: – A Assembléia Nacional de Quebec impõe o uso do francês na Administração.

1990: – Na Alemanha Federal começa a Operação Dragão, que põe fim a vinte anos de presença de armas químicas americanas.

1993: – É levantada a interdição ao uso de dólares norte-americanos em Cuba.

1988: – No Cambodge, um ataque da guerrilha dos Kmer Vermelhos empana as primeiras eleições livres em 30 anos.

2001: – Primeira visita oficial ao estrangeiro do dirigente da Coréia do Norte, Kim Jong-il em viagem à Rússia, de trem.

2002: – A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprova a criação do Departamento de Segurança Nacional, que combaterá e prevenirá o terrorismo.

Padre Jacques Hamel vítima do multiculturalismo? Europa toda esqueceu de seu passado cristão e abraça quem os destruirá.

2007: – O Paquistão prova com êxito seu míssil Hataf VII, com capacidade nuclear e um alcance de 700 km.

2008: – O escritor brasileiro João Ubaldo Ribeiro é distinguido com o Prêmio Camões 2008, o mais importante galardão atribuído a autores de língua portuguesa. É o oitavo escritor brasileiro a ser distinguido com este prêmio.

2016: – Em Saint-Étienne-du-Rouvray, França, muçulmano decapita o padre Jacques Hamel que celebrava a missa.

Deixe uma resposta