magno_malta-18719

Senador Magno Malta – PR/ES, em 20 de novembro de 2013, toma a palavra e desde a tribuna do Senado e discursa sobre um fato de relevância ocorrido no dia. Transcrevemos abaixo parte de seu discurso.

“Mas, senhor presidente, o que me traz a essa tribuna hoje é que tivemos a reunião de Direitos Humanos do Senado que em pauta – um projeto polêmico, que não dá para votar no afogadilho, até porque ele está aqui há 11 anos. Foram 8 anos enfrentando debate com a senadora Fátima Cleide e nos últimos três anos com a senadora Marta Suplicy e outros que comungam, defendem a mesma bandeira…

… Deputada Iara Bernardes, que propunha, senhor presidente, criar neste País o império homossexual onde eles podem tudo e ninguém pode nada, tipo: não alugar a casa para homossexual você vai preso; se você não admitir, você vai preso; se demiti-lo, você vai preso também; essas aberrações que tem no bojo daquele projeto. E mais, você vai preso se não aceitar a opção sexual do indivíduo, você está criminalizado e é obrigado – se não é um criminoso – a aceitar a opção sexual dele.”

(…)

Referindo-se ao texto do senador Paulo Paim, atual relator do PL 122/06, o senador Malta sentencia:

“… não agrada ninguém, absolutamente.

“Ficou muito ruim uma anomalia. Anomalia é tudo aquilo que não tem cabeça… anomalia é um mula sem cabeça (…)”

“Ele conseguiu banir a palavra homofobia que tem sido, a palavra homofobia tem sido banalizada, nesse País. (…). E qualquer gesto é um gesto homofóbico. Sendo que nós não temos a tipificação dessa palavra no Código Penal e precisamos ter.

“E o debate aqui, um texto como esse, só pode ser feito senhor presidente, a partir de ter a tipificação da palavra homofobia.

“Esse PL vem rodando e debatendo e é uma minoria que grita tão alto que parece que eles são maioria.”

“e eu faço registro, com muita alegria, da comissão católica”

Continua o senador:

“E, para mim no afogadilho, fui surpreendido, porque o PL ia ser votado hoje na reunião da CDH, às oito e meia da manhã.

“E aqui eu quero agradecer às lideranças desse País, que se mobilizaram de anteontem e ontem e vieram para cá. Chegaram de madrugada e eu faço registro, com muita alegria, da comissão católica que está neste debate, juntamente conosco.

“E que para o debate trouxe, senador Rolenberg, na manhã de hoje, o Instituto Plinio Corrêa de Oliveira [que] protocolou, hoje na presidência da Casa 3.449.376 e-mails enviados nas últimas horas a esta Casa contra o PL 122, ou seja, o PL da homofobia.

“Senhor Presidente, o grande drama de tudo isso é que no relatório do Senador Paim ele inclui nos mesmos direitos que tem o portador de deficiência, o negro; o índio; o idoso.

“Ninguém fez opção para ser idoso, ninguém faz opção para ser deficiente físico. Ninguém faz opção para nascer índio; ninguém faz opção para ser negro; ninguém faz para ser branco. Você nasce.

“Agora, homossexualismo é opção. Não dá para misturar alhos com bugalhos.”

Ressalta o senador que o texto da PL criará discriminação contra os que não são deficientes, idosos, negros ou homossexuais, acrescentando que:

“E vai muito mais longe. Eles agora estão propondo que não deva haver dias dos pais nas escolas, nem dias das mães!”

A família tradicional

Mais adiante disse:

“Nós não podemos romper com esses valores, por que no dia que rompermos com valores de família, nós sepultaremos de vez essa sociedade.

“Aliás, por muito menos Deus destruiu Sodoma e Gomorra. Por muito menos.

“Aliás, para o caminho que estamos indo, se Deus não tomar uma providência com este País, vai ter que se desculpar por Sodoma e Gomorra.”

Termina convocando as lideranças católicas, as lideranças da CNBB, para uma aliança na defesa da família, referindo-se também ao aborto, ao mesmo tempo que, conclamou eleitores e senadores a prestarem atenção nas próximas eleições, em quem irão votar segundo o posicionamento dos candidatos em relação a estes temas.

 

18 COMENTÁRIOS

  1. Concordo com o Sr Sen Magno Malta, pois vejo nele um cristão que tem discernimento e é evoluído como ser humano. O homossexual não um gênero, mas e APENAS uma opção sexual. Você não nasceu do sexo oposto. Você nasceu homem ou mulher e tem a arbitrariedade de escolher com que se relacionar SEXUALMENTE. Assim se você é mulher e decidir se relacionar SEXULAMENTE com outra mulher, tem aí sua sexualidade homossexual, pois está se relacionando sexual com pessoa do mesmo sex; da mesma forma os homens. Agora, se você quer fazer uma mudança de sexo, acredito que antes você deveria aceitar ajuda psicológica e/ou psiquiátrica, pois você precisar se tratar, de forma que você possa se aceitar como homem, ou como mulher. Desta forma você terá uma vida HOMOSSEXUAL mais intensa, alegre, ativa ou passiva, mas sem estresses. Você se sentirá realizado nesse evento. Não é se MUTILANDO, retirando o PENIS ou pioras mulheres tentando implantar um pênis que você será feliz. Por isso é preciso conversar com um psicólogo ou psiquiatra,. É muito importante você se aceitar como é para ser feliz na vida. Depois disto é só investir em parceiros do mesmo sexo para curtir a vida. POR ISSO É QUE EU DIGO NÃO AO PL 122 E A TANTOS OUTROS SEMELHANTES; como o do aborto, dos índios, dos negros, que APENAS estão criando a descriminação e o racismo no Brasil. EU SOU A FAVOR DE TERMOS FORMAS DE AGREGAR AO NOSSO POVO A CULTURA BRASILEIRA. ESSA MISTURA NOS IDENTIFICA COMO BRASILEIROS E NÃO COMO GRUPINHOS INDEPENDENTES. CHEGA DE FALSIDADES. É PRECISO QUE TENHAMOS UMA IDENTIFICAÇÃO PATRIÓTICA, MAS BRASILEIRA. NOSSAS ORIGENS SÃO APENAS IMPORTANTES PARA MANTERMOS A CULTURA DE ONDE VIEMOS, MAS TEMOS DE NOS OCUPAR COM A CULTURA DO NOSSO PAÍS, O BRASIL. Se isso acontecer, saberemos que estamos seguindo por um caminho correto.

