Para impor o aborto, vale tudo. Agora estão dizendo que se o feto não sente dor, pode abortar. Para onde vamos?

“Fetos não sentem dor até os 6 meses. Logo, não tem problema abortar até esse período da gestação”

Em rigor de lógica, teríamos a seguinte iniquidade:

“Pacientes sedados não sentem dor. Logo, a eutanásia não apresenta inconvenientes”

Como se o problema da morte fosse só dor… e a ausência de sofrimento da vítima justificasse o assassinato. Então se der anestésico pode matar? Aonde vamos com esses argumentos? E depois, onde estão as provas desse dado?

Veja a notícia abaixo, leitor, e tire suas conclusões.

Fetos não sentiriam dor até os 6 meses

O Estado de S.Paulo – 26 de junho 2010

Uma revisão de estudos na Grã-Bretanha afirma que fetos humanos não são capazes de sentir dor até as 24 semanas de gestação. A conclusão traz argumentos para ativistas que lutam no país para que a idade gestacional para aborto não seja reduzida das atuais 24 semanas para 22 ou 20 semanas. O trabalho, encomendado por advogados que defendem a redução da idade gestacional, mostrou que até os 6 meses as conexões nervosas no cérebro não estão prontas e o feto está inconsciente. No Brasil, o aborto é crime, exceto em caso de estupro ou de risco de morte para a mãe. Projeto recente defendeu o direito ao aborto até os 3 meses (12 semanas), mas não avançou no Congresso. / Com AP