Em tom desafiante, acrescentamos, LifeSiteNews,10 de agosto de 2020, inicia um artigo com essa frase: “Não será possível para o Dr. Fauci (*) rejeitar o Professor Giuseppe Tritto como um excêntrico. Ele não é apenas um especialista internacionalmente conhecido em biotecnologia e nanotecnologia que teve uma carreira acadêmica estelar, mas também é o presidente da Academia Mundial de Ciências e Tecnologias Biomédicas (WABT), uma instituição fundada sob a égide da UNESCO em 1997.”

“Em outras palavras, ele é um homem de considerável estatura na comunidade científica global. Tão importante quanto, um dos objetivos do WABT é analisar o efeito das biotecnologias – como a engenharia genética – na humanidade.”

O vírus da China foi geneticamente modificado em laboratório P4

“Em seu novo livro, este cientista de classe mundial faz exatamente isso. E o que ele diz é que o Vírus da China definitivamente não foi uma aberração da natureza que cruzou a barreira das espécies do morcego ao homem. Foi geneticamente modificado no laboratório P4 (alta contenção) do Wuhan Institute of Virology em um programa supervisionado pelos militares chineses.”

“O livro do Prof. Tritto, que atualmente está disponível apenas em italiano, é chamado Cina COVID 19: La Chimera che ha cambiato il Mondo (China COVID 19: A quimera que mudou o mundo). Foi publicado em 4 de agosto por uma grande imprensa italiana, Edizioni Cantagalli, que coincidentemente também publicou a edição italiana de um de meus livros, Controle de População (Controle Demográfico em italiano) há vários anos.”

“O que diferencia o livro do Prof. Tritto é o fato de que ele demonstra – conclusivamente, na minha opinião – o caminho pelo qual um coronavírus de propriedade de PLA foi geneticamente modificado para se tornar o Vírus da China que agora está devastando o mundo. Seu relato não deixa dúvidas de que se trata de uma “quimera”, organismo criado em laboratório.”

Conexões do laboratório de Wuhan com a França e EUA

O livro também “conecta os pontos que ligam o laboratório de Wuhan à França e aos Estados Unidos, mostrando como os dois países forneceram ajuda financeira e científica aos chineses quando eles começaram a conduzir experimentos de bioengenharia cada vez mais perigosos.”

“As 272 páginas de nomes, datas, lugares e fatos do Dr. Tritto não deixam a esses apologistas com lugar para se esconder. A história começa após a epidemia de SARS de 2003, quando os chineses tentam desenvolver vacinas para combater a doença mortal. A Dra. Shi Zhengli, sobre quem já escrevi, era a encarregada do programa do Instituto de Virologia de Wuhan.”

***

Àqueles que desejarem mais detalhes podem ler o artigo completo ou adquirirem o livro do Prof. Dr. Tritto.

O esforço mundial desenvolvido pela midia e pela esquerda — em favor de um alarmismo masoquista e fatalista — não deixam dúvidas sobre um plano mundial arquitetado em torno do vírus chinês. Joe Biden, candidato democrata, declarou que o vírus fornecia a “ocasião” para mudar a mentalidade dos norte americanos. Bill Gates, George Soros e outros bilionários também favorecem a propaganda a favor da Nova Ordem Mundial.

E o Vaticano tenta “batizar” essa grande manobra laica e anticristã.

“Em uma entrevista publicada em 1 de julho pelo Our Sunday Visitor, pe. Augusto Zampini, secretário assistente do Dicastério do Vaticano para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral e coordenador da força-tarefa COVID-19, usava exatamente o mesmo idioma. “Precisamos de líderes nos setores público, privado e civil para pressionar o botão de reset – para, de uma vez por todas, perceber que a maneira como vivemos nossas vidas até agora não é sustentável”, disse ele. https://ipco.org.br/vaticano-batiza-nova-ordem-mundial-laica-e-socialista-global-reset/

Fonte: https://www.lifesitenews.com/blogs/renowned-european-scientist-covid-19-was-engineered-in-china-lab-effective-vaccine-unlikely?utm_source=featured&utm_campaign=standard

(*) Dr. Anthony Fauci

Deixe uma resposta