27 DE DEZEMBRO

1788: – O rei Luís XVI da França, aceita dobrar o número de representantes do Terceiro Estado (o primeiro era o clero; o segundo, a nobreza; e o terceiro, o povo) nos Estados Gerais, igualando-o em número aos deputados da nobreza e do clero somados. Nessa política de ceder para não perder, o infeliz rei perderá a cabeça.

O rei Luís XVI deveu sua fraqueza à falta de convicção da legitimidade de sua condição, cedeu em tudo até ser conduzido sem reação ao cadafalso.

1789: – Numa outra prova de fraqueza diante dos revolucionários, o rei Luís XVI convoca os Estados Gerais, toque de Finados da realeza.

1945: – É criado o Fundo Monetário Internacional (FMI) no contexto dos acordos da Conferência de Bretton Woods, realizada em julho de 1944.

1984: – Após visita do papa João Paulo II a um templo luterano de Roma, o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira publica na Folha de São Paulo o artigo “Lutero: não e não!”.

1985: – Atentados à bomba nos balcões da companhia aérea israelita ElAl nos aeroportos internacionais de Roma e Viena, causam a morte a 17 pessoas e mais de 100 feridos.

Deixe uma resposta