     
  2. Fiquei muito feliz com a posição do Senador Magno Malta! A Integridade se conhece no carátter de um homem cheio de Deus!Parabens para o senhor! Parabens para essa maravilhosa entidadade o IPCO. Povo Brasileiro, gente maravilhosa, povo hospitaleiro, comunicativo, alegre, vamos lutar contra esse tambor de lixo que é o PL 122.

     
  3. Você compara a estrutura moral do Senador Magno Malta com a dos autores do tal projeto da senvergonhice e saberá quem é capaz de trair, de desrespeitar o próprio lar, de legislar em causa própria, de não ter o menor apreço pelo povo, de total despreparo para a Causa Pública e quem não é bom exemplo de conduta moral. Parabéns, Senador Magno Malta, pela sua posição de homem de fibra;.

     
  4. Se Pessoas iguais ao Senador Magno Malta, não se rebelarem e chamarem a responsabilidade, iremos ver aberrações como esse PL, serem aprovados e destruírem as famílias tradicionais Brasileiras, CRISTÃOS, uni-vos e gritem aos quatros cantos que somos contra a estas anomalias.

     
  5. Deus escolhe a quem quer para manifestar seus desígnios. Quisera o Senador Magno Malta, que tem demonstrado em sua trajetória política, ser um homem discreto, correto e sensato, seja um de Seus instrumentos. E que outros mais líderes políticos e religiosos de nossa nação se associem a essas boas causas, que são as vontades do nosso povo (mesmo que certas agências de notícias digam o contrário). A Providência Divina pode tardar mas não falha. Quando tudo parece estar perdido, é aí que Deus age. Amém.

     
  6. Senador Magno Malta, meus parabéns e, que Deus continue colocando em nosso país, homens como o senhor que defendem os nossos direitos de cidadãos de bem e, ousam gritar e esbravejar contra esses absurdos que somos obrigados a vivenciar.

     
  7. Parabens Senador Magno Malta, é de politicos como o senhor, qu o Brasil está necessitado, pessoas de coragem, de linguagem facil,e de uma postura ímpar. Continue assim e nós (brasileiros) continuaremos felizes.

     
  8. Deixando a religião a parte e falando como cidadã, o que observo é que querem que aceitemos uma questão que não é nossa. Os homossexuais é que devem aceitar sua condição e procurar viver com a maior decência. Aos demais, cabe o respeito devido a todos os seres humanos.Mas o que vemos hoje é uma total agressão aos heterossexuais e as famílias. Somos “ameaçados” de diversas formas para dar maior “conforto” a geração GLBT. Só falta criar cotas para vestibular e serviço público, para compensar o quê?
    Vemos nas ruas e praças verdadeiro atentado ao pudor,praticado por pessoas cada vez mais jovens. É uma febre nacional.
    Tanto quanto aos casais héteros, a sexualidade GLBT deve ser vivida na intimidade e não publicamente. É uma irracionalidade esse completa inversão de valores.

     
  9. Parabéns ao Senador Magno Malta por ousar a contrariar o lobby dos homossexuais e pelo nobre Instituto por multiplica-la para mais cidadãos de bem sentirem-se manifesto sua vontade de expressão

     
  10. Amém!
    Magno Malta – PR/ES
    O senador arrebentou em suas palavras diga de passagem vindo dos céus, pois essa PL 122/06 e para acabar com a familia tradicional, e querer que o povo de Deus,(Evangelicos e Catolicos)engulam essa aberração que cheira mal as narinas de Deus.
    E outra sou negro e não foi opçãp minha minha foi opção de Deus eu nascer em uma familia de negros e indios.

    Deixo aqui meus parabéns! ao Senador Magno Malta, por essas lindas palavras e que na proxima eleição o povo sabe quem escolher.
    um abraço fraternal.

     
  11. Aproveito o momento oportuno e faço minhas as suas palavras:

    “E faço um registro, com muita alegria”:

    O BRASIL TEM JEITO se tivermos líderes, parlamentares,políticos a serviço de Deus como o Senador MAGNO MALTA! Que homem iluminado, sensato, inteligente e prudente, batalhador incansável pelas causas justas, nobres; defensor da família na verdadeira acepção da palavra. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo pela sua vida!!!

     
  12. O Sen. Magno Malta vem debatendo o tema há algum tempo, como está escrito, e é verdade, estão postados no youtube alguns debates com
    o senador em destaque. O importante é o número de assinaturas que
    passa dos três milhões, associe-se a essas assinaturas outras tantas
    de outras agremiações, calcule-se o número que é certamente expressivo.
    Outro fato. A lembrança das eleições que virão, cujos eleitores não
    votarão naqueles que foram favoráveis a PEC122, ou seja, elegerão os
    candidatos pró-família.
    Srs., vemos uma luz no fim do túnel, PASMEM!!!, não é um trem em
    sentido contrário.

    PAZ E BEM À TODOS.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome