Fraude na enquete da Câmara dos Deputados sobre família

O Deputado Diego Garcia (PHS/PR), relator do projeto que institui o Estatuto da Família, denunciou a fraude na enquete para saber se os brasileiros são favoráveis ou não ao conceito tradicional de família. A pesquisa foi encerrada com pouco mais de 51% dos votos para o Não.

A enquete foi criada no início de 2014 e questionava se o leitor “concorda com a definição de família como o núcleo formado a partir da união de um homem e uma mulher prevista no projeto que cria o estatuto da família?”.

O parlamentar pediu à administração da Câmara para publicar os dados considerando apenas um voto por IP. De acordo com o Centro de Informática (Cenin), “mais de três milhões de votos são de apenas 66 computadores, sendo que mais de 1,6 milhões vieram de um único IP”, afirma nota do PHS.

Outros dados revelam a fraude. 60 mil votos foram realizados em um único dia, para a opção Não, proveniente de uma cidade dos EUA de apenas 8.500 habitantes.

“Como relator peço que publique uma nota no portal da Câmara, passando as informações corretas para a população brasileira e que seja considerado na enquete um voto por computador. Se isso acontecer, nós estaremos falando de um resultado de 67% para SIM e 33% para NÃO”.

Em nota, o site da Câmara anunciou que está “aperfeiçoando os mecanismos de segurança para inibir a possibilidade de manipulação dos resultados”.

Assista abaixo o vídeo da campanha Brasil Pela Vida.